Jornal Página 3
Colunistas
Justiça

Leco, Lequinho e Everton são acusados de repetidos golpes contra compradores de imóveis 


Política

Apesar de fazer parte do governo, ele defende a livre manifestação


Cidade

Serão apresentados dados técnicos e detalhes sobre as escalas da temporada


Variedades

Confira a programação


Geral


Cultura

Já foram 50 livros publicados e mais de duas décadas de coluna no Página 3


Publicidade

Leia a publicação do Convention Bureau 


publicidade

Opinião do leitor: Novas ideias e novas regras
Reprodução.
Entre as sugestões, registrar as bikes e cobrar taxa anual.
Entre as sugestões, registrar as bikes e cobrar taxa anual.

Max Paul Jr.

Para as novas gestões municipais desejamos todo sucesso possível para o bem estar de suas comunidades,

A vida nos Municípios é regida pelo Prefeito, Vereadores e órgãos, como o Ministério Público, o Órgãos Ambientais, Tribunais de Contas, Procuradorias e outros.

Cabe aos Vereadores em sua função Legislativa, discutir e votar os projetos que serão transformados em Lei, buscando organizar a vida da comunidade, fiscalizar a administração municipal e cuidar do bem e dos negócios do povo e ditando as leis necessárias;

Cabe ao Prefeito, que é a autoridade máxima do Poder Executivo do município, o dever de cumprir atribuições previstas na Constituição Federal, como definir onde serão aplicados os recursos provenientes de impostos e demais verbas repassadas pelo Estado e pela União de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal e também ao que foi fixado na lei orçamentária anual do município.

Seguem sugestões de regras para a convivência social:

A - Controlar a população do animais de pequeno porte, através da criação de um Departamento de Zoonoses, onde os mesmos seriam “chipados” e cadastrados mediante o pagamento de uma taxa anual ao poder público. Assim poder-se-ia localizar os donos de animais perdidos/abandonados, manter o controle de vacinação e endemias.

B – Manter um registro no Serviço Municipal de Trânsito das bicicletas através da cobrança de taxa anual. O objetivo seria arrecadatório, estatístico e de identificação do proprietário nos casos de “empréstimos” acidentais.

C - Manter um cadastro de moradores com endereços de proprietários e inquilinos. O poder Público e a Polícia tem o direito e a obrigação de saber quem são e onde moram os moradores de sua jurisdição, além de ser uma ferramenta no controle das ocupações irregulares.

Uma sociedade moderna precisa de leis e regras para que possa ser considerada civilizada e organizada.

(Max Paul Jr. é morador de Balneário Camboriú)
 


Quarta, 11/1/2017 10:17.




publicidade




Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br