Jornal Página 3

CDL e Júnior Achievement levam debate sobre ética para jovens de BC
Divulgação
Empreendedores associados da CDL receberam treinamento para levar às escolas
Empreendedores associados da CDL receberam treinamento para levar às escolas

Quinta, 14/9/2017 10:31.

Através do método ‘Aprender-fazendo’, a CDL e a rede JA Worldwide querem preparar jovens para o mercado de trabalho e a iniciativa teve início nesta quinta-feira (14), na escola estadual Francisca Alves Gevaerd, na Barra.

O programa contemplará seis turmas, totalizando 140 alunos, em três sessões matutinas. As próximas serão dias 18 e 25 deste mês na mesma escola.

Empreendedores associados à CDL de Balneário Camboriú foram treinados por uma equipe da Junior Achievement para repassar conhecimento sobre ética aos alunos da rede pública. A proposta é que os jovens desenvolvam o senso crítico sobre a consequência das atitudes de cada um e discutir o custo da falta de ética para o país.

A entidade iniciou o programa falando de ética por ser base de toda a ação empreendedora. A Júnior Achievement, parceira da CDL/BC, é uma das maiores organizações sociais incentivadoras de jovens do mundo, presente em 118 países, com mais de 10,5 milhões de pessoas atendidas a cada ano.

“O objetivo é estimular o empreendedorismo nos jovens de Balneário Camboriú”, disse Janaína Laszlo, coordenadora da CDL Jovem, núcleo da CDL envolvido com o desenvolvimento do projeto.

A presidente da CDL Eliane Colla considera a iniciativa importante porque, segundo ela, a prosperidade de uma sociedade é consequência da atitude empreendedora e de sua capacidade de inovação.

Para quem tem interesse ou curiosidade neste projeto e gostaria de fazer parte como apoiador ou voluntário deve entrar em contato com a CDL de Balneário Camboriú.

(47) 3261-3300 ou (47) 99965-2980.


Publicidade


Colunistas
por Fernando Baumann
por Sonia Tetto
por Saint Clair Nickelle
por Augusto Cesar Diegoli
por Marcos Vinicios Pagelkopf
por Enéas Athanázio
Guia Legal BC

Banda se apresenta no dia 5 de janeiro


Geral

Consórcio pode ser o fato mais relevante desde que as duas cidades se separaram 53 anos atrás 


Publicidade