Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Prefeitura de Balneário Camboriú anuncia reforma administrativa com economia mixuruca

Prefeitura é um cabide de empregos que consome mais de meio bilhão de reais ao ano

Sexta, 16/8/2019 6:56.
Reprodução.

Publicidade

A prefeitura de Balneário Camboriú anunciou ontem à noite, através de nota à imprensa, que enviou à Câmara de Vereadores projeto de reforma administrativa que reduzirá cargos comissionados e proporcionará economia anual de R$ 10,4 milhões.

O projeto ainda não está disponível para consulta, o que deverá ocorrer ao longo desta sexta-feira, mas a economia anunciada, em torno de R$ 10 milhões, é irrisória, em torno de 2% do gasto com pessoal.

Hoje a prefeitura gasta mais de 50% do seu orçamento com pessoal e encargos, isso representa valor superior a R$ 500 milhões ao ano, trata-se de um enorme cabide de empregos construído ao longo de várias gestões.

A atual administração promete uma reforma administrativa desde que assumiu. Em julho de 2017 chegou a apresentar um projeto, mas ele era tão ruim que acabou retirado.
O Página 3 fornecerá detalhes da nova proposta de reforma tão logo tenha acesso a ela.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Reprodução.

Prefeitura de Balneário Camboriú anuncia reforma administrativa com economia mixuruca

Prefeitura é um cabide de empregos que consome mais de meio bilhão de reais ao ano

Publicidade

Sexta, 16/8/2019 6:56.

A prefeitura de Balneário Camboriú anunciou ontem à noite, através de nota à imprensa, que enviou à Câmara de Vereadores projeto de reforma administrativa que reduzirá cargos comissionados e proporcionará economia anual de R$ 10,4 milhões.

O projeto ainda não está disponível para consulta, o que deverá ocorrer ao longo desta sexta-feira, mas a economia anunciada, em torno de R$ 10 milhões, é irrisória, em torno de 2% do gasto com pessoal.

Hoje a prefeitura gasta mais de 50% do seu orçamento com pessoal e encargos, isso representa valor superior a R$ 500 milhões ao ano, trata-se de um enorme cabide de empregos construído ao longo de várias gestões.

A atual administração promete uma reforma administrativa desde que assumiu. Em julho de 2017 chegou a apresentar um projeto, mas ele era tão ruim que acabou retirado.
O Página 3 fornecerá detalhes da nova proposta de reforma tão logo tenha acesso a ela.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade