Jornal Página 3
500 anos da Reforma Luterana serão lembrados na Câmara em sessão solene
Divulgação
Felipe Milani candidato ao Ministério Missionário da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Pastor Valdim Utech, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Meirinho e o Pastor Ezequiel Blum, da Igreja Evangélica Luterana do Bra
Felipe Milani candidato ao Ministério Missionário da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Pastor Valdim Utech, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Meirinho e o Pastor Ezequiel Blum, da Igreja Evangélica Luterana do Bra

O vereador André Meirinho (PP) protocolou nesta sexta-feira a realização de Sessão Solene alusiva à comemoração dos 500 anos da Reforma Luterana, que será celebrada no Dia da Reforma, 31 de outubro, na sede legislativa, às 19h. O pedido foi assinado por todos os vereadores.

A Reforma Luterana teve origem na cidade de Wittenberg, na Alemanha. O marco do movimento foi 31 de outubro de 1517, quando Martin Lutero, então monge católico, publicou 95 teses na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, em protesto contra diversos pontos da doutrina da Igreja Católica.

Para a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e para Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB), herdeiras do movimento, a Reforma tem um grande significado, histórico e teológico.

Em Balneário Camboriú a igreja luterana da IECLB está localizada na Rua Indonésia, 220, na subida do Cristo Luz e a igreja da IELB, na Rua Dom Luiz, 34, no Bairro Vila Real.

Representantes das duas igrejas foram recebidos no gabinete do vereador para tratar do assunto.

Justificativa

Em sua justificativa, o vereador proponente escreveu que o evento é um importante resgate da história e uma oportunidade de reflexão sobre as mudanças que influenciaram a sociedade.

“A Igreja Católica também reconhece a importância da comemoração, tanto que, em outubro de 2016, em referência aos mesmos atos comemorativos, o Papa Francisco e o Presidente da Federação Luterana Mundial, o Bispo Munib A.Younan, assinaram uma declaração conjunta, destacando a superação de muitas diferenças e aprofundando a compreensão e confiança entre católicos e luteranos”, colocou Meirinho.

Nas 95 teses, a exemplo de outros escritos divulgados na mesma época, Lutero procurou mostrar que Deus perdoa de graça a quem crê em Jesus Cristo. Não se pode comprar o perdão de Deus ou conquistá-lo por méritos ou esforços próprios.

Segundo Lutero, Deus nos aceita como pessoas justas somente quando cremos e confiamos em Jesus Cristo. Recebemos a salvação pela fé e não pelas boas obras que praticamos. Esta fé leva espontaneamente a produzir boas ações, assim como a árvore saudável produz bons frutos.

A atitude do monge repercutiu – e muito! Solicitado a se retratar, Lutero não concordou em fazê-lo, a não ser que as suas teses fossem derrubadas com argumentos bíblicos. Então, Lutero foi expulso da Igreja Católica. Como uma das consequências, ocorreu a divisão da Igreja, sem ser esta a pretensão do Reformador.

O movimento ultrapassou fronteiras e se estendeu a outros países da Europa, chegando ao Brasil em 1824, com a imigração alemã. Muitas atividades estão sendo preparadas, outras tantas já foram realizadas para a celebração dos 500 anos da Reforma Luterana em todo o Brasil e mundo afora.


Sexta, 19/5/2017 16:41.




Policia

Filme mostra os fatos com clareza 


Geral

Prefeito de Porto Belo e congressistas catarinenses participam do esforço nesta quarta-feira


Geral

 A imprensa especializada será apresentada ao Centro de Eventos em obras    


Brasil


Comercial

Compatível com Android Auto e Apple Car Play, sistema equipa versões mais sofisticadas da linha 2018 da minivan, que oferece nova opção de cor e de roda  


Publicidade


Publicidade


publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Fale Conosco - Anuncie neste site - Normas de Uso
© Desenvolvido por Pagina 3

Endereco: Rua 2448, 360 - Balneario Camboriu - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br