Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Juíza manda empossar Chapa 2 na associação do Nações

Terça, 16/1/2018 7:53.
Facebook pessoal.
A Chapa vitoriosa.

Publicidade

A juíza Dayse Herget de Oliveira Marinho, da 3ª Vara Cível de Balneário Camboriú, determinou que a “Chapa 2 - Juntos pela Comunidade¨, através da sua presidente Marisa Teresa Castellem Strebe, deve ser empossada como vitoriosa na eleição da Associação dos Moradores do Bairro das Nações.

A ré na ação é a União das Associações de Moradores de Balneário Camboriú – UNIBAC – que não deu posse à Chapa 2, mesmo essa tendo sido declarada vencedora na eleição realizada em 26 de novembro passado.

A Unibac suspendeu o anúncio do resultado porque a Chapa 1, que perdeu por um voto, impugnou, mas a juíza anotou que a ata da eleição estipula que “os casos omissos do presente regimento interno serão debatidos no momento em que for levantada a questão entre os fiscais das chapas e a comissão eleitoral da Unibac e imediatamente decidida pelos votos da maioria simples dos debatedores, não cabendo qualquer espécie de recurso posterior".

De acordo com a ata, impugnações deveriam ser analisadas e decididas logo após a eleição, sendo descabido não haver um resultado decorridos cerca de 50 dias depois.

A decisão é tutelar em regime de urgência e será aplicada multa de R$ 1 mil por dia à Unibac em caso de descumprimento.

A eleição para aquela associação foi a mais apertada da história, com cada chapa obtendo 707 votos na primeira contagem.

Na segunda contagem a Chapa 2 obteve 708 votos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Facebook pessoal.
A Chapa vitoriosa.
A Chapa vitoriosa.

Juíza manda empossar Chapa 2 na associação do Nações

Publicidade

Terça, 16/1/2018 7:53.

A juíza Dayse Herget de Oliveira Marinho, da 3ª Vara Cível de Balneário Camboriú, determinou que a “Chapa 2 - Juntos pela Comunidade¨, através da sua presidente Marisa Teresa Castellem Strebe, deve ser empossada como vitoriosa na eleição da Associação dos Moradores do Bairro das Nações.

A ré na ação é a União das Associações de Moradores de Balneário Camboriú – UNIBAC – que não deu posse à Chapa 2, mesmo essa tendo sido declarada vencedora na eleição realizada em 26 de novembro passado.

A Unibac suspendeu o anúncio do resultado porque a Chapa 1, que perdeu por um voto, impugnou, mas a juíza anotou que a ata da eleição estipula que “os casos omissos do presente regimento interno serão debatidos no momento em que for levantada a questão entre os fiscais das chapas e a comissão eleitoral da Unibac e imediatamente decidida pelos votos da maioria simples dos debatedores, não cabendo qualquer espécie de recurso posterior".

De acordo com a ata, impugnações deveriam ser analisadas e decididas logo após a eleição, sendo descabido não haver um resultado decorridos cerca de 50 dias depois.

A decisão é tutelar em regime de urgência e será aplicada multa de R$ 1 mil por dia à Unibac em caso de descumprimento.

A eleição para aquela associação foi a mais apertada da história, com cada chapa obtendo 707 votos na primeira contagem.

Na segunda contagem a Chapa 2 obteve 708 votos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade