Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Estado está inadimplente com União e repasse para centro de eventos foi suspenso
Waldemar Cezar Neto.

Quinta, 5/7/2018 17:49.

Os R$ 15,6 milhões anunciados pelo presidente Michel Temer e o ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, em Florianópolis no dia 17 de maio, para concluir o Centro de Eventos de Balneário Camboriú, não foram liberados por Brasília porque o Estado está inadimplente junto à União.

Desde quarta-feira a reportagem do Página 3 buscou sem sucesso, através das assessorias de imprensa da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e da Secretaria de Estado da Fazenda, informações que confirmassem ou não a inadimplência.

No final da tarde de ontem (5) a assessoria da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte enviou e-mail informando que “os ajustes necessários para a liberação dos recursos estão sendo providenciados”, sem fornecer maiores detalhes.

A confirmação da inadimplência veio de Brasília, por e-mail: "O Ministério do Turismo foi informado de que o estado está buscando solução para sanar a pendência junto à União, o que torna possível a execução do contrato".

O Centro de Eventos de Balneário Camboriú é um retrato da irresponsabilidade governamental. Foram investidos mais de R$ 100 milhões num equipamento que está parado, sem uso, porque falta uma pequena parcela financeira e definições sobre sua gestão.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Geral

20 são em uma lojas de fast food Burguer King  


Justiça

Acusado diz que falará primeiro com seu advogado antes de se manifestar. Ele foi penalizado com advertência.


Cidade

Esta é uma das últimas etapas para obtenção da Bandeira Azul


Cidade

Lei municipal que favorecia os consumidores foi derrubada pelo Supremo 


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Estado está inadimplente com União e repasse para centro de eventos foi suspenso

Waldemar Cezar Neto.

Os R$ 15,6 milhões anunciados pelo presidente Michel Temer e o ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, em Florianópolis no dia 17 de maio, para concluir o Centro de Eventos de Balneário Camboriú, não foram liberados por Brasília porque o Estado está inadimplente junto à União.

Desde quarta-feira a reportagem do Página 3 buscou sem sucesso, através das assessorias de imprensa da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e da Secretaria de Estado da Fazenda, informações que confirmassem ou não a inadimplência.

No final da tarde de ontem (5) a assessoria da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte enviou e-mail informando que “os ajustes necessários para a liberação dos recursos estão sendo providenciados”, sem fornecer maiores detalhes.

A confirmação da inadimplência veio de Brasília, por e-mail: "O Ministério do Turismo foi informado de que o estado está buscando solução para sanar a pendência junto à União, o que torna possível a execução do contrato".

O Centro de Eventos de Balneário Camboriú é um retrato da irresponsabilidade governamental. Foram investidos mais de R$ 100 milhões num equipamento que está parado, sem uso, porque falta uma pequena parcela financeira e definições sobre sua gestão.
 

Publicidade

Publicidade