Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Captação da Emasa em emergência, Rio Camboriú baixou perigosamente

ATUALIZADO ÀS 2H DE 11/12/2018

Segunda, 10/12/2018 9:35.
Divulgação
Emasa vai pedir apoio do Ministério Público contra barreiras

Publicidade

O Rio Camboriú chegou a níveis críticos nos úlimos três dias. Segundo boletim hidrológico da Epagri/Ciram, emitido na madruigada desta terça-feira (11), no ponto de captação da Emasa o rio está em regime hídrico extremo, em situação de emergência.

No final de semana o rio secou rapidamente e uma equipe saiu em buscas e identificou dois pontos de obstrução, com barreiras, provavelmente para plantações, que já foram removidas

A expectativa é que a chuva amenize a situação. O Climatempo prevê chuva de amanhã (12) até o dia 20, com pelo menos três dias de precipitação mais forte.

As autoridades de Camboriú e Balneário Camboriú pedem que a população seja vigilante quanto à economia de água nos próximos dias.

Barreiras criadas para desviar água, possivelmente para plantações


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação
Emasa vai pedir apoio do Ministério Público contra barreiras
Emasa vai pedir apoio do Ministério Público contra barreiras

Captação da Emasa em emergência, Rio Camboriú baixou perigosamente

ATUALIZADO ÀS 2H DE 11/12/2018

Publicidade

Segunda, 10/12/2018 9:35.

O Rio Camboriú chegou a níveis críticos nos úlimos três dias. Segundo boletim hidrológico da Epagri/Ciram, emitido na madruigada desta terça-feira (11), no ponto de captação da Emasa o rio está em regime hídrico extremo, em situação de emergência.

No final de semana o rio secou rapidamente e uma equipe saiu em buscas e identificou dois pontos de obstrução, com barreiras, provavelmente para plantações, que já foram removidas

A expectativa é que a chuva amenize a situação. O Climatempo prevê chuva de amanhã (12) até o dia 20, com pelo menos três dias de precipitação mais forte.

As autoridades de Camboriú e Balneário Camboriú pedem que a população seja vigilante quanto à economia de água nos próximos dias.

Barreiras criadas para desviar água, possivelmente para plantações


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade