Jornal Página 3

Comerciantes do Camelódromo participam de qualificação

Quarta, 9/8/2017 11:10.

Desde que assumiram a direção do Camelódromo o síndico Nelson Oliveira e sua diretoria estão empenhados em mudar a imagem daquele local. Na prefeitura já chegou um projeto de instalação de uma cobertura, que mudará o visual do ambiente e, no momento, está em andamento um programa de treinamento e qualificação para cerca de 600 pessoas que trabalham diariamente no local.

Os cursos serão ministrados para 20 pessoas de cada vez e contemplam atendimento, vendas, excelência no trato com o consumidor entre outras disciplinas, durante um ano. As atividades são gratuitas e objetivam tornar aquele espaço uma referência em atendimento para o turista. O primeiro módulo é o de atendimento.

“Queremos que a passagem pelo Camelódromo seja uma experiência maravilhosa de compras, além da mudança estrutural que estamos propondo com a instalação da cobertura, que deve começar a ser feita assim que o projeto for aprovado, estamos provocando uma mudança de dentro para fora, diretamente na relação entre vendedores e consumidores. Esse trabalho deverá refletir fortemente dentro de um ano”, explica Nelson.

Entre esses módulos de treinamento haverá ainda palestras motivadoras. Todos os cursos são certificados por uma empresa que foi contratada por um ano para desenvolver o projeto.

“Qualificar as pessoas ainda é o melhor meio para alcançar resultados efetivos nas vendas. As pessoas querem acolhimento e nós queremos dar a elas uma nova impressão do camelódromo, que qualifique ainda mais nossos negócios e principalmente nossa cidade”, defende Nelson Oliveira.

Os cursos estão acontecendo na sede da Associação dos Micro e Pequenos Empreendedores e Empreendedores. O próximo módulo será realizado dia 15 de agosto.


Publicidade


Colunistas
por Fernando Baumann
por Sonia Tetto
por Saint Clair Nickelle
por Augusto Cesar Diegoli
por Marcos Vinicios Pagelkopf
por Enéas Athanázio
Guia Legal BC

Banda se apresenta no dia 5 de janeiro


Geral

Consórcio pode ser o fato mais relevante desde que as duas cidades se separaram 53 anos atrás 


Publicidade