Jornal Página 3
Geral

Medidas que podem acelerar empreedimentos tramitam lentamente na burocracia pública 


Geral


Cidade

Trecho da Avenida do Estado ficará interditado durante o dia


Política


Agora Balneario

Mais de mil contabilistas estão inscritos no encontro  


Geral


Cidade

Iniciativas do poder público e da iniciativa privada podem garantir um futuro verde para a cidade


Saúde

Incidência da doença tem aumentado no sul e sudeste


Geral


Cultura

Já foram 50 livros publicados e mais de duas décadas de coluna no Página 3


Publicidade

Leia a publicação do Convention Bureau 


publicidade

Esquerda e direita se unem e convocam atos no país pela saída de Temer

ANGELA BOLDRINI
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Movimentos que estiveram em lados opostos nas manifestações que antecederam o impeachment de Dilma Rousseff (PT), em 2016, convocaram para domingo (21) atos pedindo a saída do presidente Michel Temer (PMDB).

O Vem Pra Rua, que pediu o impeachment da petista, e as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, contrárias à sua queda, devem protestar lado a lado na avenida Paulista, em São Paulo.

Ambos afirmam, porém, que não haverá ato unificado para pedir que Temer saia do governo. "Não pode ser junto, pedimos a prisão de Lula também", afirmou o líder do Vem Pra Rua Rogério Chequer à reportagem na manhã desta quinta-feira (18).

O coordenador da Frente Povo Sem Medo e do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) Guilherme Boulos também afirmou que a cooperação entre os movimentos é "muito difícil". "Obviamente que nós não queremos nenhum tipo de enfrentamento, mas fazer ato conjunto com esses grupos é algo praticamente inviável", disse.

Os movimentos de esquerda convocaram reunião estratégica emergencial para esta quinta (18). Eles devem decidir sobre novas manifestações contra o governo do peemedebista, que foi gravado por um dos donos do grupo J&F, proprietário da marca JBS, falando sobre a compra do silêncio do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Eles, no entanto, já convocaram manifestações em diversas cidades para o final da tarde. Em São Paulo, o ato deve começar às 19h, no Masp.

Em Brasília, às 17h, na rodoviária do Plano Piloto e no Museu Nacional, e no Rio de Janeiro, às 17h, na Candelária. Outras capitais também terão manifestações.

Já os grupos à direita, que se posicionaram pelo impeachment de Dilma Rousseff, também pedem a saída de Temer. O MBL publicou em suas redes sociais imagem do presidente com os dizeres "renúncia". Até o momento, porém, o Vem Pra Rua foi o único a convocar manifestações. 


Quinta, 18/5/2017 10:19.




publicidade




Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br