Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Prefeitura lança estacionamento rotativo contra sugestões do Observatório Social

Sem tolerância ou fracionamento, quem estacionar pagará no mínimo uma hora  

Terça, 7/8/2018 11:12.
Divulgação PMBC

Publicidade

A prefeitura de Balneário Camboriú lançou hoje a licitação para o estacionamento rotativo nas ruas da cidade, uma concessão por 10 anos de 2.895 vagas e outras 1400 de reserva para expansões futuras.

Contra recomendação do Observatório Social, que tem por finalidade fiscalizar o uso de verbas públicas, foi mantido no edital da licitação o uso de sensores eletrônicos para cada vaga, o que encarece o projeto.

O Observatório Social também recomendou que a licitação fosse por cinco anos, mas a prefeitura decidiu licitar por uma década.

A concessão não prevê tolerância para uso das vagas, quem estacionar pagará no mínimo uma hora ao custo de R$ 2,00. Mesmo que fique estacionado alguns minutos nesta vaga, ao trocar para outra terá que pagar novamente.

Cobrar no mínimo uma hora é contra inclusive a lei municipal que exige dos estacionamentos particulares a cobrança fracionada de 10 em 10 minutos. Dessa forma o ente público adota a fórmula que não permite nas empresas particulares.

Após a primeira hora, o usuário poderá ficar na vaga mais meia hora (mais R$ 1,50) ou uma hora (mais R$ 2,50).

A prefeitura estimou o valor da concessão em R$ 105.713.770,72 e vencerá quem, satisfeitos os requisitos cadastrais e técnicos, pagar a maior percentagem do faturamento bruto com um mínimo de 20%.

A cobrança será feita por monitores, pontos de venda na calçada, pontos de venda em comércios e aplicativo de celular.

O estacionamento será cobrado das 9h às 20h horas, de segunda-feira a sábado, excluindo domingos e feriados.

O edital e seus anexos podem ser lidos neste link

 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Prefeitura lança estacionamento rotativo contra sugestões do Observatório Social

Divulgação PMBC

Publicidade

Terça, 7/8/2018 11:12.

A prefeitura de Balneário Camboriú lançou hoje a licitação para o estacionamento rotativo nas ruas da cidade, uma concessão por 10 anos de 2.895 vagas e outras 1400 de reserva para expansões futuras.

Contra recomendação do Observatório Social, que tem por finalidade fiscalizar o uso de verbas públicas, foi mantido no edital da licitação o uso de sensores eletrônicos para cada vaga, o que encarece o projeto.

O Observatório Social também recomendou que a licitação fosse por cinco anos, mas a prefeitura decidiu licitar por uma década.

A concessão não prevê tolerância para uso das vagas, quem estacionar pagará no mínimo uma hora ao custo de R$ 2,00. Mesmo que fique estacionado alguns minutos nesta vaga, ao trocar para outra terá que pagar novamente.

Cobrar no mínimo uma hora é contra inclusive a lei municipal que exige dos estacionamentos particulares a cobrança fracionada de 10 em 10 minutos. Dessa forma o ente público adota a fórmula que não permite nas empresas particulares.

Após a primeira hora, o usuário poderá ficar na vaga mais meia hora (mais R$ 1,50) ou uma hora (mais R$ 2,50).

A prefeitura estimou o valor da concessão em R$ 105.713.770,72 e vencerá quem, satisfeitos os requisitos cadastrais e técnicos, pagar a maior percentagem do faturamento bruto com um mínimo de 20%.

A cobrança será feita por monitores, pontos de venda na calçada, pontos de venda em comércios e aplicativo de celular.

O estacionamento será cobrado das 9h às 20h horas, de segunda-feira a sábado, excluindo domingos e feriados.

O edital e seus anexos podem ser lidos neste link

 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade