Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Deputado sugere audiência pública para discutir criação do Parque Estadual Taquarinhas
Divulgação
Ivan Naatz (PV)

Quinta, 28/2/2019 9:37.

O deputado estadual Ivan Naatz (PV) que protocolou esta semana novo projeto na Assembleia Legislativa, propondo a criação do Parque Estadual da Praia de Taquarinhas, disse que o próximo passo é organizar uma audiência pública em parceria com a Câmara de Vereadores, para debater o assunto junto com a comunidade, que vem pleiteando há anos esse parque ambiental, para preservar aquela praia e acabar de vez com a especulação imobiliária do local.

A área tem mais de 300 mil m2 e faz parte da chamada Área de Preservação Permanente (APA) da Costa Brava, na região da Rodovia Interpraias.

A pauta é antiga. Em 2009 o então deputado estadual Sargento Amauri Soares (PDT) assinou o primeiro projeto sobre o assunto, mas ele não andou, ficou parado em alguma gaveta parlamentar.

Agora o deputado Ivan Naatz, que nesta quinta-feira ( 28), está assumindo a presidência da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Alesc, está retomando o assunto e por coincidência esta semana o vereador André Meirinho e um grupo técnico também se reuniu para tratar da preservação daquela praia. Meirinho está pedindo que o prefeito Fabrício Oliveira faça um decreto de utilidade pública, impedindo de vez o interesse imobiliário que o local desperta.

Naatz disse que um dos objetivos do novo projeto é impedir que parte da área composta por cinco terrenos vá a leilão por iniciativa da Caixa Econômica Federal em função de garantia por empréstimo empresarial de uma construtora que tinha projetos de edificação no local. Mas a justificativa principal que colocou no projeto é atender o clamor público.

Se aprovado e transformado em lei há previsão também de que no prazo máximo de um ano após a promulgação, deverá ser criado o Conselho Gestor do Parque Estadual de Taquarinhas e na sequência, o Plano de Manejo. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

O presidente da Caixa parece ter concordado com a necessidade de preservação


Variedades

No Sardinhas Bar e Bistrô, em Itajaí, o melhor do jazz e da música instrumental brasileira.


Cidade

Um cano rompido levava o esgoto para o pluvial


Esportes

A recordista dos 100m e 200m rasos é de Balneário Camboriú


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Deputado sugere audiência pública para discutir criação do Parque Estadual Taquarinhas

Divulgação
Ivan Naatz (PV)
Ivan Naatz (PV)
Quinta, 28/2/2019 9:37.

O deputado estadual Ivan Naatz (PV) que protocolou esta semana novo projeto na Assembleia Legislativa, propondo a criação do Parque Estadual da Praia de Taquarinhas, disse que o próximo passo é organizar uma audiência pública em parceria com a Câmara de Vereadores, para debater o assunto junto com a comunidade, que vem pleiteando há anos esse parque ambiental, para preservar aquela praia e acabar de vez com a especulação imobiliária do local.

A área tem mais de 300 mil m2 e faz parte da chamada Área de Preservação Permanente (APA) da Costa Brava, na região da Rodovia Interpraias.

A pauta é antiga. Em 2009 o então deputado estadual Sargento Amauri Soares (PDT) assinou o primeiro projeto sobre o assunto, mas ele não andou, ficou parado em alguma gaveta parlamentar.

Agora o deputado Ivan Naatz, que nesta quinta-feira ( 28), está assumindo a presidência da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Alesc, está retomando o assunto e por coincidência esta semana o vereador André Meirinho e um grupo técnico também se reuniu para tratar da preservação daquela praia. Meirinho está pedindo que o prefeito Fabrício Oliveira faça um decreto de utilidade pública, impedindo de vez o interesse imobiliário que o local desperta.

Naatz disse que um dos objetivos do novo projeto é impedir que parte da área composta por cinco terrenos vá a leilão por iniciativa da Caixa Econômica Federal em função de garantia por empréstimo empresarial de uma construtora que tinha projetos de edificação no local. Mas a justificativa principal que colocou no projeto é atender o clamor público.

Se aprovado e transformado em lei há previsão também de que no prazo máximo de um ano após a promulgação, deverá ser criado o Conselho Gestor do Parque Estadual de Taquarinhas e na sequência, o Plano de Manejo. 

Publicidade

Publicidade