Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Estacionamento rotativo empaca e prefeitura chama segunda colocada
Google.
Parquímetro em Pirassununga. Balneário adotando tecnologia ultrapassada.

Terça, 4/12/2018 6:41.

A Prefeitura de Balneário Camboriú convocou ontem a empresa Rizzo Parking and Mobility S/A, segunda colocada na licitação para concessão do estacionamento rotativo, depois que a primeira colocada, Tecnopark Soluções Ltda. deixou de apresentar seu parquímetro para testes de conformidade.

A Tecnopark pediu mais prazo, mas a comissão de licitação não concordou e desclassificou a empresa, nos termos previstos no edital de licitação.

A Rizzo Parking and Mobility S/A administra estacionamento rotativo em Pirassununga, São Paulo e pesquisa realizada pela própria empresa no ano passado revelou que o índice de satisfação dos seus usuários é de apenas 60%.

Dos entrevistados naquela pesquisa, 34,5% qualificaram como ruim ou péssimo seu nível de satisfação com o serviço.

Motivo de especial preocupação para os administradores de Balneário Camboriú, que pretendem alugar 140 parquímetros, deveria ser a satisfação dos usuários de Pirassununga com essas máquinas: um em cada quatro apontaram dificuldades no uso; um terço deles porque os parquímetros travam e outro um terço alega que é difícil mexer.

Ao optar por parquímetros a prefeitura de Balneário Camboriú decidiu por tecnologia antiga e cara. No caso da Rizzo Parking and Mobility S/A, até o ano passado seu sistema não aceitava pagamento com cartões de crédito e nem oferecia a compra de créditos por aplicativo.

A proposta de preço da Rizzo Parking and Mobility S/A totalizou R$ 2.016.000,00 por ano. O contrato é de um ano e pode ser prorogado até quatro anos.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

ATUALIZADO às 7h de 15/12/2018.


Cidade

Balneário Camboriú passa a ser a cidade brasileira com mais bandeiras azuis


Justiça

Ele considera ilegal a lei municipal que permitiu o empreendimento 


Rapidinhas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Estacionamento rotativo empaca e prefeitura chama segunda colocada

Google.
Parquímetro em Pirassununga. Balneário adotando tecnologia ultrapassada.
Parquímetro em Pirassununga. Balneário adotando tecnologia ultrapassada.
Terça, 4/12/2018 6:41.

A Prefeitura de Balneário Camboriú convocou ontem a empresa Rizzo Parking and Mobility S/A, segunda colocada na licitação para concessão do estacionamento rotativo, depois que a primeira colocada, Tecnopark Soluções Ltda. deixou de apresentar seu parquímetro para testes de conformidade.

A Tecnopark pediu mais prazo, mas a comissão de licitação não concordou e desclassificou a empresa, nos termos previstos no edital de licitação.

A Rizzo Parking and Mobility S/A administra estacionamento rotativo em Pirassununga, São Paulo e pesquisa realizada pela própria empresa no ano passado revelou que o índice de satisfação dos seus usuários é de apenas 60%.

Dos entrevistados naquela pesquisa, 34,5% qualificaram como ruim ou péssimo seu nível de satisfação com o serviço.

Motivo de especial preocupação para os administradores de Balneário Camboriú, que pretendem alugar 140 parquímetros, deveria ser a satisfação dos usuários de Pirassununga com essas máquinas: um em cada quatro apontaram dificuldades no uso; um terço deles porque os parquímetros travam e outro um terço alega que é difícil mexer.

Ao optar por parquímetros a prefeitura de Balneário Camboriú decidiu por tecnologia antiga e cara. No caso da Rizzo Parking and Mobility S/A, até o ano passado seu sistema não aceitava pagamento com cartões de crédito e nem oferecia a compra de créditos por aplicativo.

A proposta de preço da Rizzo Parking and Mobility S/A totalizou R$ 2.016.000,00 por ano. O contrato é de um ano e pode ser prorogado até quatro anos.
 

Publicidade

Publicidade