Jornal Página 3
Colunistas
Cidade

Prefeitura vai instalar estrutura em outro ponto


Policia

Ele foi detido por seguranças do local


Educação

Em Balneário há vagas para Engenharia de Petróleo e Administração Pública 


Agora Balneario

Participação é gratuita, mas as vagas são limitadas


Variedades

Evento seguirá até dia 24, na entrada de Balneário Camboriú


Entrevista


Publicidade

Leia a publicação do Convention Bureau 


publicidade

Santos impõe nova derrota ao Corinthians no Brasileiro

KLAUS RICHMOND
SANTOS, SP (FOLHAPRESS) - O clássico entre Santos e Corinthians neste domingo (10) projetava um duelo particular entre Vanderlei e Cássio, concorrentes a uma das últimas vagas na seleção de Tite para a próxima Copa do Mundo. A vitória santista por 2 a 0, na Vila Belmiro, em confronto válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, reascendeu outro nome.

O meia Lucas Lima, constantemente convocado por Dunga, antecessor de Tite, voltou a ser protagonista.

O camisa 10 santista abriu o placar do confronto com um gol marcado em rara falha da defesa rival, a melhor da competição, aos 12 minutos do segundo tempo.

O feito, porém, foi além. Tirou um peso pessoal do meio-campista e permitiu ao Santos voltar a sonhar com títulos, mesmo ainda a nove pontos do líder Corinthians

Foi o primeiro gol marcado pelo jogador após pouco mais de cinco meses. O último havia acontecido em 22 de março, na vitória por 2 a 0 contra o São Bento, fora de casa, ainda pela primeira fase do Paulista.

O Santos buscou a construção de sua vitória impondo ao rival pressão logo nos minutos iniciais. A postura mais ousada do técnico Levir Culpi culminou com a criação de duas boas oportunidades logo nos minutos iniciais, a primeira com Renato, em um chute de fora da área.

Mas o principal caminho encontrado pelos santistas eram os cruzamentos. Cássio evitou o fruto de um deles, uma cabeçada do centroavante Ricardo Oliveira, aos 7 minutos.

As respostas corintianas aconteciam basicamente em chances construídas em contra-ataques. Em uma delas, Rodriguinho finalizou sem exigir grande esforço de Vanderlei. Na outra, Jadson desperdiçou isolando uma cobrança de falta próxima a área.

Pelo Santos, Lucas Lima controlou as principais tentativas de criação de jogadas, papel similar ao de Rodriguinho, principal desafogo corintiano. O camisa 10 santista tentou fugir da marcação em constante troca de posicionamento com a dupla Bruno Henrique e Copete.

A principal chance, mais uma vez, foi parada nas mãos de Cássio. Em rápida jogada, Bruno Henrique cruzou rasteiro para Ricardo Oliveira concluir, mas o atacante desperdiçou.

O primeiro tempo ainda ficou marcado pelo nervosismo. Cinco cartões amarelos foram distribuídos pelo árbitro Raphael Claus, dois para os santistas e três para os corintianos. Os cartões para Marciel e Romero levaram o técnico Fábio Carille a inverter na parte final o posicionamento de Jadson com o de Romero.

Levir precisou lidar com problemas sentidos pelos seus jogadores. O zagueiro Gustavo Henrique deixou o gramado ainda no primeiro tempo com suspeita de nova lesão no joelho, enquanto o atacante Jonathan Copete saiu no intervalo com dores musculares.

O segundo tempo foi intenso, mas diferente, com o brilho do goleiro Vanderlei, outro candidato a uma das vagas na seleção para a próxima Copa do Mundo. O santista protagonizou uma série de defesas difíceis, a principal em chute do atacante Ángel Romero.

O gol santista foi o balde de água fria nas pretensões corintianas. Pouco depois, repetiu a dose com o centroavante Ricardo Oliveira, mas acabou anulado.

Foi a deixa para que o Santos mudasse a sua postura e desse ao rival as ações do jogo. O time adotou uma postura mais defensiva, se guardando de surpresas na partida.

O final reservou o desfecho perfeito aos santista, o gol de Ricardo Oliveira, em contra-ataque fulminante nos minutos finais do confronto. O centroavante, dessa vez, não perdoou e manteve a boa média contra o rival, o sexto gol em nove jogos.

Agora, as duas equipes esquecem o Brasileiro para se concentrarem nas competições continentais. O Santos viaja até o Equador para enfrentar o Barcelona de Guayaquil, na próxima quarta-feira (13), às 21h45 (de Brasília), pela Copa Libertadores da América, enquanto o Corinthians recebe o Racing, da Argentina, nos mesmos dia e horário, pela Sul-Americana.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique (Luiz Felipe) e Zeca; Renato e Alison (Leandro Donizete); Bruno Henrique, Lucas Lima e Jonathan Copete (Thiago Ribeiro); Ricardo Oliveira. T.: Levir Culpi.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pablo, Fabián Balbuena e Marciel (Giovanni Augusto); Gabriel (Camacho) e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Ángel Romero (Clayson); Jô. T.: Fábio Carille.

Estádio: Vila Belmiro, em Santos
Juiz: Raphael Claus (SP)
Cartões Amarelos: Lucas Veríssimo, Victor Ferraz, Lucas Lima (SAN); Gabriel, Romero, Marciel, Clayson e Fagner (COR)
Gols: Lucas Lima (SAN), aos 12 minutos, e Ricardo Oliveira (SAN), aos 48 minutos do segundo tempo. 


Segunda, 11/9/2017 6:33.




publicidade




Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br