Jornal Página 3
Colunistas
Cidade

Sistema engloba de casas a edifícios e parece mais moderno e ágil 


Cidade

Depósitos de entulho são vistos por toda a cidade


Política

 Relembre os diálogos de Aécio com Joesley da JBS


Saúde

CVV atende agora em SC pelo 188 e de graça


Esportes

Campeões 2016 confirmaram presença


Variedades

Shows de rock, workshops e acessórios do mundo cervejeiro no BS Hall


Geral

Comunidade pode participar das palestras mediante inscrição prévia


Equilíbrio

Em debate resíduos sólidos na região da Costa Brava  


Cidade

Em 10 meses ela se transformou num sucesso que já ocupa duas praças e uma avenida


Publicidade


Publicidade

Resort de Balneário Camboriú terá programação especial para crianças e adultos


publicidade

16 são presos ao cavar túnel de 600 m para furtar banco

TATIANA CAVALCANTI
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Civil descobriu hoje à noite um túnel de 600 metros que foi cavado para chegar ao cofre da base de distribuição do Banco do Brasil em São Paulo, na Chácara Santo Antônio, em Santo Amaro (zona sul). Dezesseis suspeitos foram presos.

Segundo a polícia, após a prisão, os chefes do bando afirmaram que pretendiam fazer "o maior roubo a banco do mundo". "Eles tinham o objetivo de roubar R$ 1 bilhão", disse o delegado Fábio Pinheiro Lopes, da Delegacia de Roubo a Bancos.

Segundo a polícia, o túnel partia da casa de número 57 na rua Antônio Buso, alugada em 10 de junho pelos criminosos. Desde então trabalhavam na escavação do túnel, que tinha 1,5 m de altura. "Eles estavam sendo monitorados havia dois meses. Terminaram a escavação na quinta-feira e pretendiam realizar o assalto em breve", disse o delegado. Ontem, a polícia não sabia se o túnel já estava perto do cofre.

O grupo foi preso na avenida Massao Watanabe, no Jardim Peri, na Cachoeirinha (zona norte), em uma casa onde funcionava a logística do crime. A polícia procura mais quatro bandidos, que seriam os peões da obra.

A reportagem entrou na casa da rua Antônio Buso. Em uma pequena sala, os criminosos montaram uma cozinha, com uma geladeira e comidas como frutas, bolachas, paçocas, água e Gatorade. O imóvel tinha ainda uma TV 32 polegadas e vários colchões.

Em um dos cômodos, havia 50 botas de cano longo, luvas, maçaricos, joelheiras e macacões para a escavação. Eles instalaram duas câmeras, que monitoravam a rua. Os vizinhos disseram que que não ouviam nenhum barulho. Um vizinho contou que, ao ter a bicicleta roubada, foi pedir as imagens das câmeras. O "morador" disse que não seria possível, pois o sistema não gravava imagens. 


Terça, 3/10/2017 6:35.


publicidade






publicidade





Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br