Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
“O Sol” de Vitor Kley nasceu em Balneário Camboriú e foi parar na novela

#BC54anos

Sexta, 27/7/2018 16:14.
Divulgação

Publicidade

Por Daniele Sisnandes

BC 54 anos - Outro filho ilustre de Balneário Camboriú que está fazendo sucesso Brasil afora é o músico Vitor Kley, autor do hit “O Sol”, música composta aqui e que não sai das principais paradas do país. A música estreia na novela global O Tempo Não Para.

Natural de Porto Alegre (RS), Vitor morou em Novo Hamburgo até que seu pai, o tenista Ivan Kley, recebeu uma proposta de trabalho em Santa Catarina. O patriarca veio antes e no final de 2006 Vitor, o irmão Bruno e a mãe Janice se mudaram para Balneário.

Vitor conta que tinha só 11 anos quando chegou aqui. Entre as melhores lembranças da cidade está a onda do Marambaia.

“Balneário que construiu minha identidade, minha essência como pessoa, músico e artista, tudo começou no colégio Unificado, mas uma das coisas que mais sinto saudade é do surf, das ondas, da conexão com a natureza”, diz o cantor.

Cantor e compositor desde criança, Vitor se formou no ensino médio e partiu para a estrada, acompanhando a banda de Armandinho, seu padrinho musical.

Não demorou para começar a formar seus próprios fãs. Depois de dois álbuns independentes (um deles produzido por Armandinho) Vitor assinou contrato com a gravadora Midas Music, do produtor Rick Bonadio, em 2016. 

 

Desde então muita coisa mudou. Ele gravou seu primeiro EP com a Midas e “O Sol” surgiu, em julho de 2016, ainda em Balneário Camboriú. 

Com a família e Rick Bonadio

“A música carrega muito da minha verdade, minha essência. Fico imensamente feliz que o público abraçou essa música com unhas e dentes. Virou meio que um hino. Faço música pra eles, pro mundo, as composições apenas partem de mim, mas depois pertencem a eles”, comemora.

Em agosto de 2016 Vitor se mudou com o irmão mais velho, que também é seu empresário, para São Paulo - uma mudança importante para impulsionar sua carreira no eixo Rio-São Paulo.

“Me mudei pela música, pelo sonho. Ainda toco bastante por Balneário e região, então sempre que posso fico um dia a mais pra aproveitar minha família, amigos e pegar umas ondas”, diz Vitor, que só no Instagram já tem quase 250 mil seguidores.

O cantor forjado nas ondas locais revela que está vivendo a melhor fase de sua vida.

“A cada dia é uma conquista, uma pessoa a mais que posso fazer feliz, que posso fazer sorrir. Acredito que essa é a minha maior missão, passar adiante a felicidade e fazer da vida das pessoas algo melhor. Hoje podendo visitar mais lugares, me conectar com mais pessoas e ver elas cantarem meu som é uma sensação de plenitude, de: ‘é pra isso que eu estou aqui’.”

Mesmo sendo a cada dia mais requisitado pela mídia, participando de programas da TV e fazendo uma média de 15 shows por mês, Vitor Kley chama a atenção por onde passa não só pelo talento, mas pela humildade.

“Deixo aqui meu MUITO OBRIGADO a todos que acreditam, cantam e vibram junto comigo nesse sonho louco. Vocês são parte disso, vocês são o sonho”, encerra.


Reportagem integrante do caderno do aniversário de Balneário Camboriú. Leia na íntegra aqui.



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

“O Sol” de Vitor Kley nasceu em Balneário Camboriú e foi parar na novela

Divulgação

Publicidade

Sexta, 27/7/2018 16:14.

Por Daniele Sisnandes

BC 54 anos - Outro filho ilustre de Balneário Camboriú que está fazendo sucesso Brasil afora é o músico Vitor Kley, autor do hit “O Sol”, música composta aqui e que não sai das principais paradas do país. A música estreia na novela global O Tempo Não Para.

Natural de Porto Alegre (RS), Vitor morou em Novo Hamburgo até que seu pai, o tenista Ivan Kley, recebeu uma proposta de trabalho em Santa Catarina. O patriarca veio antes e no final de 2006 Vitor, o irmão Bruno e a mãe Janice se mudaram para Balneário.

Vitor conta que tinha só 11 anos quando chegou aqui. Entre as melhores lembranças da cidade está a onda do Marambaia.

“Balneário que construiu minha identidade, minha essência como pessoa, músico e artista, tudo começou no colégio Unificado, mas uma das coisas que mais sinto saudade é do surf, das ondas, da conexão com a natureza”, diz o cantor.

Cantor e compositor desde criança, Vitor se formou no ensino médio e partiu para a estrada, acompanhando a banda de Armandinho, seu padrinho musical.

Não demorou para começar a formar seus próprios fãs. Depois de dois álbuns independentes (um deles produzido por Armandinho) Vitor assinou contrato com a gravadora Midas Music, do produtor Rick Bonadio, em 2016. 

 

Desde então muita coisa mudou. Ele gravou seu primeiro EP com a Midas e “O Sol” surgiu, em julho de 2016, ainda em Balneário Camboriú. 

Com a família e Rick Bonadio

“A música carrega muito da minha verdade, minha essência. Fico imensamente feliz que o público abraçou essa música com unhas e dentes. Virou meio que um hino. Faço música pra eles, pro mundo, as composições apenas partem de mim, mas depois pertencem a eles”, comemora.

Em agosto de 2016 Vitor se mudou com o irmão mais velho, que também é seu empresário, para São Paulo - uma mudança importante para impulsionar sua carreira no eixo Rio-São Paulo.

“Me mudei pela música, pelo sonho. Ainda toco bastante por Balneário e região, então sempre que posso fico um dia a mais pra aproveitar minha família, amigos e pegar umas ondas”, diz Vitor, que só no Instagram já tem quase 250 mil seguidores.

O cantor forjado nas ondas locais revela que está vivendo a melhor fase de sua vida.

“A cada dia é uma conquista, uma pessoa a mais que posso fazer feliz, que posso fazer sorrir. Acredito que essa é a minha maior missão, passar adiante a felicidade e fazer da vida das pessoas algo melhor. Hoje podendo visitar mais lugares, me conectar com mais pessoas e ver elas cantarem meu som é uma sensação de plenitude, de: ‘é pra isso que eu estou aqui’.”

Mesmo sendo a cada dia mais requisitado pela mídia, participando de programas da TV e fazendo uma média de 15 shows por mês, Vitor Kley chama a atenção por onde passa não só pelo talento, mas pela humildade.

“Deixo aqui meu MUITO OBRIGADO a todos que acreditam, cantam e vibram junto comigo nesse sonho louco. Vocês são parte disso, vocês são o sonho”, encerra.


Reportagem integrante do caderno do aniversário de Balneário Camboriú. Leia na íntegra aqui.



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade