Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Lançado Movimento por ciclofaixa na Avenida Palestina

De 467 alunos consultados, 459 foram a favor

Terça, 26/2/2019 8:45.
Divulgação
Cartaz de divulgação da campanha.

Publicidade

A Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú e Camboriú (ACBC) lançou nesta semana o Movimento Pró-Ciclofaixa Avenida Palestina, para melhorar a segurança dos moradores que se locomovem de bicicleta, skate, patinete e afins.

“O fluxo de trabalhadores, estudantes e usuários que tem a bicicleta como meio de transporte é cada vez maior e hoje estas pessoas estão sem o direito de pedalar seguros”, disse o conselheiro de Mobilidade da ACBC, Luiz Carlos Chaves Junior.

Segundo ele, o movimento surgiu porque estudantes do colégio estadual Higino Pio realizaram uma pesquisa interna, com 467 alunos entrevistados, que resultou em 459 votos pedindo a implantação da ciclovia, seis contrários e duas abstenções.

Na semana passada, a direção do Grêmio Estudantil do Colégio Higino Pio protocolou um abaixo-assinado com 467 assinaturas, no Fundo Municipal de Trânsito (Fumtran), onde foram recebidos pelo diretor de Trânsito, Carlos Santi.

Os estudantes procuraram a ACBC, ferrenha defensora de ciclovias/ciclofaixas, que abraçou a ideia. A Associação de Moradores também faz parte do movimento.

Chaves Junior disse que a prefeitura criou binários, ou seja, ruas paralelas de mão única que operam em sentidos opostos, entre as ruas Venezuela e Itália, desta forma foi possível criar estacionamentos dos dois lados das ruas, obtendo mais de 400 vagas. Na Avenida Palestina em toda sua extensão (1 km) existem 87 vagas de estacionamento, estas vagas darão espaço, segurança e viabilidade para aqueles que utilizam a bicicleta como meio de transporte.

O movimento pensou também no comércio, sugerindo que é necessária uma adaptação.

“A mobilidade da cidade está em metamorfose, cada dia tem mais carros nas ruas e mais trânsito, é sabido que a maioria das vagas em frente ao comércio são utilizadas, por proprietários ou funcionários dos mesmos, as vagas não têm rotatividade e acaba virando comodidade, deixando de ser a real utilidade da vaga de estacionamento”, disse Chaves Junior.

Segundo ele, alguns estudos nacionais, indicam que o aumento de movimento em frente ao comércio é notável, pois veículos não motorizados, tendem a frequentar o comércio local em distâncias curtas de suas casas e com a ciclofaixa aumenta o incentivo ao uso da bicicleta e ciclistas tem segurança e praticidade em poder parar diretamente ao comércio local.

“A ACBC está pedindo apoio da população porque esses estudantes, professores e funcionários do colégio Higino Pio, estão pedindo por mais segurança e direito de ir e vir de suas casas à sua escola em segurança”, enfatizou Chaves Junior.

Na próxima quinta-feira acontecerá uma reunião com o diretor de trânsito para verificar o que será decidido, se implantar ciclofaixa ou estacionamento.

Diretor Santi recebeu pedido do Grêmio Estudantil.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação
Cartaz de divulgação da campanha.
Cartaz de divulgação da campanha.

Lançado Movimento por ciclofaixa na Avenida Palestina

De 467 alunos consultados, 459 foram a favor

Publicidade

Terça, 26/2/2019 8:45.

A Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú e Camboriú (ACBC) lançou nesta semana o Movimento Pró-Ciclofaixa Avenida Palestina, para melhorar a segurança dos moradores que se locomovem de bicicleta, skate, patinete e afins.

“O fluxo de trabalhadores, estudantes e usuários que tem a bicicleta como meio de transporte é cada vez maior e hoje estas pessoas estão sem o direito de pedalar seguros”, disse o conselheiro de Mobilidade da ACBC, Luiz Carlos Chaves Junior.

Segundo ele, o movimento surgiu porque estudantes do colégio estadual Higino Pio realizaram uma pesquisa interna, com 467 alunos entrevistados, que resultou em 459 votos pedindo a implantação da ciclovia, seis contrários e duas abstenções.

Na semana passada, a direção do Grêmio Estudantil do Colégio Higino Pio protocolou um abaixo-assinado com 467 assinaturas, no Fundo Municipal de Trânsito (Fumtran), onde foram recebidos pelo diretor de Trânsito, Carlos Santi.

Os estudantes procuraram a ACBC, ferrenha defensora de ciclovias/ciclofaixas, que abraçou a ideia. A Associação de Moradores também faz parte do movimento.

Chaves Junior disse que a prefeitura criou binários, ou seja, ruas paralelas de mão única que operam em sentidos opostos, entre as ruas Venezuela e Itália, desta forma foi possível criar estacionamentos dos dois lados das ruas, obtendo mais de 400 vagas. Na Avenida Palestina em toda sua extensão (1 km) existem 87 vagas de estacionamento, estas vagas darão espaço, segurança e viabilidade para aqueles que utilizam a bicicleta como meio de transporte.

O movimento pensou também no comércio, sugerindo que é necessária uma adaptação.

“A mobilidade da cidade está em metamorfose, cada dia tem mais carros nas ruas e mais trânsito, é sabido que a maioria das vagas em frente ao comércio são utilizadas, por proprietários ou funcionários dos mesmos, as vagas não têm rotatividade e acaba virando comodidade, deixando de ser a real utilidade da vaga de estacionamento”, disse Chaves Junior.

Segundo ele, alguns estudos nacionais, indicam que o aumento de movimento em frente ao comércio é notável, pois veículos não motorizados, tendem a frequentar o comércio local em distâncias curtas de suas casas e com a ciclofaixa aumenta o incentivo ao uso da bicicleta e ciclistas tem segurança e praticidade em poder parar diretamente ao comércio local.

“A ACBC está pedindo apoio da população porque esses estudantes, professores e funcionários do colégio Higino Pio, estão pedindo por mais segurança e direito de ir e vir de suas casas à sua escola em segurança”, enfatizou Chaves Junior.

Na próxima quinta-feira acontecerá uma reunião com o diretor de trânsito para verificar o que será decidido, se implantar ciclofaixa ou estacionamento.

Diretor Santi recebeu pedido do Grêmio Estudantil.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade