Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Movimento retoma a criação de um parque municipal ou estadual em Taquarinhas
Divulgação
Vereador Meirinho (camisa rosada) e o grupo técnico.

Quarta, 27/2/2019 9:34.

A preservação da praia de Taquarinhas e a sua transformação em um parque municipal ou estadual, foi a pauta de reunião realizada nesta semana entre o vereador André Meirinho e um grupo técnico, formado por professores do Laboratório de Conservação e Gestão Costeira da Univali, Instituto Ideia e Comissão do Meio Ambiente da OAB.

Entre os assuntos discutidos, um novo pedido ao prefeito Fabrício Oliveira para que faça o Decreto de Declaração de Utilidade Pública para fins de implantação do parque e assim garanta aquela área preservada.

Meirinho disse que o assunto é antigo, mas foi retomado agora em função do fato novo que surgiu em janeiro último, quando a Caixa Econômica Federal se apossou de cinco imóveis na região que serviram de garantia a um empréstimo no valor de R$ 122 milhões a uma empresa.

“Em função desse fato decidimos encaminhar nova moção aos deputados estaduais, como já fizemos em 2016, pedindo que retomem o assunto da criação do Parque Taquarinhas. Também nos reunimos com esse grupo técnico, o mesmo que vem trabalhando esse assunto há quase uma década, que acabou se transformando naquela ocasião no projeto de lei apresentado pelo Sargento Amauri Soares e que ficou por muito tempo na gaveta do deputado tucano Marcos Vieira”, relembrou Meirinho.

Por coincidência, essa semana o deputado Ivan Naatz protocolou novo projeto de lei pedindo a criação do Parque Estadual Taquarinhas.

Meirinho disse que o senador Esperidião Amin está tentando viabilizar junto à Caixa Econômica Federal alternativas com o objetivo de manter o espaço público e preservado.

“Estamos trabalhando nesse assunto como cidadão, depois como vereador suplente e agora como vereador, porque queremos buscar alternativas, achar caminhos para manter preservada aquela praia. Queremos ajudar o Executivo e reforçar o pedido de que transforme aquele espaço em utilidade pública, através de decreto”, finalizou o vereador. 

Taquarinhas não pode receber construções enquanto não houver um Plano de Manejo para a Área de Proteção Ambiental da Interpraias que permita.

É improvável que essa permissão venha a ocorrer, portanto a Caixa Econômica pode ter ficado com um "mico" em troca do empréstimo milionário.      

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Movimento retoma a criação de um parque municipal ou estadual em Taquarinhas

Divulgação
Vereador Meirinho (camisa rosada) e o grupo técnico.
Vereador Meirinho (camisa rosada) e o grupo técnico.

Publicidade

Quarta, 27/2/2019 9:34.

A preservação da praia de Taquarinhas e a sua transformação em um parque municipal ou estadual, foi a pauta de reunião realizada nesta semana entre o vereador André Meirinho e um grupo técnico, formado por professores do Laboratório de Conservação e Gestão Costeira da Univali, Instituto Ideia e Comissão do Meio Ambiente da OAB.

Entre os assuntos discutidos, um novo pedido ao prefeito Fabrício Oliveira para que faça o Decreto de Declaração de Utilidade Pública para fins de implantação do parque e assim garanta aquela área preservada.

Meirinho disse que o assunto é antigo, mas foi retomado agora em função do fato novo que surgiu em janeiro último, quando a Caixa Econômica Federal se apossou de cinco imóveis na região que serviram de garantia a um empréstimo no valor de R$ 122 milhões a uma empresa.

“Em função desse fato decidimos encaminhar nova moção aos deputados estaduais, como já fizemos em 2016, pedindo que retomem o assunto da criação do Parque Taquarinhas. Também nos reunimos com esse grupo técnico, o mesmo que vem trabalhando esse assunto há quase uma década, que acabou se transformando naquela ocasião no projeto de lei apresentado pelo Sargento Amauri Soares e que ficou por muito tempo na gaveta do deputado tucano Marcos Vieira”, relembrou Meirinho.

Por coincidência, essa semana o deputado Ivan Naatz protocolou novo projeto de lei pedindo a criação do Parque Estadual Taquarinhas.

Meirinho disse que o senador Esperidião Amin está tentando viabilizar junto à Caixa Econômica Federal alternativas com o objetivo de manter o espaço público e preservado.

“Estamos trabalhando nesse assunto como cidadão, depois como vereador suplente e agora como vereador, porque queremos buscar alternativas, achar caminhos para manter preservada aquela praia. Queremos ajudar o Executivo e reforçar o pedido de que transforme aquele espaço em utilidade pública, através de decreto”, finalizou o vereador. 

Taquarinhas não pode receber construções enquanto não houver um Plano de Manejo para a Área de Proteção Ambiental da Interpraias que permita.

É improvável que essa permissão venha a ocorrer, portanto a Caixa Econômica pode ter ficado com um "mico" em troca do empréstimo milionário.      

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade