Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

“Balneário Camboriú está mais do que preparada para receber o selo Cidade Amiga do Idoso”
Haydée, Christina e o prefeito Fabrício.

Sexta, 8/2/2019 17:24.

(Renata Rutes Henning/JP3) - Nesta quinta e sexta-feira (7 e 8) Balneário Camboriú recebeu Haydée Padilla, que representou a Organização Panamericana de Saúde e Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) para avaliar a candidatura da cidade ao título de "Amiga do Idoso".

Ela conheceu de perto tudo o que Balneário Camboriú oferece aos 60+. e garantiu que a cidade deve receber a resposta sobre o selo Cidade Amiga do Idoso em até três meses.

Haydée conta que a visita era para saber se Balneário Camboriú estaria pronta para a certificação e que ao fazer esse diagnóstico pôde ver que ela está mais do que preparada.

“Ainda na tarde desta sexta-feira vamos preencher os documentos para enviar para a sede da OMS, em Genebra. Um comitê mundial vai analisar e eles têm de dois a três meses para dar a resposta. Vamos tentar pedir que não demore tudo isso”.

A coordenadora salienta que as iniciativas de Balneário em relação aos idosos são de extrema qualidade, e por isso sugeriu uma sistematização junto ao Governo do Estado. “Vamos solicitar que esse modelo seja promovido em toda Santa Catarina, e até mesmo para outros estados e países. Queremos que a Christina Barichello (a secretária municipal do idoso) nos auxilie nisso, pois é um trabalho que precisa ser ainda mais reconhecido.

É sem dúvidas um município com uma experiência exitosa nessa área”, completou.

Realização e futuro

A secretária Christina Barichello esteve à frente da visita e diz que o momento é de realização. A Secretaria da Pessoa Idosa é um destaque do governo municipal, já conquistou o Prêmio Direitos Humanos, no final de 2018.

“A dra. Haydée conheceu os nossos equipamentos, centros de convivência nos bairros Nações, Municípios e Centro. Conversou com os nossos idosos e até participou de um luau que fizemos na noite de quinta, na Praia do Buraco. Centenas de idosos estavam lá, o prefeito Fabrício Oliveira também foi e cantou com eles. Foi muito bonito”, salientou.

Nesta sexta houve uma reunião técnica com a presença de todo o secretariado, onde foi apresentada para Haydée pesquisa realizada pelo Instituto Federal Catarinense – Campus Camboriú para diagnosticar a vida dos idosos em Balneário, analisando habitação, meio ambiente, transporte, saúde, socialização etc..

“Mostramos que já estamos focando nisso, pois sabemos que o futuro começa agora. Estudos indicam que até 2030, no Brasil, haverá mais idosos do que crianças até cinco anos. Por exemplo, precisaremos ter mais geriatras do que pediatras. As universidades também precisam se preparar para isso”, comentou Christina.

Um exemplo é o Grupo Ânima Educação, que adquiriu a Unisociesc e está fazendo uma parceria com a prefeitura. A instituição se comprometeu a colocar no currículo de cursos como Psicologia e Pedagogia disciplinas que foquem no idoso.

A secretária aproveita para lembrar que a percepção do que é ser idoso também está mudando. Porém, ainda há preconceito – inclusive, segundo ela, sua secretaria lutou contra isso para se manter e ser o que é hoje.

“Cada vez vamos viver mais. O idoso de hoje está no mercado de trabalho, eles querem viver, querem emoções. É por isso que estamos sendo uma referência. Os 60+ só são diferentes porque viveram mais. Esse momento é de realização profissional e pessoal. Estou muito feliz”, afirma.

Mudanças

No início de março o promotor recém aposentado Rosan da Rocha assume a Secretaria da Pessoa Idosa. Christina conta que isso era para ter acontecido em dezembro, porém demorou porque ela e o prefeito estavam procurando a pessoa ideal para o cargo. “Veio a calhar a aposentadoria do Dr. Rosan, que sempre foi um grande apoiador e inclusive incentivou a criação da SPI. Ele sempre defendeu junto conosco o direito da pessoa idosa. Não perdi nada, ganhei mais um parceiro. Aquilo que você acredita não acaba quando você sai de uma pasta”, destacou.

O futuro de Christina já está certo: ela chefiará a Secretaria de Inclusão Social, onde focará principalmente em políticas públicas para mulheres e deficientes. “Combinamos parceria entre as duas secretarias, fizemos um alinhamento. Agradeço muito a todos os idosos de Balneário e à minha equipe, pois sei que fizemos grandes coisas até aqui. Ser convidada pela OMS para levar nossos projetos para outros países é um sonho, jamais imaginei que aconteceria. Ás vezes a gente não acredita no nosso potencial, mas é tempo de reconhecer”, finalizou. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

“Balneário Camboriú está mais do que preparada para receber o selo Cidade Amiga do Idoso”

Haydée, Christina e o prefeito Fabrício.
Haydée, Christina e o prefeito Fabrício.

