Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Workshop Anual do Programa Bandeira Azul em Balneário Camboriú pela primeira vez
Divulgação/SECTUR
Taquaras segue tentando a certificação

Terça, 14/5/2019 17:06.

Pela terceira vez em Santa Catarina, o 12º Workshop Anual do Programa Bandeira Azul, vai acontecer em Balneário Camboriú na quinta (16) e na sexta (17), no Hotel Mercure. Florianópolis já sediou duas edições do evento, direcionado para gestores municipais de praias e representantes de marinas certificadas e candidatas à certificação do Programa.

Balneário Camboriú se enquadra nas duas, porque foi certificada em dezembro do ano passado com três bandeiras (praias do Estaleiro, Estaleirinho e Marina Tedesco) e continua tentando novas certificações, principalmente para a praia de Taquaras.  

Na programação de quinta-feira, que começa às 9h, a coordenação do Programa Bandeira Azul no Brasil apresentará as novidades da certificação e de programas da Foundation for Environmental Education (FEE), instituição internacional criadora do Bandeira Azul. Também estão previstas discussões técnicas sobre a implantação do Programa e como alcançar a qualidade de gestão de praias.

Na sexta-feira, o evento será somente para representantes de praias e marinas já inscritos no Programa. Serão feitas visitas, a partir das 9h, às praias do Estaleiro e Estaleirinho e à Marina Tedesco, certificadas pelo Bandeira Azul para a temporada 2018/2019.

Segundo a diretora da secretaria do Meio Ambiente (Semam), Nayara Hirsch, estarão em Balneário Camboriú representantes de vários estados e o principal objetivo do evento é auxiliar na preparação da documentação para buscar a certificação, concedido a praias e marinas que cumpriram todas as exigências solicitadas

No Brasil foram condecoradas nove praias, das quais seis em Santa Catarina (duas delas em Balneário Camboriú, Estaleiro e Estaleirinho), cinco marinas, duas em Santa Catarina (uma em Balneário Camboriú, Marina Tedesco) e uma embarcação de turismo sustentável (em Florianópolis).

O secretário do Meio Ambiente Ike Gevaerd  disse que a certificação é um caminho longo e difícil, mas com certeza possível.

“Depois de dois anos, quando fizemos a inscrição das praias Taquaras, Estaleiro e Estaleirinho é com satisfação que conquistamos duas bandeiras para praias e uma para marina. Buscaremos até 2020 mais três em praias, Taquaras é uma delas e as outras vão depender de uma vistoria da coordenação nacional ainda este mês. Assim vamos em frente com apoio de pessoas e entidades que acreditaram ser possível melhorar a qualidade ambiental de nossas praias, está provado que é possível sim”, disse.

Programação

Quinta-feira (16) - Hotel Mercure

  • 8h30 Credenciamento
  • 9h - Abertura dos trabalhos (autoridades)
  • 9h30  - Apresentação Programas FEE
  • 10h - Apresentação novidades Bandeira Azul
  • 10h30 - PODIO
  • 11h - Caminhos para a Qualidade de Gestão de Praias
  • 11h30 - Gestão de Praias no contexto do TAGP
  • 12h - Intervalo almoço
  • 14h - Caso das praias de Balneário Camboriú
  • 14h30 - Marina Tedesco
  • 15h - Balneário Piçarras
  • 15h30 - Coffee break
  • 16h - Balneabilidade – placa BA - documentação
  • 16h30 - Atendimento aos candidatos
  • 17h - Encerramento

 

Sexta-feira (17) - Somente para representantes de praias e marinas já inscritos no programa

  • 9h - Visita praias de Estaleiro e Estaleirinho
  • 12h - almoço
  • 14h - Visita a Marina Tedesco
  • 17h - Encerramento

O Programa

O Programa Bandeira Azul foi criado pela Foundation for Environmental Education (FEE), uma instituição internacional com integrantes representando seus respectivos países. No Brasil, o Operador Nacional do Programa é o Instituto Ambientes em Rede (IAR).

As praias, marinas e embarcações inscritas no Programa comprometem-se com o cumprimento de critérios propostos. Para ser certificada, a praia/marina/embarcação deve ser inicialmente aceita pelo Operador Nacional, recomendada pelo Júri Nacional e aprovada pelo Júri Internacional.

O Júri Internacional é composto pela Foundation for Environmental Education (FEE), World Conservation Union (IUCN), European Union for Coastal Conservation (EUCC), United Nations Environmental Program (UNEP), World Tourism Organization (WTO), World Health Organization (WHO), International Life Saving (ILS), International Council of Marine Industry (ICOMIA) e Reef Check Program.

Informações - secretaria do Meio Ambiente - (47) 3363-7145

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Workshop Anual do Programa Bandeira Azul em Balneário Camboriú pela primeira vez

Divulgação/SECTUR
Taquaras segue tentando a certificação
Taquaras segue tentando a certificação

Publicidade

Terça, 14/5/2019 17:06.

Pela terceira vez em Santa Catarina, o 12º Workshop Anual do Programa Bandeira Azul, vai acontecer em Balneário Camboriú na quinta (16) e na sexta (17), no Hotel Mercure. Florianópolis já sediou duas edições do evento, direcionado para gestores municipais de praias e representantes de marinas certificadas e candidatas à certificação do Programa.

Balneário Camboriú se enquadra nas duas, porque foi certificada em dezembro do ano passado com três bandeiras (praias do Estaleiro, Estaleirinho e Marina Tedesco) e continua tentando novas certificações, principalmente para a praia de Taquaras.  

Na programação de quinta-feira, que começa às 9h, a coordenação do Programa Bandeira Azul no Brasil apresentará as novidades da certificação e de programas da Foundation for Environmental Education (FEE), instituição internacional criadora do Bandeira Azul. Também estão previstas discussões técnicas sobre a implantação do Programa e como alcançar a qualidade de gestão de praias.

Na sexta-feira, o evento será somente para representantes de praias e marinas já inscritos no Programa. Serão feitas visitas, a partir das 9h, às praias do Estaleiro e Estaleirinho e à Marina Tedesco, certificadas pelo Bandeira Azul para a temporada 2018/2019.

Segundo a diretora da secretaria do Meio Ambiente (Semam), Nayara Hirsch, estarão em Balneário Camboriú representantes de vários estados e o principal objetivo do evento é auxiliar na preparação da documentação para buscar a certificação, concedido a praias e marinas que cumpriram todas as exigências solicitadas

No Brasil foram condecoradas nove praias, das quais seis em Santa Catarina (duas delas em Balneário Camboriú, Estaleiro e Estaleirinho), cinco marinas, duas em Santa Catarina (uma em Balneário Camboriú, Marina Tedesco) e uma embarcação de turismo sustentável (em Florianópolis).

O secretário do Meio Ambiente Ike Gevaerd  disse que a certificação é um caminho longo e difícil, mas com certeza possível.

“Depois de dois anos, quando fizemos a inscrição das praias Taquaras, Estaleiro e Estaleirinho é com satisfação que conquistamos duas bandeiras para praias e uma para marina. Buscaremos até 2020 mais três em praias, Taquaras é uma delas e as outras vão depender de uma vistoria da coordenação nacional ainda este mês. Assim vamos em frente com apoio de pessoas e entidades que acreditaram ser possível melhorar a qualidade ambiental de nossas praias, está provado que é possível sim”, disse.

Programação

Quinta-feira (16) - Hotel Mercure

  • 8h30 Credenciamento
  • 9h - Abertura dos trabalhos (autoridades)
  • 9h30  - Apresentação Programas FEE
  • 10h - Apresentação novidades Bandeira Azul
  • 10h30 - PODIO
  • 11h - Caminhos para a Qualidade de Gestão de Praias
  • 11h30 - Gestão de Praias no contexto do TAGP
  • 12h - Intervalo almoço
  • 14h - Caso das praias de Balneário Camboriú
  • 14h30 - Marina Tedesco
  • 15h - Balneário Piçarras
  • 15h30 - Coffee break
  • 16h - Balneabilidade – placa BA - documentação
  • 16h30 - Atendimento aos candidatos
  • 17h - Encerramento

 

Sexta-feira (17) - Somente para representantes de praias e marinas já inscritos no programa

  • 9h - Visita praias de Estaleiro e Estaleirinho
  • 12h - almoço
  • 14h - Visita a Marina Tedesco
  • 17h - Encerramento

O Programa

O Programa Bandeira Azul foi criado pela Foundation for Environmental Education (FEE), uma instituição internacional com integrantes representando seus respectivos países. No Brasil, o Operador Nacional do Programa é o Instituto Ambientes em Rede (IAR).

As praias, marinas e embarcações inscritas no Programa comprometem-se com o cumprimento de critérios propostos. Para ser certificada, a praia/marina/embarcação deve ser inicialmente aceita pelo Operador Nacional, recomendada pelo Júri Nacional e aprovada pelo Júri Internacional.

O Júri Internacional é composto pela Foundation for Environmental Education (FEE), World Conservation Union (IUCN), European Union for Coastal Conservation (EUCC), United Nations Environmental Program (UNEP), World Tourism Organization (WTO), World Health Organization (WHO), International Life Saving (ILS), International Council of Marine Industry (ICOMIA) e Reef Check Program.

Informações - secretaria do Meio Ambiente - (47) 3363-7145

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade