Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Balneário Camboriú e região vão receber refugiados venezuelanos
Paulo Giovany
Foto enviada pelo leitor e fotógrafo Paulo Giovany

Terça, 9/10/2018 16:55.

Está marcada para quinta-feira (11), às 18h, a recepção em Balneário Camboriú de 53 famílias de venezuelanos que estavam refugiadas no norte do país. A ação é resultado de cooperação entre a Casa Civil e Embaixada do Reino de Deus.

Segundo a igreja, comandada pelo pastor Michael Aboud, trata-se do projeto social “Somos Todos Hermanos”.

40 famílias ficarão em Balneário, as demais serão divididas entre municípios vizinhos e Florianópolis.

O pastor Ricardo Bernardes, que faz parte do comitê responsável, conta que serão oferecidas vagas de emprego por empresários apoiadores e casas foram alugadas pela própria igreja. A Embaixada do Reino de Deus se comprometeu com o auxílio por dois meses. 

Ele explicou que a iniciativa não tem ligação com nenhuma prefeitura e foi proposta depois que o pastor Michael foi até o norte do país e viu de perto a situação dos venezuelanos. 

“Esperamos que mais igrejas e órgãos se sensibilizem com a situação dessas pessoas. Estamos fazendo a nossa parte”, disse o pastor Ricardo.

Alguns membros da Embaixada se ofereceram para dar suporte no dia a dia, doando alimentos e produtos de higiene, além de roupas para adultos e crianças.

Conforme a assessoria da Embaixada, um voo da Força Aérea Brasileira (FAB) será disponibilizado para fazer o transporte de Boa Vista até Curitiba e em cinco ônibus serão trazidos até Balneário Camboriú.

Conforme a assessoria, depois que esse grupo estiver estabelecido, mais venezuelanos devem chegar à região. Ao todo seriam mais de 400 pessoas.

A recepção dos venezuelanos será na Embaixada da Rua 1950, esquina com a Quarta Avenida, às 18h de quinta-feira.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Abastecimento continua ameaçado economize água


Justiça

Ele considera ilegal a lei municipal que permitiu o empreendimento 


Variedades

Escolha por voto popular contou com participação de sete mil pessoas


Rapidinhas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Balneário Camboriú e região vão receber refugiados venezuelanos

Paulo Giovany
Foto enviada pelo leitor e fotógrafo Paulo Giovany
Foto enviada pelo leitor e fotógrafo Paulo Giovany
Terça, 9/10/2018 16:55.

Está marcada para quinta-feira (11), às 18h, a recepção em Balneário Camboriú de 53 famílias de venezuelanos que estavam refugiadas no norte do país. A ação é resultado de cooperação entre a Casa Civil e Embaixada do Reino de Deus.

Segundo a igreja, comandada pelo pastor Michael Aboud, trata-se do projeto social “Somos Todos Hermanos”.

40 famílias ficarão em Balneário, as demais serão divididas entre municípios vizinhos e Florianópolis.

O pastor Ricardo Bernardes, que faz parte do comitê responsável, conta que serão oferecidas vagas de emprego por empresários apoiadores e casas foram alugadas pela própria igreja. A Embaixada do Reino de Deus se comprometeu com o auxílio por dois meses. 

Ele explicou que a iniciativa não tem ligação com nenhuma prefeitura e foi proposta depois que o pastor Michael foi até o norte do país e viu de perto a situação dos venezuelanos. 

“Esperamos que mais igrejas e órgãos se sensibilizem com a situação dessas pessoas. Estamos fazendo a nossa parte”, disse o pastor Ricardo.

Alguns membros da Embaixada se ofereceram para dar suporte no dia a dia, doando alimentos e produtos de higiene, além de roupas para adultos e crianças.

Conforme a assessoria da Embaixada, um voo da Força Aérea Brasileira (FAB) será disponibilizado para fazer o transporte de Boa Vista até Curitiba e em cinco ônibus serão trazidos até Balneário Camboriú.

Conforme a assessoria, depois que esse grupo estiver estabelecido, mais venezuelanos devem chegar à região. Ao todo seriam mais de 400 pessoas.

A recepção dos venezuelanos será na Embaixada da Rua 1950, esquina com a Quarta Avenida, às 18h de quinta-feira.

Publicidade

Publicidade