Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Emasa anuncia medida emergencial para conter água turva

Moradores estão tendo prejuízos há semanas

Quinta, 23/8/2018 9:46.
Reprodução/Facebook
Moradores registraram as condições da água recebida em casa.

Publicidade

Desde que o Página 3 noticiou as condições da água em Balneário Camboriú, não param de chegar relatos de moradores sobre a extensão do problema. Para muitos a água escura e com cheiro ruim tem chegado há mais de um mês. Ontem (22) a Empresa de Água e Saneamento (Emasa) anunciou medidas emergenciais.

A ação será em parceria com a Água de Camboriú, concessionária de água da cidade vizinha.

Será realizada a aplicação de orto-polifosfato na Estação de Tratamento de Água (ETA) de Balneário Camboriú. A medida emergencial será adotada durante três meses, para solucionar as ocorrências de água turva, causadas, segundo a Emasa, pela alta concentração de ferro e manganês na água, devido à estiagem.

“O orto-polifosfato deve evitar a oxidação do ferro e manganês que causa a água turva; além disso vai auxiliar na remoção de incrustações na rede de distribuição. A partir de sexta-feira (24) a EMASA iniciará a aplicação de oxidante (proxxis) diretamente na Captação de Água. O processo fará a oxidação do manganês e permitirá a eliminação total durante o tratamento”, diz a nota.

“Com essa ação atuaremos diretamente na causa do problema, porque lá na captação já iniciaremos o processo de eliminação do manganês. Então, quando a água chegar na Estação de Tratamento, o manganês estará em flocos e ficará mais eficaz a sua remoção”, explicou o diretor técnico da EMASA, Sérgio Juk.

Outras medidas complementares também serão tomadas.

De acordo com a assessoria da autarquia, situações pontuais de água turva poderão ocorrer e devem ser comunicadas via 0800 643 6272.

“Essas situações pontuais poderão ocorrer, porém em menor número, até que a água da tubulação seja eliminada e que a estiagem termine, por isso seguiremos com as descargas de rede sempre que necessário”, falou o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber.

Em Camboriú

Moradores de Camboriú que perceberem alteração na cor da água podem entrar em contato com a Águas de Camboriú pelos telefones 0800 595 4444 e mensagens pelo WhatsApp no 99234 1414.


Imagens da matéria enviadas por Vania Elisabete e Mary Hoeltgebaum


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Reprodução/Facebook
Moradores registraram as condições da água recebida em casa.
Moradores registraram as condições da água recebida em casa.

Emasa anuncia medida emergencial para conter água turva

Moradores estão tendo prejuízos há semanas

Publicidade

Quinta, 23/8/2018 9:46.

Desde que o Página 3 noticiou as condições da água em Balneário Camboriú, não param de chegar relatos de moradores sobre a extensão do problema. Para muitos a água escura e com cheiro ruim tem chegado há mais de um mês. Ontem (22) a Empresa de Água e Saneamento (Emasa) anunciou medidas emergenciais.

A ação será em parceria com a Água de Camboriú, concessionária de água da cidade vizinha.

Será realizada a aplicação de orto-polifosfato na Estação de Tratamento de Água (ETA) de Balneário Camboriú. A medida emergencial será adotada durante três meses, para solucionar as ocorrências de água turva, causadas, segundo a Emasa, pela alta concentração de ferro e manganês na água, devido à estiagem.

“O orto-polifosfato deve evitar a oxidação do ferro e manganês que causa a água turva; além disso vai auxiliar na remoção de incrustações na rede de distribuição. A partir de sexta-feira (24) a EMASA iniciará a aplicação de oxidante (proxxis) diretamente na Captação de Água. O processo fará a oxidação do manganês e permitirá a eliminação total durante o tratamento”, diz a nota.

“Com essa ação atuaremos diretamente na causa do problema, porque lá na captação já iniciaremos o processo de eliminação do manganês. Então, quando a água chegar na Estação de Tratamento, o manganês estará em flocos e ficará mais eficaz a sua remoção”, explicou o diretor técnico da EMASA, Sérgio Juk.

Outras medidas complementares também serão tomadas.

De acordo com a assessoria da autarquia, situações pontuais de água turva poderão ocorrer e devem ser comunicadas via 0800 643 6272.

“Essas situações pontuais poderão ocorrer, porém em menor número, até que a água da tubulação seja eliminada e que a estiagem termine, por isso seguiremos com as descargas de rede sempre que necessário”, falou o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber.

Em Camboriú

Moradores de Camboriú que perceberem alteração na cor da água podem entrar em contato com a Águas de Camboriú pelos telefones 0800 595 4444 e mensagens pelo WhatsApp no 99234 1414.


Imagens da matéria enviadas por Vania Elisabete e Mary Hoeltgebaum


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade