Jornal Página 3
FMI destaca papel de reformas na recuperação econômica do Brasil

(Washington / Paola De Orte / Correspondente AB) - O relatório Monitor Fiscal, lançado ontem (19) pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), destaca o papel da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Gastos Públicos e o esforço do governo brasileiro para fazer a reforma da Previdência como fatores importantes para a retomada do crescimento econômico no país.

O fundo avalia que o Brasil deve sair de uma recessão que completa dois anos em 2017 e deve avançar em suas reformas, cujos objetivos, segundo o documento, são reconstruir a credibilidade e a sustentabilidade fiscal do país.

O FMI diz que o congelamento dos gastos, em termos reais, vai ajudar a reduzir o déficit de maneira relativamente rápida, ainda que a proporção da dívida bruta do governo em relação ao Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas em um país) deva continuar a crescer ao menos até 2022, quando representará 87,8%. Em 2008, o número era de 61,9%, segundo a instituição, e em 2016, atingiu 78,3%.

Segundo o relatório, o Brasil voltará a ter superávit primário a partir de 2020. Nesse ano, o valor será de 0,7%, e deve crescer no ano seguinte, 2021, para 1,1% e em 2022 para 1,6%. O superávit primário é o resultado positivo de todas as receitas e despesas do governo, excetuando gastos com pagamento de juros.

O FMI destaca que os déficits fiscais (diferença negativa entre os rendimentos e as despesas públicas em um determinado prazo) nas economias médias e emergentes aumentaram pelo quarto ano seguido, de uma média de 0,9% do PIB em 2012 para 4,8% em 2016, o maior número das últimas duas décadas.

O aumento foi devido ao crescimento lento e à baixa nos preços das commodities (mercadorias em estado bruto ou produtos primários comercializados internacionalmente, como café, algodão, soja, boi gordo, minério de ferro e cobre), aliados a fatores políticos. Brasil, China e países exportadores de petróleo foram os responsáveis pela maior parte do crescimento do déficit entre 2012 e 2016.

Crescimento no Brasil

A previsão do FMI para o crescimento do Brasil para este ano é de 0,2% e, para 2018, de 1,7%. Os números constam do relatório Panorama Econômico Mundial (World Economic Outlook), apresentado quarta-feira (18).

O estudo do FMI mostra que, com a recuperação há muito esperada na indústria e no comércio, a projeção de crescimento para a economia mundial aumentou de 3,1% em 2016 para 3,5% em 2017 e 3,6% em 2018, maior do que a previsão do último relatório de outubro do ano passado.

Meirelles em Washington

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, desembarcou ontem (19) em Washington para participar das reuniões de Primavera do FMI e do Banco Mundial. Segundo a agenda oficial divulgada pelo ministério, hoje (20) de manhã, Meirelles se encontra com o representante do Brasil no FMI, Alexandre Tombini, o diretor executivo do Banco Mundial, Otaviano Canuto, e, em seguida, com o ministro de Finanças da China, Xiao Jie.

Ao meio-dia, ele participa de um painel organizado pelo Atlantic Council chamado A Economia do Brasil e o Futuro da Classe Média e, à tarde, reúne-se com investidores e com o ministro das Finanças da Austrália, Mathias Cormann, com o presidente-executivo do BNP Paribas, Jean Lemierre, e com representantes da agência de classificação de risco Moody’s. À noite, Meirelles participa de um jantar com os ministros de Finanças e presidentes de Banco Central dos países do G-20 (grupo formado pelas 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia).

Henrique Meirelles cumprirá compromissos em Washington até sábado (22). 


Quinta, 20/4/2017 7:01.




Geral

Situação é de alerta especialmente em encostas


Política

Eles terão que apresentar resposta à acusação nos próximos dias


Geral

Algumas informações foram omitidas por terem caráter pessoal


Policia


Geral

Sepultamento será às 17h


Política


Esportes

Agora começam os preparativos para 2ª etapa, de julho


Impresso

Edição mergulha nos acontecimentos de maio: veja onde adquirir o seu exemplar 


Publicidade

E tenha acesso a conteúdos exclusivos bem antes de cair na rede


Publicidade


Publicidade


publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br