Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Casa construída sem autorização na Vila Fortaleza é derrubada

Quinta, 29/8/2019 16:21.
Divulgação

Publicidade

Na manhã de hoje (29) a Polícia Militar e órgãos da prefeitura de Balneário Camboriú demoliram uma casa que estava sendo construída na Vila Fortaleza, entre o Bairro da Barra e São Judas Tadeu. O local, que é um loteamento clandestino no final da rua Hermógenes de Assis Feijó, no Bairro da Barra, não pode receber mais nenhuma construção, porque tem um processo judicial está em andamento.

Segundo a Polícia Militar, a ação aconteceu por conta do responsável pela construção da casa ter descumprido o acordo que ordena que nenhuma obra seja levantada na Vila Fortaleza enquanto não houver uma decisão final da Justiça.

Além disso, o imóvel foi construído em uma Área de Preservação Ambiental, ao lado de um curso de água.

O diretor de fiscalização da secretaria de Meio Ambiente, Edésio Pereira disse que o arroio nos fundos da obra leva para o Rio das Ostras e dali para o Rio Camboriú e Praia Central. “São diversas casas no local que não possuem fossa sanitária e jogam dejetos direto no curso de água”, disse Edésio.

O local é alvo de debates nos últimos anos. As famílias que o ocuparam, algumas delas até mesmo comprando espaço no terreno, não querem sair de lá e pedem que, se forem obrigadas, que tenham garantia de atendimento em algum programa habitacional. Mais de mil pessoas vivem na área, em mais de 300 casas.

A ação de hoje foi, de acordo com a PM, o início de um convênio firmado entre a polícia e a prefeitura, com o objetivo de intensificar as fiscalizações naquela região. O Comando da Polícia Militar informou ainda, no grupo no WhatsApp que mantém com a imprensa, que nos últimos tempos foi constatado o aumento de invasões e construções irregulares, principalmente em áreas de proteção ambiental e de risco, sem nenhuma estrutura ou ordenamento, tanto de saneamento, elétrica ou urbanístico.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Casa construída sem autorização na Vila Fortaleza é derrubada

Publicidade

Quinta, 29/8/2019 16:21.

Na manhã de hoje (29) a Polícia Militar e órgãos da prefeitura de Balneário Camboriú demoliram uma casa que estava sendo construída na Vila Fortaleza, entre o Bairro da Barra e São Judas Tadeu. O local, que é um loteamento clandestino no final da rua Hermógenes de Assis Feijó, no Bairro da Barra, não pode receber mais nenhuma construção, porque tem um processo judicial está em andamento.

Segundo a Polícia Militar, a ação aconteceu por conta do responsável pela construção da casa ter descumprido o acordo que ordena que nenhuma obra seja levantada na Vila Fortaleza enquanto não houver uma decisão final da Justiça.

Além disso, o imóvel foi construído em uma Área de Preservação Ambiental, ao lado de um curso de água.

O diretor de fiscalização da secretaria de Meio Ambiente, Edésio Pereira disse que o arroio nos fundos da obra leva para o Rio das Ostras e dali para o Rio Camboriú e Praia Central. “São diversas casas no local que não possuem fossa sanitária e jogam dejetos direto no curso de água”, disse Edésio.

O local é alvo de debates nos últimos anos. As famílias que o ocuparam, algumas delas até mesmo comprando espaço no terreno, não querem sair de lá e pedem que, se forem obrigadas, que tenham garantia de atendimento em algum programa habitacional. Mais de mil pessoas vivem na área, em mais de 300 casas.

A ação de hoje foi, de acordo com a PM, o início de um convênio firmado entre a polícia e a prefeitura, com o objetivo de intensificar as fiscalizações naquela região. O Comando da Polícia Militar informou ainda, no grupo no WhatsApp que mantém com a imprensa, que nos últimos tempos foi constatado o aumento de invasões e construções irregulares, principalmente em áreas de proteção ambiental e de risco, sem nenhuma estrutura ou ordenamento, tanto de saneamento, elétrica ou urbanístico.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade