Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Projeto abre caminho para penalizar Emasa por água turva

Consumidor poderá ter desconto e indenização

Segunda, 5/11/2018 7:56.
Arquivo JP3/Folhapress.

Publicidade

Está tramitando na Câmara de Balneário Camboriú projeto de autoria do vereador Arlindo Cruz que prevê penalidades à Emasa quando esta fornecer água em más condições aos seus consumidores.

Durante vários meses deste ano a Emasa forneceu água turva, alegando que era em decorrência de estiagem no rio Camboriú, mas não sofreu penalidade alguma nem deu qualquer retribuição aos consumidores.

O projeto do vereador Arlindo prevê 30% de desconto na taxa mínima da fatura proporcionalmente aos dias de fornecimento do produto ruim e indenização por perdas e danos.

O desconto na tarifa proposto pelo vereador é irrisório, cerca de R$ 1,18 por dia, mas a indenização por perdas e danos pode ser expressiva porque higienizar uma caixa d´água custa cerca de R$ 300,00.

Embora o projeto ainda esteja longe de ser transformado em lei, o consumidor pode desde já guardar recibos de limpeza da caixa d´água para confrontar a Emasa futuramente.

O projeto na íntegra pode ser lido neste link


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Arquivo JP3/Folhapress.

Projeto abre caminho para penalizar Emasa por água turva

Consumidor poderá ter desconto e indenização

Publicidade

Segunda, 5/11/2018 7:56.

Está tramitando na Câmara de Balneário Camboriú projeto de autoria do vereador Arlindo Cruz que prevê penalidades à Emasa quando esta fornecer água em más condições aos seus consumidores.

Durante vários meses deste ano a Emasa forneceu água turva, alegando que era em decorrência de estiagem no rio Camboriú, mas não sofreu penalidade alguma nem deu qualquer retribuição aos consumidores.

O projeto do vereador Arlindo prevê 30% de desconto na taxa mínima da fatura proporcionalmente aos dias de fornecimento do produto ruim e indenização por perdas e danos.

O desconto na tarifa proposto pelo vereador é irrisório, cerca de R$ 1,18 por dia, mas a indenização por perdas e danos pode ser expressiva porque higienizar uma caixa d´água custa cerca de R$ 300,00.

Embora o projeto ainda esteja longe de ser transformado em lei, o consumidor pode desde já guardar recibos de limpeza da caixa d´água para confrontar a Emasa futuramente.

O projeto na íntegra pode ser lido neste link


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade