Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Emasa anuncia medida emergencial para conter água turva

Moradores estão tendo prejuízos há semanas

Quinta, 23/8/2018 9:46.
Reprodução/Facebook
Moradores registraram as condições da água recebida em casa.

Publicidade

Desde que o Página 3 noticiou as condições da água em Balneário Camboriú, não param de chegar relatos de moradores sobre a extensão do problema. Para muitos a água escura e com cheiro ruim tem chegado há mais de um mês. Ontem (22) a Empresa de Água e Saneamento (Emasa) anunciou medidas emergenciais.

A ação será em parceria com a Água de Camboriú, concessionária de água da cidade vizinha.

Será realizada a aplicação de orto-polifosfato na Estação de Tratamento de Água (ETA) de Balneário Camboriú. A medida emergencial será adotada durante três meses, para solucionar as ocorrências de água turva, causadas, segundo a Emasa, pela alta concentração de ferro e manganês na água, devido à estiagem.

“O orto-polifosfato deve evitar a oxidação do ferro e manganês que causa a água turva; além disso vai auxiliar na remoção de incrustações na rede de distribuição. A partir de sexta-feira (24) a EMASA iniciará a aplicação de oxidante (proxxis) diretamente na Captação de Água. O processo fará a oxidação do manganês e permitirá a eliminação total durante o tratamento”, diz a nota.

“Com essa ação atuaremos diretamente na causa do problema, porque lá na captação já iniciaremos o processo de eliminação do manganês. Então, quando a água chegar na Estação de Tratamento, o manganês estará em flocos e ficará mais eficaz a sua remoção”, explicou o diretor técnico da EMASA, Sérgio Juk.

Outras medidas complementares também serão tomadas.

De acordo com a assessoria da autarquia, situações pontuais de água turva poderão ocorrer e devem ser comunicadas via 0800 643 6272.

“Essas situações pontuais poderão ocorrer, porém em menor número, até que a água da tubulação seja eliminada e que a estiagem termine, por isso seguiremos com as descargas de rede sempre que necessário”, falou o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber.

Em Camboriú

Moradores de Camboriú que perceberem alteração na cor da água podem entrar em contato com a Águas de Camboriú pelos telefones 0800 595 4444 e mensagens pelo WhatsApp no 99234 1414.


Imagens da matéria enviadas por Vania Elisabete e Mary Hoeltgebaum


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Emasa anuncia medida emergencial para conter água turva

Reprodução/Facebook
Moradores registraram as condições da água recebida em casa.
Moradores registraram as condições da água recebida em casa.

Publicidade

Quinta, 23/8/2018 9:46.

Desde que o Página 3 noticiou as condições da água em Balneário Camboriú, não param de chegar relatos de moradores sobre a extensão do problema. Para muitos a água escura e com cheiro ruim tem chegado há mais de um mês. Ontem (22) a Empresa de Água e Saneamento (Emasa) anunciou medidas emergenciais.

A ação será em parceria com a Água de Camboriú, concessionária de água da cidade vizinha.

Será realizada a aplicação de orto-polifosfato na Estação de Tratamento de Água (ETA) de Balneário Camboriú. A medida emergencial será adotada durante três meses, para solucionar as ocorrências de água turva, causadas, segundo a Emasa, pela alta concentração de ferro e manganês na água, devido à estiagem.

“O orto-polifosfato deve evitar a oxidação do ferro e manganês que causa a água turva; além disso vai auxiliar na remoção de incrustações na rede de distribuição. A partir de sexta-feira (24) a EMASA iniciará a aplicação de oxidante (proxxis) diretamente na Captação de Água. O processo fará a oxidação do manganês e permitirá a eliminação total durante o tratamento”, diz a nota.

“Com essa ação atuaremos diretamente na causa do problema, porque lá na captação já iniciaremos o processo de eliminação do manganês. Então, quando a água chegar na Estação de Tratamento, o manganês estará em flocos e ficará mais eficaz a sua remoção”, explicou o diretor técnico da EMASA, Sérgio Juk.

Outras medidas complementares também serão tomadas.

De acordo com a assessoria da autarquia, situações pontuais de água turva poderão ocorrer e devem ser comunicadas via 0800 643 6272.

“Essas situações pontuais poderão ocorrer, porém em menor número, até que a água da tubulação seja eliminada e que a estiagem termine, por isso seguiremos com as descargas de rede sempre que necessário”, falou o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber.

Em Camboriú

Moradores de Camboriú que perceberem alteração na cor da água podem entrar em contato com a Águas de Camboriú pelos telefones 0800 595 4444 e mensagens pelo WhatsApp no 99234 1414.


Imagens da matéria enviadas por Vania Elisabete e Mary Hoeltgebaum


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade