Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Prefeito e secretários de Balneário Camboriú listam as prioridades de 2019
Power Produtora/PMBC
Alargamento da praia, a prioridade das prioridades em 2019

Sexta, 11/1/2019 15:48.

Por Marlise Schneider Cezar

Entre as inúmeras ações, obras e projetos prontos para sair do papel neste terceiro ano de governo do prefeito Fabrício Oliveira, um pode ser considerado a prioridade das prioridades: a recuperação e o alargamento da faixa de areia da Praia Central, o principal cartão postal de Balneário Camboriú e que já rendeu três décadas de discussão, passou por vários prefeitos, mas nunca esteve tão perto de sair do papel. Se depender do prefeito, a obra inicia em maio e estará pronta para a próxima temporada.

Neste início de ano, a reportagem do Página3 reuniu as prioridades para 2019 apontadas pelo prefeito e por todo seu secretariado. O alargamento da praia aparece em várias secretarias.


Acompanhe as prioridades do prefeito Fabrício Oliveira

Fotos: Divulgação/PMBC

“O governo tem inúmeros projetos para esse ano. Dezenas de projetos devem sair do papel nesses próximos 12 meses. Entre os prioritários, temos a recuperação da Praia Central, cujas licitações das condicionantes ambientais já estão em andamento e a autorização de financiamento já foi dada pelo Legislativo.

A construção do molhe do Pontal Norte, prevista para abril deste ano e ainda a recuperação do Rio Marambaia, que inclui a construção de um novo emissário de esgoto, que aumentará a capacidade de vazão da rede de esgoto da região Norte.

Além dessas importantes obras para o meio ambiente, esse ano teremos todos os encaminhamentos para a construção do Mercado Público da Barra, as construções do Boulevard das Ruas 1.200 e 4.800.

Outra área que, novamente terá um grande investimento será a Segurança Pública, que receberá R$ 10 milhões para investimentos para compor um circuito completo de monitoramento da cidade.

Serão reurbanizadas algumas ruas na região das Praias Agrestes. Entre elas: Higino João Pio, Rua Vitório Fornerolli, Alameda das Acácias e Alameda Araucária.

Também vamos acelerar o prolongamento da Quarta Avenida até a Rua 3.700.

Outras obras como a construção da Avenida Panorâmica deverão começar em 2019, assim como a reestruturação das Ruas Raposo Tavares e Avenida da Lagoa.

Nas ações de gestão, vamos resolver a questão da administração do Hospital Ruth Cardoso e colocar em funcionamento o novo Pronto Socorro em breve”.


Acompanhe as prioridades de cada secretaria municipal

Rubens Spernau, secretário do Planejamento

 *Encaminhar todos os processos ambientais junto ao Instituto do Meio Ambiente (IMA) e outros órgãos, para obter a licença de operação de instalação do aterro da reestruturação da faixa de areia;

*Trabalhando na construção de um Termo de Referência que permita ao edital ser bem transparente, acessível e conter elementos técnicos que garantam que a obra seja executada com qualidade; aparentemente é uma coisa simples, mas nem tanto, estamos trabalhando nisso e na elaboração do edital.

*Superada essa questão que deu entrada em Brasília na Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e que tem que passar pelo Senado para que tenhamos liberação efetiva do financiamento de parte do Banco do Brasil que acreditamos não ser muito demorado e com esses outros elementos que ainda não temos a LAI vamos lançar o edital; nesse intervalo em que o edital está acontecendo, deveremos estar com os documentos de todos os serviços que contratamos que foi uma exigência da Licença Ambiental Prévia (LAP) para dar entrada junto ao IMA. Essa é a prioridade das prioridades.

*Paralelo a isso temos projetos em curso que fazem parte das operações urbanas.

*Lançando até final do mês a pavimentação e a qualificação da Rua 3198, que é a continuação da Quarta Avenida até a 3300 e de uma transversal que vai da Marginal até a avenida Atlântica, via 3122.

*Rua 3208, falta apenas um imóvel para desapropriar, ela permitirá chegar da 3100 até a 3700, no entanto temos quatro imóveis construídos sobre o traçado da rua em terreno público. São construções irregulares feitas sobre espaço público, é uma questão judicial;

*Na parte central o elevado da Quarta, a nova ligação da Martin Luther com a avenida das Flores, parece que serão as grandes obras deste governo na região central no que concerne à mobilidade, deve melhorar muito o trânsito naquela região, é uma melhoria de fato bem significativa.

*Lançando edital de acesso à BR-101 no setor norte da cidade, saindo pelo Ariribá. Ainda é um projeto. Quando nos for entregue, nos permitirá decidir sobre a viabilidade econômica da obra bem como as condições ambientais para que ela se instale.

*Tem a Martin Luther com projeto e áreas já definidas e traçadas desde a época em que eu era prefeito, quando foram congelados os imóveis para implantação da Martin Luther e também na continuação da Quarta Avenida. O projeto está executado até a Rua João de Barro. Falta indenizar esses proprietários, mas temos recursos para isso e devemos ainda neste governo dar sequência a essa obra. Sua ligação efetiva com Itajaí depende do andamento das obras de Itajaí que vai se conectar nessa via, paralela a Osvaldo Reis;

*Estamos trabalhando numa grande escola, onde hoje está o Ciep, na Vila Real, o projeto arquitetônico finalizou, até março esperamos ter todos os projetos e planilhas para que possamos lançar o edital. Na área da educação este será o ponto alto deste governo.

Ike Gevaerd, secretário Meio Ambiente

*APA da Costa Brava: Finalização do Plano de Manejo mais os estudos para criação do Parque Natural Municipal Taquarinhas;

*Bandeira Azul: Buscar a bandeira para a praia de Taquaras e inscrever a praia do Pinho na fase piloto; cumprir todos os critérios exigidos pelo programa nas praias do Estaleiro e do Estaleirinho que já conquistaram a bandeira em 2018;

*Operação Águas Limpas Costa Brava: continuidade das campanhas de conscientização e fiscalização nos cursos d´água da APA da Costa Brava, trabalho que tem a participação de outros setores da prefeitura;

*Erradicação de espécies Arbóreas Exóticas em áreas públicas na região da Costa Brava;

*Laranjeiras: finalização e posterior implantação do Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD);

*Bairro da Barra: projeto de criação do Parque das Pedreiras da Barra juntamente com a Guarda Ambiental;

*Rio Camboriú: fortalecimento do pacto do rio Camboriú assinado pelos prefeitos de Camboriú e Balneário Camboriú; *Apoio para a Construção do Batalhão da Polícia Ambiental Militar.

*Praia Central: acompanhamento da obtenção das licenças ambientais para o alargamento e monitoramento dos planos e programas exigidos pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) referentes à enseada de Balneário Camboriú;

*Monitoramento da Qualidade Ambiental da Enseada/Briozoários e Algas Verdes;

*Parque Raimundo Malta:

-Estudos para Controle Populacional das Capivaras

-Novo Ambiarte

-Escola Ambiental

-Vila dos Escoteiros

-Caminho Especial Jardim São Francisco

-Requalificação das Trilhas e do Labirinto

-Ampliação dos Serviços Fitoterápicos

*Dog Parque: construção de dois novos Parques, um na Barra Norte e outro no Bairro dos Municípios;

*Possibilidade de espaços para pets em praias do município;

*Acompanhamento dos novos serviços e obras da Ambiental:

-CVM (Centro de Valorização de Materiais Recicláveis);

-PEV (Ponto de Entrega voluntária de Resíduos);

-Coleta mecanizada;

-Campanha de educação ambiental;

-Incremento na coleta seletiva;

*Remodelação do Programa Terra Limpa;

*Acompanhamento e monitoramento dos Termos de Ajustamento de Conduta;

*IPTU Verde: criação de mosaicos de reservas particulares do patrimônio natural;

*Incremento aos programas Praia Limpa, Gestão das Praias e Projeto Orla;

*Fortalecimento do Departamento de Fiscalização;

*Readequação do Conselho Municipal do Meio Ambiente.

Fernando Marchiori, secretário de Controle Governamental e Transparência Pública

*Realizar a ‘Semana Municipal da Transparência e Combate à Corrupção’, na semana que inclui o dia 16 de maio de cada ano, data comemorativa da vigência da Lei Federal de Acesso à Informação - Lei Nacional nº 12.527/11. Nesta semana serão desenvolvidas ações educativas através de palestras, seminários, conferências e atividades culturais e de lazer. Conforme determina a Lei Municipal 4062/17,

a administração municipal procurará parcerias com os órgãos estaduais e federais, instituições de ensino e religiosas, bem como, empresas e entidades prestadoras de serviço, com o intuito de ampliar e fortalecer o controle social e as atividades relacionadas à Semana Municipal da Transparência e Combate à Corrupção. Na Semana Municipal da Transparência e Combate à Corrupção, o Poder Executivo deverá apresentar à sociedade, à imprensa e às entidades de Controle Social, por intermédio de relatório, balanço atualizado das ações realizadas em fomento à transparência pública, aos controles interno e social do municipio;

*Implementar o Conselho Municipal de Transparência conforme prevê a Lei 4136/18;

*Aproximar o controle interno das secretarias, afim de orientar de forma clara e dentro das normas legais, os servidores para que tenhamos mais transparência nos processos e procedimentos internos de cada secretaria.

*Melhorar a posição de Balneário Camboriú no Ranking Nacional de Transparência também é um desafio para 2019.

Mariana Dalvesco, superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC)

*O projeto ‘Viva Verão’ em andamento na Praia Central, foi licitado pela primeira vez, separamos o espaço da orla em lotes esportivos e determinamos o que a FMEBC queria como requisito mínimo em cada espaço. A vantagem é que a Fundação ao invés de ter custos, pode fazer uma captação com os vencedores e ainda acrescentar novidades. Isso é o começo do que pretendemos para 2019, licitar alguns eventos que são tradicionais para que possam receber novas ofertas, aumento na qualidade do serviço prestado, porque muitas vezes a Fundação se limita por não poder negociar patrocínios e exposição de marca;

*Reformas, melhorias e revitalizações dos espaços esportivos, nos campos, ginásios, centro olímpico e em geral. Começou a ser feito em dezembro e segue através de um mutirão da equipes de manutenção da FMEBC em parceria com outras secretarias;

*Regularizar a documentação dos imóveis da FMEBC, muitos inaugurados e embora sendo utilizados há muitos anos nunca tiveram essa documentação regularizada. Pretendemos finalizar 2019 com todos imóveis regularizados.

*Estruturar um novo setor de projetos para captação de recursos externo, estadual e federal através de equipe da Fundação capacitada para isso;

*Reestruturar os Jogos Escolares de BC (JEBC/Jebequinho/ParaJebc) pelo crescimento que obtivemos em 2018: vamos trabalhar esse ano, através de classificatórias regionais e vamos fazer uma grande abertura do evento e um encerramento no final do ano;

*Lançamento oficial do projeto ‘BC Virando o Jogo’, que é um projeto de iniciação esportiva em 12 escolas municipais;

*Ampliar o projeto ‘Paradesporto na Escola’, que acontecia somente nas escolas de nível fundamental. Agora será realizado também nos núcleos infantis;

*Instalação de seis novas academias ao ar livre;

*Continuar a revisão do Bolsa Atleta e do Fundesporte. Esse ano tivemos uma suplementação, o valor será R$ 1,1 milhão, (ano passado o valor era de 900 mil). Apesar de parecer um ganho, o municipio conta hoje com muito mais atletas com títulos e que podem concorrer. Por isso é necessário uma revisão;

*O Fundesporte também foi suplementado, entraremos 2019 com valor de R$ 600 mil e estamos procurando redirecionar diversos eventos para que sejam apresentados projetos que sejam contemplados através desse fundo.

*Fortalecer o do setor de inteligência do rendimento, um setor que BC inovou em 2018 e vamos fortalecer em 2019;

*Aproximar mais o Conselho Municipal de Esportes da FMEBC e torná-lo mais representativo;

*Criar um evento de premiação dos destaques, dos melhores do ano da FMEBC;

*Vários outros projetos ainda sendo alinhados.

George Varela, presidente da Fundação Cultural

*Primeira fase do Centro Integrado de Cultura (CIC) e o Plano Museológico serão nossas primeiras ações desse ano.

São projetos prioritários do governo: a ressignificação e requalificação do CIC, que começa com um projeto conceitual passando por adequação de novas utilizações do espaço e culmina na primeira etapa num projeto de identificação da infraestrutura onde está a Fundação. Nosso objetivo: esse prédio está reconhecido como ‘prédio do teatro’, mas temos ali a estrutura da sede administrativa, o teatro, a galeria municipal, a praça Bruno Nitz, a revitalização da Rua 200, os murais artísticos (agora é o do Tom Veiga que ficará por 2 anos) Esse é o projeto principal dos 4 anos do governo. O segundo projeto prioritário é o Plano Museológico, passou a ser desenvolvido ano passado, está em andamento, faltam poucos detalhes, depende de orçamento, mas estão caminhando;

*Manter o edital de Eventos e Credenciamento. É um problema sério, se não conseguir esse recurso vamos perder o edital deste ano;

*Reforma do Teatro Municipal;

*Reforma da Biblioteca e Arquivo Histórico;

*Restauração da Casa Linhares;

*Projeto de captação para oficina de artes na Praça da Cultura;

*Licitação da Vila do Artesanato quase finalizada (objetivo é regularizar a situação de todos que tem lojas lá e moralizar o uso daquele espaço, porque pretendemos estabelecer uma taxa de ocupação, que poderá ser lançada no primeiro trimestre;

*Concluir novo decreto das feiras;

*Projeto arquitetônico da ampliação do CIC;

*Desenvolver o selo Artesanato Identitário, que vai identificar os poucos, raros artesãos que se enquadram de acordo com o extinto Minc. Criar um projeto de valorização do artesanato local para que se diferencie, se distancie do industrianato e dos trabalhos manuais;

*Projeto de Registro de Lugar, para começar a identificar melhor os lugares históricos de BC. Por exemplo: as duas extremidades merecem ter tombados os nomes Marambaia (Pontal Norte) e Baturité (Barra Sul);

*Determinar recursos para o Festival da Canção;

*Reforma administrativa já apresentada;

*Reforma do atelier da Casa Linhares, para gerar mais atividades naquele espaço que tem problemas de rede elétrica, infiltrações etc;

*Manutenções corriqueiras;

*Instalar câmeras de segurança em todos os equipamentos culturais, ganhamos através de um TAC do Banco Itaú. 60 mil;

*Organizar o uso do estacionamento do teatro - se é possível fazer uma concessão de uso ou o fechamento dele, porque é utilizado sem nenhum critério;

*Sinalização interna de todos os equipamentos da cultura;

*Aquisição dos veículos. um carro e vendo a possibilidade de adquirir uma scooter;

*Revisão do Plano Municipal de Cultura junto com o Conselho Municipal de Política Cultural;

*Precisamos captar recursos urgentes porque ano passado conseguimos reforçar e valorizar bastante o turismo regional com as festas na Barra e praias agrestes e elas estão sob ameaça (Festa do Bonsucesso e Arrancadão das Canoas, Festa do Pescador, Raízes de Taquaras, Festa de Santo Amaro, Festa da Tainha);

*Avançar na regularização dos processos de realização da Semana Farroupilha (ou por licitação ou pela Lei Rouanet).

Christina Barrichelo, secretária da Pessoa Idosa e da Inclusão Social

Secretaria da Pessoa Idosa:

*A Cidade do Idoso: complexo de referência e atendimento no Bairro dos Municípios;

*Campanha para arrecadação de verba para o Fundo Municipal do Idoso;

*Receber o selo da Organização Mundial de Saúde de ‘Cidade Amiga do Idoso’;

*Eleição direta para cargos da secretaria da Pessoa Idosa "representação voluntária dos 60+";

*Fórum Regional do Idoso; Abertura do Restaurante Funcional do Idoso;

*Criação da Orquestra e Fanfarra dos 60+;

*Projeto Liga do Bem 60+ (idosos visitam e apoiam outros idosos que vivem no isolamento);

*Continuidade das 80 oficinas que funcionam na sede da secretaria.

Secretaria da Inclusão Social:

*Reforma nos centros comunitários;

*Sede própria do Cras Nação Cidadã;

*Criação da escola profissionalizante para capacitação ao mercado de trabalho, como exemplo: barbeiro, manicure, gastronomia, costura, maquiagem, panificação, porteiro, cuidador de idosos e outros;

*Programa de reciclagem para agentes ambientais (catadores);

*Centro de apoio à pessoa com deficiência;

*Oficinas inclusivas tais como balé para cadeirantes, teatro, e outros;

*Laboratório do Projeto Minha Casa em Ordem;

*Ampliação do programa Jovem Aprendiz;

*Fábrica de bolachas temáticas para geração de renda a mulheres vítimas de violência;

*Criação do espaço juventude;

*Ampliação dos profissionais do programa Abraço à Vida.

*Reforma da casa do Adolescente e construção da Casa Lar da Criança.

João Tatá Miguel, secretário de Obras

“A secretaria de Obras não trabalha com projetos. A prioridade de todos os anos é manter a cidade arrumada e limpa, mas nesse ano de 2018, a secretaria se envolveu em alguns projetos por determinação do prefeito, como a Quarta Avenida, Terceira Avenida, Rua 3100, Centro de Eventos, isso sobrecarregou…e para 2019, algum projeto deverá vir, mas até agora a prioridade é limpar, manter a cidade limpa e organizada, consertada, com pintura, jardins, gramados, valas, rios, parquinhos, decks”.

Samaroni Benedet, secretário de Compras

*Plano principal é tornar os processos mais transparentes por meio da virtualização dos processos licitatórios;

*Ampliar o assessoramento das secretarias no processo de compras com treinamento do pessoal, modernização do site, por meio da criação de um painel com as informações das licitações - semana a semana - e a modernização da fiscalização dos contratos, por meio de treinamento dos fiscais;

*Criação de bancos de preços e numa agenda oficial de licitações, que está em desenvolvimento desde 2018, com auxílio do Sebrae. Essa medida faz com que certas licitações tenham datas pré-determinadas.

*Ampliar as licitações para as micro e pequenas empresas de Balneário Camboriú, um projeto que começou em 2018 e cujo próximo passo é intensificar a participação das empresas locais. Para isso serão promovidos encontros, chamamentos e treinamentos dos empresários da cidade, principalmente por meio da Sala do Empreendedor;

*Dedicar atenção especial às licitações que ocorrem em função da recuperação da Praia Central.

Andressa Hadad, secretária da Saúde

Nossos quatro projetos prioritários para 2019 são:

*Abertura da UPA das Nações (estamos fazendo todas as adequações conforme orientações da vigilância sanitária estadual);

*Entrega do PS do Ruth (vamos revisar a rede de gases e fazer a instalação do ar condicionado central na área nova do PS. O que já está em andamento é a revisão hidráulica, revisão elétrica e agora iniciamos a maquiagem, todos esses processos estão em andamento, porque o PS ficou seis anos fechado, vândalos entraram e destruíram aquele espaço);

*Retomando o processo da publicização (terceirização) do Ruth Cardoso: um processo que já estava aberto e nossa meta era concluí-lo no começo de 2019, mas como uma das empresas perdeu o prazo para participação do certame na qualificação, ela entrou com uma solicitação judicial para suspensão do projeto até análise da juíza, verificando a possibilidade de participação deles no processo. Tivemos que acatar a suspensão, mesmo a empresa tendo perdido o prazo devido uma decisão judicial. Esse processo foi analisado e a suspensão foi cancelada, por isso estamos retomando esse processo da terceirização;

*Aumento da cobertura da saúde pública, da atenção básica, primária no municipio. Estava estacionado em 47%, já estamos em 53% e esse ano queremos atingir 90% de cobertura da atenção básica, fazendo o inverso da pirâmide. Hoje a pirâmide está ao contrário: atenção básica com pouca equipe para ofertar; a secundária, especializada com todos os exames, especialistas, temos muitos encaminhamentos, devido a pouca resolutividade da atenção básica; atenção terciária, que é o Ruth Cardoso, onde temos uma demanda muito grande, pela falta da atenção básica e pelos inúmeros encaminhamentos da atenção secundária.

Miro Teixeira, secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico

*Em janeiro apresentaremos ao prefeito o ‘case’ de planejamento da secretaria de Turismo, através do sistema que recebemos de Gestão e Orientação para Resultados (GEOR), que mantém um cadastro online de todos os projetos realizados e em andamento, inclusive com valores, o que permitirá um acompanhamento de tudo que está acontecendo. Vamos mostrar como implantamos esse softer dentro da secretaria de Turismo para que o prefeito consiga fazer o acompanhamento, por secretaria, de todos os projetos do seu governo;

*Continuar a implantação do desenvolvimento econômico, um setor que não existia de fato na secretaria e que em parceria com o Sebrae, ganhou força, com a instalação de vários programas em andamento. Entre eles, o Cidade Empreendedora; o Balcão do Empreendedor; Alvarás online; JEEP; BC Criativo;

*Aprovação do Plano Municipal de Turismo, em dezembro na Câmara de Vereadores (formamos uma comissão composta por três turismólogas da Sectur para manter atualizado e acompanhar a sua execução).

*Manter e avançar em todos esses ítens, dar sequência à promoção e divulgação do municipio e dar continuidade nos projetos novos com esse sistema já implantado.

Rosângela Percegona Borba, secretária da Educação

*Dia 6 de fevereiro palestra sobre inteligência emocional no clube Ariribá para os servidores da educação. Palestra de retorno das férias e início do ano.

*Apresentação do novo modelo de uniforme escolar da rede de BC (em fevereiro). Desfile para apresentação para a comunidade;

*Entrega do material escolar aos alunos. Em fevereiro.

*Manutenções das unidades escolares continuarão ao longo do ano com a equipe da educação;

*Reforma por meio de processo licitatório nas escolas Tomáz Garcia, Ghislandi, Nova Esperança;

*Continuar os projetos ‘Ética e Cidadania’, ‘Jovem Doutor’, ‘E se fosse você’....,dentre outros;

*Compra de jogos e parque adaptado para alunos com deficiência;

*Inicia este ano o trabalho do auxiliar de apoio em questões pedagógicas, auxiliando os alunos com deficiência em sala de aula, além do contraturno que já ocorre. Isso não tinha em anos anteriores. É uma conquista;

*Fortalecimento parental com palestras para pais sobre diferentes assuntos, por exemplo, relacionamento pais e filhos, como auxiliar nas tarefas de casa, limites, etc;

*Concluir o projeto arquitetônico da escola em tempo integral elaborado pelos engenheiros e arquitetos da Amfri;

*Implantar o sistema de matrículas online em todas as unidades, conforme fizemos no CIEP e na Vereador Santa e deu muito certo;

*Dar continuidade à formação continuada dos professores cumprindo o contrato que é de 3 anos. Isso será uma exigência que Balneário Camboriú já faz;

*Ensino de inglês, espanhol e libras com sede na rua Canelinha, onde funciona o projeto Oficinas.

Franc Ribeiro Corrêa, secretário da Fazenda

*Para 2019, na Secretaria da Fazenda começarão a ser feitos treinamentos dos fiscais para fiscalização de ISS da rede bancária. A legislação mudou, portanto, a necessidade de treinar os fiscais para esse trabalho poderá promover a melhoria da arrecadação.

*Implantação de melhorias do sistema de certidões e segundas vias de boleto para facilitar ao contribuinte o acesso.

Antônio Gabriel Castanheira, secretário da Segurança

“Contratar mais efetivo é complicado, por isso precisamos cada vez mais investir em tecnologia. Atualmente implantamos boas estratégias, a distribuição do pessoal, como mapeamos o crime, colocamos um inspetor da Guarda Municipal em cada bairro para nos aproximar e tomar conhecimento das principais necessidades, os tótens funcionam bem e tudo isso iremos manter e melhorar em 2019. Mas é preciso investir forte em tecnologia. Por isso eu diria que a prioridade das prioridades na área este ano será reformular e modernizar a Central de Monitoramento, fazer a ‘Cerca Digital’, uma muralha de câmeras que irão monitorar todas as entradas e saídas da cidade, desta forma teremos controle sobre qualquer veículo que entra na cidade. É um projeto complexo, de alto custo e a intenção é instalar as câmeras em 100 pontos na cidade. As imagens servirão como subsídio para polícia civil importantes em condenações penais. Os criminosos vão se afastar, porque sabem que a cidade estará toda monitorada. A ideia não é comprar estes equipamentos, porque eles ficam obsoletos e também porque a manutenção das câmeras é praticamente diária e muito cara, mais vantajoso será locar. Hoje somos a cidade mais segura do sul e a quarta mais segura do país e as três cidades que estão na nossa frente tem o monitoramento digital que queremos implantar aqui. Quando a cerca digital estiver ativada seremos a cidade mais segura do país. Tenho certeza absoluta”.

Karine Almeida Gomes, secretária de Gestão Administrativa

 

Na Secretaria de Gestão Administrativa, entre os projetos prioritários estão:

*Interconexão de rede com rede de fibra ótica, nos postos de saúde e escolas;

*Contratação dos servidores em nuvem;

*Finalização do censo;

*Estudo de impacto da folha;

*O e-social será implementado em 2019;

*A locação de alarmes e monitoramento em todos os prédios públicos;

*A modernização dos sistemas da prefeitura;

*O lançamento de um aplicativo para serviços da prefeitura;

*As licitações de venda de terrenos públicos;

*A auditoria de rede própria da administração para identificar tudo o que tem na rede de 300 câmeras;

*A realização de cursos on line;

*Lançamento da plataforma mudo;

*O chamamento público para novos pontos de wifi em locais públicos.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Seria um negócio imobiliário bastante vantajoso. Cidade continuará recebendo navios de cruzeiro.


Cidade

“Tem que ver se não é um problema de gestão deles”, dispara referindo-se aos hoteleiros  


Opinião


Opinião

"Não tente enrolar um brasileiro divulgando uma coisa e entregando outra" 


Publicidade


Publicidade


Cidade

Balneário Camboriú adotará entrega voluntária em ponto da prefeitura  


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Geral

Até embarcações de pequeno porte levantam areia, depende das condições 


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Prefeito e secretários de Balneário Camboriú listam as prioridades de 2019

Power Produtora/PMBC
Alargamento da praia, a prioridade das prioridades em 2019
Alargamento da praia, a prioridade das prioridades em 2019
Sexta, 11/1/2019 15:48.

Por Marlise Schneider Cezar

Entre as inúmeras ações, obras e projetos prontos para sair do papel neste terceiro ano de governo do prefeito Fabrício Oliveira, um pode ser considerado a prioridade das prioridades: a recuperação e o alargamento da faixa de areia da Praia Central, o principal cartão postal de Balneário Camboriú e que já rendeu três décadas de discussão, passou por vários prefeitos, mas nunca esteve tão perto de sair do papel. Se depender do prefeito, a obra inicia em maio e estará pronta para a próxima temporada.

Neste início de ano, a reportagem do Página3 reuniu as prioridades para 2019 apontadas pelo prefeito e por todo seu secretariado. O alargamento da praia aparece em várias secretarias.


Acompanhe as prioridades do prefeito Fabrício Oliveira

Fotos: Divulgação/PMBC

“O governo tem inúmeros projetos para esse ano. Dezenas de projetos devem sair do papel nesses próximos 12 meses. Entre os prioritários, temos a recuperação da Praia Central, cujas licitações das condicionantes ambientais já estão em andamento e a autorização de financiamento já foi dada pelo Legislativo.

A construção do molhe do Pontal Norte, prevista para abril deste ano e ainda a recuperação do Rio Marambaia, que inclui a construção de um novo emissário de esgoto, que aumentará a capacidade de vazão da rede de esgoto da região Norte.

Além dessas importantes obras para o meio ambiente, esse ano teremos todos os encaminhamentos para a construção do Mercado Público da Barra, as construções do Boulevard das Ruas 1.200 e 4.800.

Outra área que, novamente terá um grande investimento será a Segurança Pública, que receberá R$ 10 milhões para investimentos para compor um circuito completo de monitoramento da cidade.

Serão reurbanizadas algumas ruas na região das Praias Agrestes. Entre elas: Higino João Pio, Rua Vitório Fornerolli, Alameda das Acácias e Alameda Araucária.

Também vamos acelerar o prolongamento da Quarta Avenida até a Rua 3.700.

Outras obras como a construção da Avenida Panorâmica deverão começar em 2019, assim como a reestruturação das Ruas Raposo Tavares e Avenida da Lagoa.

Nas ações de gestão, vamos resolver a questão da administração do Hospital Ruth Cardoso e colocar em funcionamento o novo Pronto Socorro em breve”.


Acompanhe as prioridades de cada secretaria municipal

Rubens Spernau, secretário do Planejamento

 *Encaminhar todos os processos ambientais junto ao Instituto do Meio Ambiente (IMA) e outros órgãos, para obter a licença de operação de instalação do aterro da reestruturação da faixa de areia;

*Trabalhando na construção de um Termo de Referência que permita ao edital ser bem transparente, acessível e conter elementos técnicos que garantam que a obra seja executada com qualidade; aparentemente é uma coisa simples, mas nem tanto, estamos trabalhando nisso e na elaboração do edital.

*Superada essa questão que deu entrada em Brasília na Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e que tem que passar pelo Senado para que tenhamos liberação efetiva do financiamento de parte do Banco do Brasil que acreditamos não ser muito demorado e com esses outros elementos que ainda não temos a LAI vamos lançar o edital; nesse intervalo em que o edital está acontecendo, deveremos estar com os documentos de todos os serviços que contratamos que foi uma exigência da Licença Ambiental Prévia (LAP) para dar entrada junto ao IMA. Essa é a prioridade das prioridades.

*Paralelo a isso temos projetos em curso que fazem parte das operações urbanas.

*Lançando até final do mês a pavimentação e a qualificação da Rua 3198, que é a continuação da Quarta Avenida até a 3300 e de uma transversal que vai da Marginal até a avenida Atlântica, via 3122.

*Rua 3208, falta apenas um imóvel para desapropriar, ela permitirá chegar da 3100 até a 3700, no entanto temos quatro imóveis construídos sobre o traçado da rua em terreno público. São construções irregulares feitas sobre espaço público, é uma questão judicial;

*Na parte central o elevado da Quarta, a nova ligação da Martin Luther com a avenida das Flores, parece que serão as grandes obras deste governo na região central no que concerne à mobilidade, deve melhorar muito o trânsito naquela região, é uma melhoria de fato bem significativa.

*Lançando edital de acesso à BR-101 no setor norte da cidade, saindo pelo Ariribá. Ainda é um projeto. Quando nos for entregue, nos permitirá decidir sobre a viabilidade econômica da obra bem como as condições ambientais para que ela se instale.

*Tem a Martin Luther com projeto e áreas já definidas e traçadas desde a época em que eu era prefeito, quando foram congelados os imóveis para implantação da Martin Luther e também na continuação da Quarta Avenida. O projeto está executado até a Rua João de Barro. Falta indenizar esses proprietários, mas temos recursos para isso e devemos ainda neste governo dar sequência a essa obra. Sua ligação efetiva com Itajaí depende do andamento das obras de Itajaí que vai se conectar nessa via, paralela a Osvaldo Reis;

*Estamos trabalhando numa grande escola, onde hoje está o Ciep, na Vila Real, o projeto arquitetônico finalizou, até março esperamos ter todos os projetos e planilhas para que possamos lançar o edital. Na área da educação este será o ponto alto deste governo.

Ike Gevaerd, secretário Meio Ambiente

*APA da Costa Brava: Finalização do Plano de Manejo mais os estudos para criação do Parque Natural Municipal Taquarinhas;

*Bandeira Azul: Buscar a bandeira para a praia de Taquaras e inscrever a praia do Pinho na fase piloto; cumprir todos os critérios exigidos pelo programa nas praias do Estaleiro e do Estaleirinho que já conquistaram a bandeira em 2018;

*Operação Águas Limpas Costa Brava: continuidade das campanhas de conscientização e fiscalização nos cursos d´água da APA da Costa Brava, trabalho que tem a participação de outros setores da prefeitura;

*Erradicação de espécies Arbóreas Exóticas em áreas públicas na região da Costa Brava;

*Laranjeiras: finalização e posterior implantação do Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD);

*Bairro da Barra: projeto de criação do Parque das Pedreiras da Barra juntamente com a Guarda Ambiental;

*Rio Camboriú: fortalecimento do pacto do rio Camboriú assinado pelos prefeitos de Camboriú e Balneário Camboriú; *Apoio para a Construção do Batalhão da Polícia Ambiental Militar.

*Praia Central: acompanhamento da obtenção das licenças ambientais para o alargamento e monitoramento dos planos e programas exigidos pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) referentes à enseada de Balneário Camboriú;

*Monitoramento da Qualidade Ambiental da Enseada/Briozoários e Algas Verdes;

*Parque Raimundo Malta:

-Estudos para Controle Populacional das Capivaras

-Novo Ambiarte

-Escola Ambiental

-Vila dos Escoteiros

-Caminho Especial Jardim São Francisco

-Requalificação das Trilhas e do Labirinto

-Ampliação dos Serviços Fitoterápicos

*Dog Parque: construção de dois novos Parques, um na Barra Norte e outro no Bairro dos Municípios;

*Possibilidade de espaços para pets em praias do município;

*Acompanhamento dos novos serviços e obras da Ambiental:

-CVM (Centro de Valorização de Materiais Recicláveis);

-PEV (Ponto de Entrega voluntária de Resíduos);

-Coleta mecanizada;

-Campanha de educação ambiental;

-Incremento na coleta seletiva;

*Remodelação do Programa Terra Limpa;

*Acompanhamento e monitoramento dos Termos de Ajustamento de Conduta;

*IPTU Verde: criação de mosaicos de reservas particulares do patrimônio natural;

*Incremento aos programas Praia Limpa, Gestão das Praias e Projeto Orla;

*Fortalecimento do Departamento de Fiscalização;

*Readequação do Conselho Municipal do Meio Ambiente.

Fernando Marchiori, secretário de Controle Governamental e Transparência Pública

*Realizar a ‘Semana Municipal da Transparência e Combate à Corrupção’, na semana que inclui o dia 16 de maio de cada ano, data comemorativa da vigência da Lei Federal de Acesso à Informação - Lei Nacional nº 12.527/11. Nesta semana serão desenvolvidas ações educativas através de palestras, seminários, conferências e atividades culturais e de lazer. Conforme determina a Lei Municipal 4062/17,

a administração municipal procurará parcerias com os órgãos estaduais e federais, instituições de ensino e religiosas, bem como, empresas e entidades prestadoras de serviço, com o intuito de ampliar e fortalecer o controle social e as atividades relacionadas à Semana Municipal da Transparência e Combate à Corrupção. Na Semana Municipal da Transparência e Combate à Corrupção, o Poder Executivo deverá apresentar à sociedade, à imprensa e às entidades de Controle Social, por intermédio de relatório, balanço atualizado das ações realizadas em fomento à transparência pública, aos controles interno e social do municipio;

*Implementar o Conselho Municipal de Transparência conforme prevê a Lei 4136/18;

*Aproximar o controle interno das secretarias, afim de orientar de forma clara e dentro das normas legais, os servidores para que tenhamos mais transparência nos processos e procedimentos internos de cada secretaria.

*Melhorar a posição de Balneário Camboriú no Ranking Nacional de Transparência também é um desafio para 2019.

Mariana Dalvesco, superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC)

*O projeto ‘Viva Verão’ em andamento na Praia Central, foi licitado pela primeira vez, separamos o espaço da orla em lotes esportivos e determinamos o que a FMEBC queria como requisito mínimo em cada espaço. A vantagem é que a Fundação ao invés de ter custos, pode fazer uma captação com os vencedores e ainda acrescentar novidades. Isso é o começo do que pretendemos para 2019, licitar alguns eventos que são tradicionais para que possam receber novas ofertas, aumento na qualidade do serviço prestado, porque muitas vezes a Fundação se limita por não poder negociar patrocínios e exposição de marca;

*Reformas, melhorias e revitalizações dos espaços esportivos, nos campos, ginásios, centro olímpico e em geral. Começou a ser feito em dezembro e segue através de um mutirão da equipes de manutenção da FMEBC em parceria com outras secretarias;

*Regularizar a documentação dos imóveis da FMEBC, muitos inaugurados e embora sendo utilizados há muitos anos nunca tiveram essa documentação regularizada. Pretendemos finalizar 2019 com todos imóveis regularizados.

*Estruturar um novo setor de projetos para captação de recursos externo, estadual e federal através de equipe da Fundação capacitada para isso;

*Reestruturar os Jogos Escolares de BC (JEBC/Jebequinho/ParaJebc) pelo crescimento que obtivemos em 2018: vamos trabalhar esse ano, através de classificatórias regionais e vamos fazer uma grande abertura do evento e um encerramento no final do ano;

*Lançamento oficial do projeto ‘BC Virando o Jogo’, que é um projeto de iniciação esportiva em 12 escolas municipais;

*Ampliar o projeto ‘Paradesporto na Escola’, que acontecia somente nas escolas de nível fundamental. Agora será realizado também nos núcleos infantis;

*Instalação de seis novas academias ao ar livre;

*Continuar a revisão do Bolsa Atleta e do Fundesporte. Esse ano tivemos uma suplementação, o valor será R$ 1,1 milhão, (ano passado o valor era de 900 mil). Apesar de parecer um ganho, o municipio conta hoje com muito mais atletas com títulos e que podem concorrer. Por isso é necessário uma revisão;

*O Fundesporte também foi suplementado, entraremos 2019 com valor de R$ 600 mil e estamos procurando redirecionar diversos eventos para que sejam apresentados projetos que sejam contemplados através desse fundo.

*Fortalecer o do setor de inteligência do rendimento, um setor que BC inovou em 2018 e vamos fortalecer em 2019;

*Aproximar mais o Conselho Municipal de Esportes da FMEBC e torná-lo mais representativo;

*Criar um evento de premiação dos destaques, dos melhores do ano da FMEBC;

*Vários outros projetos ainda sendo alinhados.

George Varela, presidente da Fundação Cultural

*Primeira fase do Centro Integrado de Cultura (CIC) e o Plano Museológico serão nossas primeiras ações desse ano.

São projetos prioritários do governo: a ressignificação e requalificação do CIC, que começa com um projeto conceitual passando por adequação de novas utilizações do espaço e culmina na primeira etapa num projeto de identificação da infraestrutura onde está a Fundação. Nosso objetivo: esse prédio está reconhecido como ‘prédio do teatro’, mas temos ali a estrutura da sede administrativa, o teatro, a galeria municipal, a praça Bruno Nitz, a revitalização da Rua 200, os murais artísticos (agora é o do Tom Veiga que ficará por 2 anos) Esse é o projeto principal dos 4 anos do governo. O segundo projeto prioritário é o Plano Museológico, passou a ser desenvolvido ano passado, está em andamento, faltam poucos detalhes, depende de orçamento, mas estão caminhando;

*Manter o edital de Eventos e Credenciamento. É um problema sério, se não conseguir esse recurso vamos perder o edital deste ano;

*Reforma do Teatro Municipal;

*Reforma da Biblioteca e Arquivo Histórico;

*Restauração da Casa Linhares;

*Projeto de captação para oficina de artes na Praça da Cultura;

*Licitação da Vila do Artesanato quase finalizada (objetivo é regularizar a situação de todos que tem lojas lá e moralizar o uso daquele espaço, porque pretendemos estabelecer uma taxa de ocupação, que poderá ser lançada no primeiro trimestre;

*Concluir novo decreto das feiras;

*Projeto arquitetônico da ampliação do CIC;

*Desenvolver o selo Artesanato Identitário, que vai identificar os poucos, raros artesãos que se enquadram de acordo com o extinto Minc. Criar um projeto de valorização do artesanato local para que se diferencie, se distancie do industrianato e dos trabalhos manuais;

*Projeto de Registro de Lugar, para começar a identificar melhor os lugares históricos de BC. Por exemplo: as duas extremidades merecem ter tombados os nomes Marambaia (Pontal Norte) e Baturité (Barra Sul);

*Determinar recursos para o Festival da Canção;

*Reforma administrativa já apresentada;

*Reforma do atelier da Casa Linhares, para gerar mais atividades naquele espaço que tem problemas de rede elétrica, infiltrações etc;

*Manutenções corriqueiras;

*Instalar câmeras de segurança em todos os equipamentos culturais, ganhamos através de um TAC do Banco Itaú. 60 mil;

*Organizar o uso do estacionamento do teatro - se é possível fazer uma concessão de uso ou o fechamento dele, porque é utilizado sem nenhum critério;

*Sinalização interna de todos os equipamentos da cultura;

*Aquisição dos veículos. um carro e vendo a possibilidade de adquirir uma scooter;

*Revisão do Plano Municipal de Cultura junto com o Conselho Municipal de Política Cultural;

*Precisamos captar recursos urgentes porque ano passado conseguimos reforçar e valorizar bastante o turismo regional com as festas na Barra e praias agrestes e elas estão sob ameaça (Festa do Bonsucesso e Arrancadão das Canoas, Festa do Pescador, Raízes de Taquaras, Festa de Santo Amaro, Festa da Tainha);

*Avançar na regularização dos processos de realização da Semana Farroupilha (ou por licitação ou pela Lei Rouanet).

Christina Barrichelo, secretária da Pessoa Idosa e da Inclusão Social

Secretaria da Pessoa Idosa:

*A Cidade do Idoso: complexo de referência e atendimento no Bairro dos Municípios;

*Campanha para arrecadação de verba para o Fundo Municipal do Idoso;

*Receber o selo da Organização Mundial de Saúde de ‘Cidade Amiga do Idoso’;

*Eleição direta para cargos da secretaria da Pessoa Idosa "representação voluntária dos 60+";

*Fórum Regional do Idoso; Abertura do Restaurante Funcional do Idoso;

*Criação da Orquestra e Fanfarra dos 60+;

*Projeto Liga do Bem 60+ (idosos visitam e apoiam outros idosos que vivem no isolamento);

*Continuidade das 80 oficinas que funcionam na sede da secretaria.

Secretaria da Inclusão Social:

*Reforma nos centros comunitários;

*Sede própria do Cras Nação Cidadã;

*Criação da escola profissionalizante para capacitação ao mercado de trabalho, como exemplo: barbeiro, manicure, gastronomia, costura, maquiagem, panificação, porteiro, cuidador de idosos e outros;

*Programa de reciclagem para agentes ambientais (catadores);

*Centro de apoio à pessoa com deficiência;

*Oficinas inclusivas tais como balé para cadeirantes, teatro, e outros;

*Laboratório do Projeto Minha Casa em Ordem;

*Ampliação do programa Jovem Aprendiz;

*Fábrica de bolachas temáticas para geração de renda a mulheres vítimas de violência;

*Criação do espaço juventude;

*Ampliação dos profissionais do programa Abraço à Vida.

*Reforma da casa do Adolescente e construção da Casa Lar da Criança.

João Tatá Miguel, secretário de Obras

“A secretaria de Obras não trabalha com projetos. A prioridade de todos os anos é manter a cidade arrumada e limpa, mas nesse ano de 2018, a secretaria se envolveu em alguns projetos por determinação do prefeito, como a Quarta Avenida, Terceira Avenida, Rua 3100, Centro de Eventos, isso sobrecarregou…e para 2019, algum projeto deverá vir, mas até agora a prioridade é limpar, manter a cidade limpa e organizada, consertada, com pintura, jardins, gramados, valas, rios, parquinhos, decks”.

Samaroni Benedet, secretário de Compras

*Plano principal é tornar os processos mais transparentes por meio da virtualização dos processos licitatórios;

*Ampliar o assessoramento das secretarias no processo de compras com treinamento do pessoal, modernização do site, por meio da criação de um painel com as informações das licitações - semana a semana - e a modernização da fiscalização dos contratos, por meio de treinamento dos fiscais;

*Criação de bancos de preços e numa agenda oficial de licitações, que está em desenvolvimento desde 2018, com auxílio do Sebrae. Essa medida faz com que certas licitações tenham datas pré-determinadas.

*Ampliar as licitações para as micro e pequenas empresas de Balneário Camboriú, um projeto que começou em 2018 e cujo próximo passo é intensificar a participação das empresas locais. Para isso serão promovidos encontros, chamamentos e treinamentos dos empresários da cidade, principalmente por meio da Sala do Empreendedor;

*Dedicar atenção especial às licitações que ocorrem em função da recuperação da Praia Central.

Andressa Hadad, secretária da Saúde

Nossos quatro projetos prioritários para 2019 são:

*Abertura da UPA das Nações (estamos fazendo todas as adequações conforme orientações da vigilância sanitária estadual);

*Entrega do PS do Ruth (vamos revisar a rede de gases e fazer a instalação do ar condicionado central na área nova do PS. O que já está em andamento é a revisão hidráulica, revisão elétrica e agora iniciamos a maquiagem, todos esses processos estão em andamento, porque o PS ficou seis anos fechado, vândalos entraram e destruíram aquele espaço);

*Retomando o processo da publicização (terceirização) do Ruth Cardoso: um processo que já estava aberto e nossa meta era concluí-lo no começo de 2019, mas como uma das empresas perdeu o prazo para participação do certame na qualificação, ela entrou com uma solicitação judicial para suspensão do projeto até análise da juíza, verificando a possibilidade de participação deles no processo. Tivemos que acatar a suspensão, mesmo a empresa tendo perdido o prazo devido uma decisão judicial. Esse processo foi analisado e a suspensão foi cancelada, por isso estamos retomando esse processo da terceirização;

*Aumento da cobertura da saúde pública, da atenção básica, primária no municipio. Estava estacionado em 47%, já estamos em 53% e esse ano queremos atingir 90% de cobertura da atenção básica, fazendo o inverso da pirâmide. Hoje a pirâmide está ao contrário: atenção básica com pouca equipe para ofertar; a secundária, especializada com todos os exames, especialistas, temos muitos encaminhamentos, devido a pouca resolutividade da atenção básica; atenção terciária, que é o Ruth Cardoso, onde temos uma demanda muito grande, pela falta da atenção básica e pelos inúmeros encaminhamentos da atenção secundária.

Miro Teixeira, secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico

*Em janeiro apresentaremos ao prefeito o ‘case’ de planejamento da secretaria de Turismo, através do sistema que recebemos de Gestão e Orientação para Resultados (GEOR), que mantém um cadastro online de todos os projetos realizados e em andamento, inclusive com valores, o que permitirá um acompanhamento de tudo que está acontecendo. Vamos mostrar como implantamos esse softer dentro da secretaria de Turismo para que o prefeito consiga fazer o acompanhamento, por secretaria, de todos os projetos do seu governo;

*Continuar a implantação do desenvolvimento econômico, um setor que não existia de fato na secretaria e que em parceria com o Sebrae, ganhou força, com a instalação de vários programas em andamento. Entre eles, o Cidade Empreendedora; o Balcão do Empreendedor; Alvarás online; JEEP; BC Criativo;

*Aprovação do Plano Municipal de Turismo, em dezembro na Câmara de Vereadores (formamos uma comissão composta por três turismólogas da Sectur para manter atualizado e acompanhar a sua execução).

*Manter e avançar em todos esses ítens, dar sequência à promoção e divulgação do municipio e dar continuidade nos projetos novos com esse sistema já implantado.

Rosângela Percegona Borba, secretária da Educação

*Dia 6 de fevereiro palestra sobre inteligência emocional no clube Ariribá para os servidores da educação. Palestra de retorno das férias e início do ano.

*Apresentação do novo modelo de uniforme escolar da rede de BC (em fevereiro). Desfile para apresentação para a comunidade;

*Entrega do material escolar aos alunos. Em fevereiro.

*Manutenções das unidades escolares continuarão ao longo do ano com a equipe da educação;

*Reforma por meio de processo licitatório nas escolas Tomáz Garcia, Ghislandi, Nova Esperança;

*Continuar os projetos ‘Ética e Cidadania’, ‘Jovem Doutor’, ‘E se fosse você’....,dentre outros;

*Compra de jogos e parque adaptado para alunos com deficiência;

*Inicia este ano o trabalho do auxiliar de apoio em questões pedagógicas, auxiliando os alunos com deficiência em sala de aula, além do contraturno que já ocorre. Isso não tinha em anos anteriores. É uma conquista;

*Fortalecimento parental com palestras para pais sobre diferentes assuntos, por exemplo, relacionamento pais e filhos, como auxiliar nas tarefas de casa, limites, etc;

*Concluir o projeto arquitetônico da escola em tempo integral elaborado pelos engenheiros e arquitetos da Amfri;

*Implantar o sistema de matrículas online em todas as unidades, conforme fizemos no CIEP e na Vereador Santa e deu muito certo;

*Dar continuidade à formação continuada dos professores cumprindo o contrato que é de 3 anos. Isso será uma exigência que Balneário Camboriú já faz;

*Ensino de inglês, espanhol e libras com sede na rua Canelinha, onde funciona o projeto Oficinas.

Franc Ribeiro Corrêa, secretário da Fazenda

*Para 2019, na Secretaria da Fazenda começarão a ser feitos treinamentos dos fiscais para fiscalização de ISS da rede bancária. A legislação mudou, portanto, a necessidade de treinar os fiscais para esse trabalho poderá promover a melhoria da arrecadação.

*Implantação de melhorias do sistema de certidões e segundas vias de boleto para facilitar ao contribuinte o acesso.

Antônio Gabriel Castanheira, secretário da Segurança

“Contratar mais efetivo é complicado, por isso precisamos cada vez mais investir em tecnologia. Atualmente implantamos boas estratégias, a distribuição do pessoal, como mapeamos o crime, colocamos um inspetor da Guarda Municipal em cada bairro para nos aproximar e tomar conhecimento das principais necessidades, os tótens funcionam bem e tudo isso iremos manter e melhorar em 2019. Mas é preciso investir forte em tecnologia. Por isso eu diria que a prioridade das prioridades na área este ano será reformular e modernizar a Central de Monitoramento, fazer a ‘Cerca Digital’, uma muralha de câmeras que irão monitorar todas as entradas e saídas da cidade, desta forma teremos controle sobre qualquer veículo que entra na cidade. É um projeto complexo, de alto custo e a intenção é instalar as câmeras em 100 pontos na cidade. As imagens servirão como subsídio para polícia civil importantes em condenações penais. Os criminosos vão se afastar, porque sabem que a cidade estará toda monitorada. A ideia não é comprar estes equipamentos, porque eles ficam obsoletos e também porque a manutenção das câmeras é praticamente diária e muito cara, mais vantajoso será locar. Hoje somos a cidade mais segura do sul e a quarta mais segura do país e as três cidades que estão na nossa frente tem o monitoramento digital que queremos implantar aqui. Quando a cerca digital estiver ativada seremos a cidade mais segura do país. Tenho certeza absoluta”.

Karine Almeida Gomes, secretária de Gestão Administrativa

 

Na Secretaria de Gestão Administrativa, entre os projetos prioritários estão:

*Interconexão de rede com rede de fibra ótica, nos postos de saúde e escolas;

*Contratação dos servidores em nuvem;

*Finalização do censo;

*Estudo de impacto da folha;

*O e-social será implementado em 2019;

*A locação de alarmes e monitoramento em todos os prédios públicos;

*A modernização dos sistemas da prefeitura;

*O lançamento de um aplicativo para serviços da prefeitura;

*As licitações de venda de terrenos públicos;

*A auditoria de rede própria da administração para identificar tudo o que tem na rede de 300 câmeras;

*A realização de cursos on line;

*Lançamento da plataforma mudo;

*O chamamento público para novos pontos de wifi em locais públicos.

Publicidade

Publicidade