Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Emasa diz que TR da estação do Marambaia não está pronto

Direção da autarquia faltou com a verdade

Quinta, 18/10/2018 15:53.
Divulgação
Esse foi o modelo de estação proposto para o Canal do Marambaia.

Publicidade

O diretor geral da Emasa, Douglas Bebber, disse hoje ao Página 3, através da sua assessoria, que o Termo de Referência (TR) para licitar uma estação de tratamento de esgoto para o Canal do Marambaia não pode ser fornecido à reportagem porque ainda não está pronto.

No grupo de whatsapp que defende a instalação desse equipamento, também chamado de Estação de Tratamento de Rio, consta claramente um cronograma divulgado pela Emasa dando como pronto o Termo de Referência.

Ou a direção da Emasa faltou com a verdade ao grupo de moradores ou ao Página 3.

No grupo, que reúne diversos moradores, um dos integrantes comemorou que o TR estava pronto com a seguinte postagem: “Esta é a maior conquista do grupo do Rio Marambaia até o momento. Recebemos do presidente da Emasa, Douglas Costa Beber e do diretor técnico, eng. Sérgio Juk. Trata-se do cronograma para a implantação da Unidade Compacta de Tratamento, que despoluirá o Rio Marambaia. Apresentaremos mais detalhes sobre este projeto porque é importante que todos os moradores conheçam, cobrem e vc valorizem a execução conforme cronograma”.

A estação de tratamento de rio encontra oposição por parte de técnicos de carreira da Emasa e de integrantes do alto escalão do governo municipal.

Eles entendem que a primeira solução para o Canal do Marambaia é um novo emissário de esgoto entre a Barra Norte e a estação de tratamento no Nova Esperança.

Essa alternativa é mais rápida e econômica do que implantar a estação de tratamento no rio.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Emasa diz que TR da estação do Marambaia não está pronto

Divulgação
Esse foi o modelo de estação proposto para o Canal do Marambaia.
Esse foi o modelo de estação proposto para o Canal do Marambaia.

Publicidade

Quinta, 18/10/2018 15:53.

O diretor geral da Emasa, Douglas Bebber, disse hoje ao Página 3, através da sua assessoria, que o Termo de Referência (TR) para licitar uma estação de tratamento de esgoto para o Canal do Marambaia não pode ser fornecido à reportagem porque ainda não está pronto.

No grupo de whatsapp que defende a instalação desse equipamento, também chamado de Estação de Tratamento de Rio, consta claramente um cronograma divulgado pela Emasa dando como pronto o Termo de Referência.

Ou a direção da Emasa faltou com a verdade ao grupo de moradores ou ao Página 3.

No grupo, que reúne diversos moradores, um dos integrantes comemorou que o TR estava pronto com a seguinte postagem: “Esta é a maior conquista do grupo do Rio Marambaia até o momento. Recebemos do presidente da Emasa, Douglas Costa Beber e do diretor técnico, eng. Sérgio Juk. Trata-se do cronograma para a implantação da Unidade Compacta de Tratamento, que despoluirá o Rio Marambaia. Apresentaremos mais detalhes sobre este projeto porque é importante que todos os moradores conheçam, cobrem e vc valorizem a execução conforme cronograma”.

A estação de tratamento de rio encontra oposição por parte de técnicos de carreira da Emasa e de integrantes do alto escalão do governo municipal.

Eles entendem que a primeira solução para o Canal do Marambaia é um novo emissário de esgoto entre a Barra Norte e a estação de tratamento no Nova Esperança.

Essa alternativa é mais rápida e econômica do que implantar a estação de tratamento no rio.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade