Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Observatório Social de BC promove ação para marcar o Dia de Combate à Corrupção

Quinta, 5/12/2019 12:53.
Divulgação
O presidente do Observatório Social

Publicidade

Para marcar o Dia Nacional de Combate à Corrupção, o Observatório Social de Balneário Camboriú promoverá, neste sábado (7), uma ação para sensibilizar a sociedade sobre os reflexos negativos da corrupção e a importância do controle social para inibir atos ilícitos no poder público.

O ato acontecerá das 9h às 16h, no Molhe da Barra Sul, com a distribuição de material informativo. Os voluntários do Observatório estarão a postos para explicar sobre o trabalho realizado pela entidade desde sua criação, como o acompanhamento de mais de 1.200 licitações na cidade, além de expor as metas para os próximos dois anos.

O presidente do OSBC, Jailson de Oliveira Felipe, explica que a ação busca reforçar a importância do envolvimento da comunidade, mesmo que em pequenas iniciativas.

“O objetivo é despertar uma reflexão sobre a importância do controle social como arma de combate e inibição a corrupção”, explica. O Brasil é 105º no Índice de Percepção da Corrupção (IPC), promovido pela organização não-governamental Transparência Internacional, com 35 pontos – ao lado da Argélia, Egito e Peru. O estudo realizado em 2018 avaliou 180 países. Este é o pior resultado desde 2012, o que sinaliza que o país é considerado cada vez mais corrupto.

Com seis anos, o Observatório já acompanhou mais de 1.200 licitações feitas pelo poder público. A entidade conseguiu reduzir cerca de 20% nos valores previstos com licitações entre 2014 e 2018; impôs a obrigatoriedade da utilização do Termo de Referência em todos os processos licitatórios; e indicou melhorias ao Portal da Transparência. Só no último ano, foram 105 erratas em editais e 32 empresas penalizadas por não cumprirem com o contrato.

A instituição pretende levar para escolas públicas, a partir desta gestão, o projeto “Cidadania nas Escolas”, como forma de ensinar crianças e adolescentes sobre a correta aplicação e fiscalização do dinheiro público.

O Observatório Social de Balneário Camboriú acompanha as obras licitadas pelo município e o desempenho dos vereadores, além de desenvolver um estudo sobre os partidos, candidatos e eleitores durante as eleições de 2020.

“Ações de sensibilização como esta contemplam a meta de qualificar a comunicação com os moradores e a imprensa, mostrando nossos trabalhos e reforçando a importância da fiscalização dos gastos com serviço público”, finaliza Oliveira Felipe.

Serviço

  • O quê: Ação de sensibilização Observatório Social
  • Quando: Sábado, dia 7 de setembro, das 9 às 16 horas
  • Onde: Molhe da Barra Sul, em Balneário Camboriú

Fonte: Redação Huna


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação
O presidente do Observatório Social
O presidente do Observatório Social

Observatório Social de BC promove ação para marcar o Dia de Combate à Corrupção

Publicidade

Quinta, 5/12/2019 12:53.

Para marcar o Dia Nacional de Combate à Corrupção, o Observatório Social de Balneário Camboriú promoverá, neste sábado (7), uma ação para sensibilizar a sociedade sobre os reflexos negativos da corrupção e a importância do controle social para inibir atos ilícitos no poder público.

O ato acontecerá das 9h às 16h, no Molhe da Barra Sul, com a distribuição de material informativo. Os voluntários do Observatório estarão a postos para explicar sobre o trabalho realizado pela entidade desde sua criação, como o acompanhamento de mais de 1.200 licitações na cidade, além de expor as metas para os próximos dois anos.

O presidente do OSBC, Jailson de Oliveira Felipe, explica que a ação busca reforçar a importância do envolvimento da comunidade, mesmo que em pequenas iniciativas.

“O objetivo é despertar uma reflexão sobre a importância do controle social como arma de combate e inibição a corrupção”, explica. O Brasil é 105º no Índice de Percepção da Corrupção (IPC), promovido pela organização não-governamental Transparência Internacional, com 35 pontos – ao lado da Argélia, Egito e Peru. O estudo realizado em 2018 avaliou 180 países. Este é o pior resultado desde 2012, o que sinaliza que o país é considerado cada vez mais corrupto.

Com seis anos, o Observatório já acompanhou mais de 1.200 licitações feitas pelo poder público. A entidade conseguiu reduzir cerca de 20% nos valores previstos com licitações entre 2014 e 2018; impôs a obrigatoriedade da utilização do Termo de Referência em todos os processos licitatórios; e indicou melhorias ao Portal da Transparência. Só no último ano, foram 105 erratas em editais e 32 empresas penalizadas por não cumprirem com o contrato.

A instituição pretende levar para escolas públicas, a partir desta gestão, o projeto “Cidadania nas Escolas”, como forma de ensinar crianças e adolescentes sobre a correta aplicação e fiscalização do dinheiro público.

O Observatório Social de Balneário Camboriú acompanha as obras licitadas pelo município e o desempenho dos vereadores, além de desenvolver um estudo sobre os partidos, candidatos e eleitores durante as eleições de 2020.

“Ações de sensibilização como esta contemplam a meta de qualificar a comunicação com os moradores e a imprensa, mostrando nossos trabalhos e reforçando a importância da fiscalização dos gastos com serviço público”, finaliza Oliveira Felipe.

Serviço

  • O quê: Ação de sensibilização Observatório Social
  • Quando: Sábado, dia 7 de setembro, das 9 às 16 horas
  • Onde: Molhe da Barra Sul, em Balneário Camboriú

Fonte: Redação Huna


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade