Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Faculdade Avantis oferece 24 bolsas integrais de graduação para refugiados e imigrantes

Terça, 10/7/2018 8:10.

A Faculdade Avantis, de Balneário Camboriú, acaba de lançar a primeira edição do Programa de Acesso à Educação Técnica e Superior para Refugiados e Imigrantes em situação de vulnerabilidade. São 24 vagas integrais para a graduação em cinco cursos: Administração de Empresas, Psicologia, Ciências Contábeis, Educação Física e Tecnólogo em Gastronomia.

A Diretora Geral da Avantis, Isabel Regina Depiné, ressalta que a institucionalização desse programa evidencia a importância de promover o intercâmbio e integração cultural entre estudantes imigrantes e brasileiros no contexto da Faculdade, bem como vai ao encontro dos objetivos institucionais estabelecidos para o ano de 2018 constantes no Plano de Atividades Educativas para a Promoção e a Defesa dos Direitos Humanos.

“É fundamental reafirmarmos nosso compromisso de promover a inclusão social por meio de ações e programas que coloquem em discussão a cidadania e a valorização humana, dentro das limitações e diferenças que possam existir”, afirma Isabel.

A Diretora ainda destaca que a ação deve ser repetida a cada semestre, o que demonstra o quanto a Avantis está comprometida com a defesa dos direitos humanos dos imigrantes e refugiados, sobretudo com a igualdade em tratamento e oportunidades, uma vez que a imigração e refúgio representam para a nossa região um fenômeno social de significativo impacto humano e potencial agravamento das condições de vulnerabilidade humana.

Como conseguir a bolsa de estudos:

Para concorrer a uma das bolsas os imigrantes/refugiados devem protocolar sua inscrição na Secretaria Acadêmica (piso térreo do Bloco I) até o dia 30 de julho, das 9h às 22h. O Programa admite imigrantes ou refugiados que tenham concluído o ensino médio ou equivalente no país de envio ou em outro país onde residiram, com exceção do Brasil. Presume-se imigrante em situação de vulnerabilidade aquele portador de visto humanitário ou permanente por razões humanitárias, emitido pelo Conselho Nacional de Imigração.

Documentos necessários:

- Documentação comprobatória da condição de refugiado, expedida pelo CONARE, para o solicitante em estado de refugiado;

- Protocolo de solicitação de refúgio expedido pela Polícia Federal, acompanhado da comprovação de vulnerabilidade;

- Cédula de identidade de estrangeiro com residência provisória ou permanente expedida pela Polícia Federal ou documento equivalente, como Cadastro de Pessoas Física (CPF), Carteira de Trabalho (CTPS) ou Passaporte, para o imigrante fora da categoria de refugiado;

- Comprovação de estudos equivalentes para o ingresso no Ensino Superior ou Técnico.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Geral

20 são em uma lojas de fast food Burguer King  


Justiça

Acusado diz que falará primeiro com seu advogado antes de se manifestar. Ele foi penalizado com advertência.


Cidade

Esta é uma das últimas etapas para obtenção da Bandeira Azul


Cidade

Lei municipal que favorecia os consumidores foi derrubada pelo Supremo 


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Faculdade Avantis oferece 24 bolsas integrais de graduação para refugiados e imigrantes

A Faculdade Avantis, de Balneário Camboriú, acaba de lançar a primeira edição do Programa de Acesso à Educação Técnica e Superior para Refugiados e Imigrantes em situação de vulnerabilidade. São 24 vagas integrais para a graduação em cinco cursos: Administração de Empresas, Psicologia, Ciências Contábeis, Educação Física e Tecnólogo em Gastronomia.

A Diretora Geral da Avantis, Isabel Regina Depiné, ressalta que a institucionalização desse programa evidencia a importância de promover o intercâmbio e integração cultural entre estudantes imigrantes e brasileiros no contexto da Faculdade, bem como vai ao encontro dos objetivos institucionais estabelecidos para o ano de 2018 constantes no Plano de Atividades Educativas para a Promoção e a Defesa dos Direitos Humanos.

“É fundamental reafirmarmos nosso compromisso de promover a inclusão social por meio de ações e programas que coloquem em discussão a cidadania e a valorização humana, dentro das limitações e diferenças que possam existir”, afirma Isabel.

A Diretora ainda destaca que a ação deve ser repetida a cada semestre, o que demonstra o quanto a Avantis está comprometida com a defesa dos direitos humanos dos imigrantes e refugiados, sobretudo com a igualdade em tratamento e oportunidades, uma vez que a imigração e refúgio representam para a nossa região um fenômeno social de significativo impacto humano e potencial agravamento das condições de vulnerabilidade humana.

Como conseguir a bolsa de estudos:

Para concorrer a uma das bolsas os imigrantes/refugiados devem protocolar sua inscrição na Secretaria Acadêmica (piso térreo do Bloco I) até o dia 30 de julho, das 9h às 22h. O Programa admite imigrantes ou refugiados que tenham concluído o ensino médio ou equivalente no país de envio ou em outro país onde residiram, com exceção do Brasil. Presume-se imigrante em situação de vulnerabilidade aquele portador de visto humanitário ou permanente por razões humanitárias, emitido pelo Conselho Nacional de Imigração.

Documentos necessários:

- Documentação comprobatória da condição de refugiado, expedida pelo CONARE, para o solicitante em estado de refugiado;

- Protocolo de solicitação de refúgio expedido pela Polícia Federal, acompanhado da comprovação de vulnerabilidade;

- Cédula de identidade de estrangeiro com residência provisória ou permanente expedida pela Polícia Federal ou documento equivalente, como Cadastro de Pessoas Física (CPF), Carteira de Trabalho (CTPS) ou Passaporte, para o imigrante fora da categoria de refugiado;

- Comprovação de estudos equivalentes para o ingresso no Ensino Superior ou Técnico.

Publicidade

Publicidade