Jornal Página 3
Cidade

Desta vez será com hoteleiros e donos de restaurantes


Geral

Por sorte não houve feridos. Empresa emitiu nota sobre o ocorrido. 


Saúde

Organizações habilitadas poderão administrar hospital e unidades de pronto atendimento


Cidade

Ela quer propor a separação de resíduos em três níveis


Geral

Da praça Tamandaré até a praça das Figueiras  


Cidade

Supervisor dos agentes de trânsito solicita colaboração da população


Esportes

Equipe de atletismo da Fundação de Esportes se destacou


Geral


Empregos

Santa Catarina tem segundo melhor saldo de empregos no país em agosto


Publicidade


Publicidade

Leia a publicação do Convention Bureau 


publicidade

Amor pra Down lembra dia nacional da inclusão com eventos públicos no sábado

A Associação Amor pra Down preparou duas ações para lembrar o Dia Nacional de Luta da Inclusão da Pessoa com Deficiência, neste sábado (16), a partir das 9h30, na Barra Sul. Lá será montado um palco com sonorização com uma tribuna produzida por portadores da síndrome de Down, que farão discursos sobre direitos conquistados e projetos de vida.

Logo depois, 10h15, sairá um cortejo de motos Harley Davidson, do grupo HOG. Elas sairão da Barra Sul para a avenida Atlântica até o Pontal Norte e retornarão pela avenida Brasil até o ponto de partida, como já aconteceu no ano passado.

“Vista a camisa da Amor pra Down e venha celebrar conosco”, convidou o presidente da Amor Pra Down, Marcos Antônio Costa. A tribuna é uma novidade este ano.

“Alguns jovens portadores foram ‘provocados’ pelos terapeutas a falarem de um tema ou de um direito que todos temos, como o mercado de trabalho, casamento, escola e outros. Dentro da limitação e iniciativa de cada um eles falarão sobre o tema que escolheram. Serão falas curtas até porque muitos tem dificuldades para falar, então farão uso de cartazes”, detalhou Costa.

Um Novo Olhar

O tema do Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência (21/9) faz um apelo: ‘Síndrome de Down: é preciso ver com um novo olhar’.

A data foi instituída em 1982, mas foi oficializada por lei federal somente em julho de 2005. O dia 21 de setembro foi escolhido pela proximidade com a primavera e o dia da árvore, numa representação do nascimento das reivindicações de cidadania e participação plena em igualdade de condições. Por isso, o mês de setembro também é conhecido como setembro verde em alusão a data.

O Censo 2010 registrou que mais de 45 milhões de brasileiros possuem pelo menos um tipo de deficiência, representando quase um quarto da população.

Nascem aproximadamente oito mil pessoas com síndrome de Down (SD) anualmente no Brasil e levantamentos apontam para uma expectativa média de vida em torno de 65 anos (MUSTACCHI, 2000).


Terça, 12/9/2017 11:38.




publicidade




Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br