Publicidade

Sexta, 8/2/2019 17:24.

(Renata Rutes Henning/JP3) - Nesta quinta e sexta-feira (7 e 8) Balneário Camboriú recebeu Haydée Padilla, que representou a Organização Panamericana de Saúde e Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) para avaliar a candidatura da cidade ao título de "Amiga do Idoso".

Ela conheceu de perto tudo o que Balneário Camboriú oferece aos 60+. e garantiu que a cidade deve receber a resposta sobre o selo Cidade Amiga do Idoso em até três meses.

Haydée conta que a visita era para saber se Balneário Camboriú estaria pronta para a certificação e que ao fazer esse diagnóstico pôde ver que ela está mais do que preparada.

“Ainda na tarde desta sexta-feira vamos preencher os documentos para enviar para a sede da OMS, em Genebra. Um comitê mundial vai analisar e eles têm de dois a três meses para dar a resposta. Vamos tentar pedir que não demore tudo isso”.

A coordenadora salienta que as iniciativas de Balneário em relação aos idosos são de extrema qualidade, e por isso sugeriu uma sistematização junto ao Governo do Estado. “Vamos solicitar que esse modelo seja promovido em toda Santa Catarina, e até mesmo para outros estados e países. Queremos que a Christina Barichello (a secretária municipal do idoso) nos auxilie nisso, pois é um trabalho que precisa ser ainda mais reconhecido.

É sem dúvidas um município com uma experiência exitosa nessa área”, completou.

Realização e futuro

A secretária Christina Barichello esteve à frente da visita e diz que o momento é de realização. A Secretaria da Pessoa Idosa é um destaque do governo municipal, já conquistou o Prêmio Direitos Humanos, no final de 2018.

“A dra. Haydée conheceu os nossos equipamentos, centros de convivência nos bairros Nações, Municípios e Centro. Conversou com os nossos idosos e até participou de um luau que fizemos na noite de quinta, na Praia do Buraco. Centenas de idosos estavam lá, o prefeito Fabrício Oliveira também foi e cantou com eles. Foi muito bonito”, salientou.

Nesta sexta houve uma reunião técnica com a presença de todo o secretariado, onde foi apresentada para Haydée pesquisa realizada pelo Instituto Federal Catarinense – Campus Camboriú para diagnosticar a vida dos idosos em Balneário, analisando habitação, meio ambiente, transporte, saúde, socialização etc..

“Mostramos que já estamos focando nisso, pois sabemos que o futuro começa agora. Estudos indicam que até 2030, no Brasil, haverá mais idosos do que crianças até cinco anos. Por exemplo, precisaremos ter mais geriatras do que pediatras. As universidades também precisam se preparar para isso”, comentou Christina.

Um exemplo é o Grupo Ânima Educação, que adquiriu a Unisociesc e está fazendo uma parceria com a prefeitura. A instituição se comprometeu a colocar no currículo de cursos como Psicologia e Pedagogia disciplinas que foquem no idoso.

A secretária aproveita para lembrar que a percepção do que é ser idoso também está mudando. Porém, ainda há preconceito – inclusive, segundo ela, sua secretaria lutou contra isso para se manter e ser o que é hoje.

“Cada vez vamos viver mais. O idoso de hoje está no mercado de trabalho, eles querem viver, querem emoções. É por isso que estamos sendo uma referência. Os 60+ só são diferentes porque viveram mais. Esse momento é de realização profissional e pessoal. Estou muito feliz”, afirma.

Mudanças

No início de março o promotor recém aposentado Rosan da Rocha assume a Secretaria da Pessoa Idosa. Christina conta que isso era para ter acontecido em dezembro, porém demorou porque ela e o prefeito estavam procurando a pessoa ideal para o cargo. “Veio a calhar a aposentadoria do Dr. Rosan, que sempre foi um grande apoiador e inclusive incentivou a criação da SPI. Ele sempre defendeu junto conosco o direito da pessoa idosa. Não perdi nada, ganhei mais um parceiro. Aquilo que você acredita não acaba quando você sai de uma pasta”, destacou.

O futuro de Christina já está certo: ela chefiará a Secretaria de Inclusão Social, onde focará principalmente em políticas públicas para mulheres e deficientes. “Combinamos parceria entre as duas secretarias, fizemos um alinhamento. Agradeço muito a todos os idosos de Balneário e à minha equipe, pois sei que fizemos grandes coisas até aqui. Ser convidada pela OMS para levar nossos projetos para outros países é um sonho, jamais imaginei que aconteceria. Ás vezes a gente não acredita no nosso potencial, mas é tempo de reconhecer”, finalizou. 

Publicidade

Publicidade