Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Prefeitura poderá pagar mais de R$ 100 mil para contratar consultoria

Município alega que não tem pessoal apto para dar conta da demanda

Sexta, 14/9/2018 9:23.
Divulgação PMBC

Publicidade

A Prefeitura de Balneário Camboriú lançou uma licitação para contratar consultoria para o projeto de prolongamento do molhe do Pontal Norte.

O objeto é a Elaboração do Plano Básico Ambiental, um estudo técnico necessário para conseguir licença ambiental para execução da obra.
Anexo à licitação, a administração justifica necessidade de contratação por não ter pessoal técnico apto a realizar o serviço.

Isso não é um fato isolado, por repetidas vezes a administração resolve contratar terceiros, mesmo tendo um quadro com cerca de 6 mil funcionários.

Assim que se elegeu o prefeito Fabrício Oliveira anunciou um banco de dados e pediu currículos dos servidores porque segundo ele, usaria a expertise da sua própria equipe. Porém, ao que parece, esse banco de dados não foi aproveitado ou então não há pessoal capacitado para realizar procedimentos técnicos e consequentemente, economizar recursos públicos.

A licitação para elaboração do plano ambiental é uma tomada de preço, e seu valor pode ficar abaixo do orçado, mas o município prevê um investimento de pouco mais de R$ 100 mil.

Quem vencer terá que propor alternativas ao impacto que a obra vai causar em seu entorno, plano de gerenciamento de resíduos, monitoramento do biota aquática, da qualidade da água, da pesca artesanal, educação ambiental e até de comunicação, para informar a comunidade sobre as atividades que serão desenvolvidas, entre outras demandas.

As propostas podem ser protocoladas até o dia 1º de outubro.

O projeto de requalificação do molhe se arrasta há anos. O plano é estendê-lo (o que deve ajudar a melhorar a balneabilidade daquele ponto, onde deságua o Rio Marambaia) e reconfigurá-lo para ficar parecido com o molhe da Barra Sul.

Leia o edital aqui.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Prefeitura poderá pagar mais de R$ 100 mil para contratar consultoria

Divulgação PMBC

Publicidade

Sexta, 14/9/2018 9:23.

A Prefeitura de Balneário Camboriú lançou uma licitação para contratar consultoria para o projeto de prolongamento do molhe do Pontal Norte.

O objeto é a Elaboração do Plano Básico Ambiental, um estudo técnico necessário para conseguir licença ambiental para execução da obra.
Anexo à licitação, a administração justifica necessidade de contratação por não ter pessoal técnico apto a realizar o serviço.

Isso não é um fato isolado, por repetidas vezes a administração resolve contratar terceiros, mesmo tendo um quadro com cerca de 6 mil funcionários.

Assim que se elegeu o prefeito Fabrício Oliveira anunciou um banco de dados e pediu currículos dos servidores porque segundo ele, usaria a expertise da sua própria equipe. Porém, ao que parece, esse banco de dados não foi aproveitado ou então não há pessoal capacitado para realizar procedimentos técnicos e consequentemente, economizar recursos públicos.

A licitação para elaboração do plano ambiental é uma tomada de preço, e seu valor pode ficar abaixo do orçado, mas o município prevê um investimento de pouco mais de R$ 100 mil.

Quem vencer terá que propor alternativas ao impacto que a obra vai causar em seu entorno, plano de gerenciamento de resíduos, monitoramento do biota aquática, da qualidade da água, da pesca artesanal, educação ambiental e até de comunicação, para informar a comunidade sobre as atividades que serão desenvolvidas, entre outras demandas.

As propostas podem ser protocoladas até o dia 1º de outubro.

O projeto de requalificação do molhe se arrasta há anos. O plano é estendê-lo (o que deve ajudar a melhorar a balneabilidade daquele ponto, onde deságua o Rio Marambaia) e reconfigurá-lo para ficar parecido com o molhe da Barra Sul.

Leia o edital aqui.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade