Jornal Página 3
Colunistas
Cidade

Sistema engloba de casas a edifícios e parece mais moderno e ágil 


Cidade

Depósitos de entulho são vistos por toda a cidade


Política

 Relembre os diálogos de Aécio com Joesley da JBS


Saúde

CVV atende agora em SC pelo 188 e de graça


Esportes

Campeões 2016 confirmaram presença


Variedades

Shows de rock, workshops e acessórios do mundo cervejeiro no BS Hall


Geral

Comunidade pode participar das palestras mediante inscrição prévia


Equilíbrio

Em debate resíduos sólidos na região da Costa Brava  


Cidade

Em 10 meses ela se transformou num sucesso que já ocupa duas praças e uma avenida


Publicidade


Publicidade

Resort de Balneário Camboriú terá programação especial para crianças e adultos


publicidade

Unipraias participa de debate sobre crescimento de parques temáticos
Divulgação Ministério do Turismo

A necessidade de investimentos do governo para assegurar o crescimento do setor no país e a pesada carga tributária estavam entre os principais temas do seminário ‘A importância dos parques temáticos para o turismo’, realizado em Brasília, na terça-feira (15).

O presidente do Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat), Alain Baldacci disse que a carga tributária faz o equipamento chegar a custar mais que o dobro de outros mercados. "Isso impede os empresários de fazerem os investimentos que precisamos”, afirmou Baldacci.

Ele entende que o Brasil não vai perder arrecadação, porque as últimas importações de equipamento foram feitas em 2014. "Sem o tratamento tributário correto, não é possível investir e os negócios ficam estagnados", seguiu o presidente do Sindipat.

“Se o governo atender às demandas do setor, o segmento poderá investir R$ 1,9 bilhão e gerar de 56 mil empregos nos próximos cinco anos. Atualmente, os 18 estabelecimentos associados ao Sindepat, entre eles, o Parque Unipraias Camboriú, geram 11 mil empregos diretos e movimentam cerca de R$ 1 bilhão na economia por ano”, informou Baldacci.

O Parque Unipraias Camboriú participou do seminário, representado pelo gerente geral Alfredo Kuhn e pela gerente financeira Mareli Saciloto.

“Nosso setor depende de renovação constante. O turista não volta se o parque não tiver nenhuma novidade. Marcar presença em um evento como este é importante para que fundamentais ajustes no governo saiam do papel e nós, como parque, possamos fazer os investimentos necessários”, afirma Alfredo Kuhn.

O seminário contou também com a presença do presidente da Associação Mundial de Parques Turísticos (Iappa) e vice-presidente da Disney, Greg Hale, o Ministro do Turismo, Max Beltrão, o presidente da Embratur, o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, além de parlamentares e representantes de diversos parques e atrações turísticas do Brasil.

O encontro foi organizado pela Embratur/Ministério do Turismo.


Sexta, 18/8/2017 9:57.


publicidade






publicidade





Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br