Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Plano aponta alternativas para não esgotar capacidade da bacia do Rio Camboriú
Ivan Rupp/Divulgação/PMBC

Quarta, 31/10/2018 16:23.

O Comitê Camboriú comemora o lançamento hoje (31) do plano de recursos hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú, uma espécie de plano diretor da bacia. A apresentação é aberta ao público e acontece na CDL de Balneário Camboriú, a partir das 19h.

O plano foi desenvolvido pela Fundação Certi e custeado pelo Governo do Estado.

Apesar da conquista ser celebrada, após anos de luta do Comitê, os prognósticos preocupam. O plano fez um diagnóstico da bacia e prevê que em 10 anos ela não terá mais capacidade de atender a população das duas cidades.

Para o presidente do Comitê Camboriú, Gilmar Capellari, o prognóstico é “otimista”, pois conforme vem sendo observado pela entidade, é provável que antes disso a bacia não dê mais conta, uma situação que causaria prejuízos econômicos incalculáveis às duas cidades.

Há no entanto, um plano com ações que poderão ser desenvolvidas para revitalizar e evitar a falta de água. “Hoje, por exemplo, choveu bastante, mas essa água toda vai parar dentro do Oceano Atlântico”, pontuou Gilmar.

Uma alternativa que já vem recebendo atenção dos governantes é a construção de um parque inundável, capaz de armazenar água (o que hoje não existe), garantindo a vazão ecológica do Rio Camboriú e evitando enchentes em áreas residenciais.

Segundo Capellari, Camboriú “congelou” a área (maior parte é composta por arrozeiras), para realizar desapropriações no futuro e o projeto executivo do parque vem sendo desenvolvido por uma empresa, com custeio da Emasa.

O custo total da obra será informado quando o projeto estiver concluído.

Para quem quiser conferir a apresentação do plano, a CDL fica na Rua 902, 530 - Centro.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Plano aponta alternativas para não esgotar capacidade da bacia do Rio Camboriú

Ivan Rupp/Divulgação/PMBC

Publicidade

Quarta, 31/10/2018 16:23.

O Comitê Camboriú comemora o lançamento hoje (31) do plano de recursos hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú, uma espécie de plano diretor da bacia. A apresentação é aberta ao público e acontece na CDL de Balneário Camboriú, a partir das 19h.

O plano foi desenvolvido pela Fundação Certi e custeado pelo Governo do Estado.

Apesar da conquista ser celebrada, após anos de luta do Comitê, os prognósticos preocupam. O plano fez um diagnóstico da bacia e prevê que em 10 anos ela não terá mais capacidade de atender a população das duas cidades.

Para o presidente do Comitê Camboriú, Gilmar Capellari, o prognóstico é “otimista”, pois conforme vem sendo observado pela entidade, é provável que antes disso a bacia não dê mais conta, uma situação que causaria prejuízos econômicos incalculáveis às duas cidades.

Há no entanto, um plano com ações que poderão ser desenvolvidas para revitalizar e evitar a falta de água. “Hoje, por exemplo, choveu bastante, mas essa água toda vai parar dentro do Oceano Atlântico”, pontuou Gilmar.

Uma alternativa que já vem recebendo atenção dos governantes é a construção de um parque inundável, capaz de armazenar água (o que hoje não existe), garantindo a vazão ecológica do Rio Camboriú e evitando enchentes em áreas residenciais.

Segundo Capellari, Camboriú “congelou” a área (maior parte é composta por arrozeiras), para realizar desapropriações no futuro e o projeto executivo do parque vem sendo desenvolvido por uma empresa, com custeio da Emasa.

O custo total da obra será informado quando o projeto estiver concluído.

Para quem quiser conferir a apresentação do plano, a CDL fica na Rua 902, 530 - Centro.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade