Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Balneário Camboriú terá ecoponto na praça Higino Pio

Terça, 18/12/2018 9:26.
Divulgação

Publicidade

Nos próximos dias será inaugurado o primeiro ecoponto de resíduos recicláveis e reutilizáveis, que estará localizado na Praça Higino Pio.

O Ecoponto segue a Política Nacional de Resíduos Sólidos, estabelecida pela Lei Federal 12.305/10, e as Leis Federais n° 11.445/07 e 9.795/99, do Saneamento Básico e da Educação Ambiental, respectivamente.

Ele será controlado pela empresa Ambiental Saneamento em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente (SEMAM) e no horário comercial um funcionário da Ambiental estará a postos para dar informações e dicas sobre o descarte destes resíduos.

O ecoponto, como o próprio nome diz, é para resíduos recicláveis e reutilizáveis: plásticos, vidros, latas, papelão, tudo que vai na coleta seletiva.

Ali não será possível descartar pilhas e baterias, porque elas fazem parte da Logística Reversa.

“Estes produtos devem ser devolvidos aos comerciantes/fabricantes. O ecoponto para resíduos eletrônicos também está planejado, mas ficará para o próximo ano”, explicou a diretora da Secretaria do Meio Ambiente, Nayara Miotto Hirsch.

“Separar o lixo é dever e responsabilidade de todos. Criar políticas públicas para o fomento da indústria da reciclagem e para a implementação do princípio da responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida do produto é dever do Município. E é isso que o Município vem realizando na execução da gestão integrada de resíduos”, disse Nayara.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Balneário Camboriú terá ecoponto na praça Higino Pio

Publicidade

Terça, 18/12/2018 9:26.

Nos próximos dias será inaugurado o primeiro ecoponto de resíduos recicláveis e reutilizáveis, que estará localizado na Praça Higino Pio.

O Ecoponto segue a Política Nacional de Resíduos Sólidos, estabelecida pela Lei Federal 12.305/10, e as Leis Federais n° 11.445/07 e 9.795/99, do Saneamento Básico e da Educação Ambiental, respectivamente.

Ele será controlado pela empresa Ambiental Saneamento em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente (SEMAM) e no horário comercial um funcionário da Ambiental estará a postos para dar informações e dicas sobre o descarte destes resíduos.

O ecoponto, como o próprio nome diz, é para resíduos recicláveis e reutilizáveis: plásticos, vidros, latas, papelão, tudo que vai na coleta seletiva.

Ali não será possível descartar pilhas e baterias, porque elas fazem parte da Logística Reversa.

“Estes produtos devem ser devolvidos aos comerciantes/fabricantes. O ecoponto para resíduos eletrônicos também está planejado, mas ficará para o próximo ano”, explicou a diretora da Secretaria do Meio Ambiente, Nayara Miotto Hirsch.

“Separar o lixo é dever e responsabilidade de todos. Criar políticas públicas para o fomento da indústria da reciclagem e para a implementação do princípio da responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida do produto é dever do Município. E é isso que o Município vem realizando na execução da gestão integrada de resíduos”, disse Nayara.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade