Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Secretário do Meio Ambiente busca novidades para APA da Costa Brava
Divulgação
Ike Gevaerd com Ana Carolina, em São Paulo

Terça, 19/2/2019 16:31.

O secretário do Meio Ambiente Ike Gevaerd reuniu-se com a coordenadora dos projetos Mata Atlântica e Marinho, Ana Carolina Lobo, buscando parceria com aquela importante organização ambientalista mundial. O encontro aconteceu na sede do WWF - Brasil / World Wildlife Fund, em São Paulo.

“Tratamos de alinhar ações nos programas Caminhos da Mata Atlântica e RPPN’s, visando a criação de um mosaico de unidades de conservação particulares, além de iniciarmos tratativas visando acordar com o WWF a curadoria de um Centro Ambiental na região da APA da Costa Brava. Agora mãos à obra para alcançar este novo desafio, ou seja, trazer ações do Panda para a nossa cidade”, declarou Gevaerd.

O que é

O WWF-Brasil é uma organização não-governamental brasileira, apartidária e sem fins lucrativos que trabalha em defesa da vida. O propósito é mudar a atual trajetória de degradação socioambiental. Criada em 1996, atua em todo Brasil e integra a Rede WWF (Fundo Mundial para a Natureza), presente em mais de 100 países.

Nas próximas décadas, o crescimento da população e dos padrões de consumo irão dobrar a demanda mundial por alimentos e recursos naturais. Se não reduzirmos as emissões globais de gases de efeito estufa e a perda de espécies e ecossistemas naturais, as condições de vida de todos serão seriamente comprometidas até o final do século.

O WWF-Brasil trabalha para construir uma nova visão de desenvolvimento. Nela, a retomada da prosperidade econômica e da estabilidade política acontece por meio de uma transição justa para a economia de baixo impacto, que agregue eficiência, conhecimento e tecnologia ao uso dos recursos naturais, ao mesmo tempo em que promove inclusão, maior transparência e participação social. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

O presidente da Caixa parece ter concordado com a necessidade de preservação


Variedades

No Sardinhas Bar e Bistrô, em Itajaí, o melhor do jazz e da música instrumental brasileira.


Cidade

Um cano rompido levava o esgoto para o pluvial


Esportes

A recordista dos 100m e 200m rasos é de Balneário Camboriú


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Secretário do Meio Ambiente busca novidades para APA da Costa Brava

Divulgação
Ike Gevaerd com Ana Carolina, em São Paulo
Ike Gevaerd com Ana Carolina, em São Paulo
Terça, 19/2/2019 16:31.

O secretário do Meio Ambiente Ike Gevaerd reuniu-se com a coordenadora dos projetos Mata Atlântica e Marinho, Ana Carolina Lobo, buscando parceria com aquela importante organização ambientalista mundial. O encontro aconteceu na sede do WWF - Brasil / World Wildlife Fund, em São Paulo.

“Tratamos de alinhar ações nos programas Caminhos da Mata Atlântica e RPPN’s, visando a criação de um mosaico de unidades de conservação particulares, além de iniciarmos tratativas visando acordar com o WWF a curadoria de um Centro Ambiental na região da APA da Costa Brava. Agora mãos à obra para alcançar este novo desafio, ou seja, trazer ações do Panda para a nossa cidade”, declarou Gevaerd.

O que é

O WWF-Brasil é uma organização não-governamental brasileira, apartidária e sem fins lucrativos que trabalha em defesa da vida. O propósito é mudar a atual trajetória de degradação socioambiental. Criada em 1996, atua em todo Brasil e integra a Rede WWF (Fundo Mundial para a Natureza), presente em mais de 100 países.

Nas próximas décadas, o crescimento da população e dos padrões de consumo irão dobrar a demanda mundial por alimentos e recursos naturais. Se não reduzirmos as emissões globais de gases de efeito estufa e a perda de espécies e ecossistemas naturais, as condições de vida de todos serão seriamente comprometidas até o final do século.

O WWF-Brasil trabalha para construir uma nova visão de desenvolvimento. Nela, a retomada da prosperidade econômica e da estabilidade política acontece por meio de uma transição justa para a economia de baixo impacto, que agregue eficiência, conhecimento e tecnologia ao uso dos recursos naturais, ao mesmo tempo em que promove inclusão, maior transparência e participação social. 

Publicidade

Publicidade