Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Prefeito e secretários de Balneário Camboriú listam as prioridades de 2019
Power Produtora/PMBC
Alargamento da praia, a prioridade das prioridades em 2019

Sexta, 11/1/2019 15:48.

Por Marlise Schneider Cezar

Entre as inúmeras ações, obras e projetos prontos para sair do papel neste terceiro ano de governo do prefeito Fabrício Oliveira, um pode ser considerado a prioridade das prioridades: a recuperação e o alargamento da faixa de areia da Praia Central, o principal cartão postal de Balneário Camboriú e que já rendeu três décadas de discussão, passou por vários prefeitos, mas nunca esteve tão perto de sair do papel. Se depender do prefeito, a obra inicia em maio e estará pronta para a próxima temporada.

Neste início de ano, a reportagem do Página3 reuniu as prioridades para 2019 apontadas pelo prefeito e por todo seu secretariado. O alargamento da praia aparece em várias secretarias.


Acompanhe as prioridades do prefeito Fabrício Oliveira

Fotos: Divulgação/PMBC

“O governo tem inúmeros projetos para esse ano. Dezenas de projetos devem sair do papel nesses próximos 12 meses. Entre os prioritários, temos a recuperação da Praia Central, cujas licitações das condicionantes ambientais já estão em andamento e a autorização de financiamento já foi dada pelo Legislativo.

A construção do molhe do Pontal Norte, prevista para abril deste ano e ainda a recuperação do Rio Marambaia, que inclui a construção de um novo emissário de esgoto, que aumentará a capacidade de vazão da rede de esgoto da região Norte.

Além dessas importantes obras para o meio ambiente, esse ano teremos todos os encaminhamentos para a construção do Mercado Público da Barra, as construções do Boulevard das Ruas 1.200 e 4.800.

Outra área que, novamente terá um grande investimento será a Segurança Pública, que receberá R$ 10 milhões para investimentos para compor um circuito completo de monitoramento da cidade.

Serão reurbanizadas algumas ruas na região das Praias Agrestes. Entre elas: Higino João Pio, Rua Vitório Fornerolli, Alameda das Acácias e Alameda Araucária.

Também vamos acelerar o prolongamento da Quarta Avenida até a Rua 3.700.

Outras obras como a construção da Avenida Panorâmica deverão começar em 2019, assim como a reestruturação das Ruas Raposo Tavares e Avenida da Lagoa.

Nas ações de gestão, vamos resolver a questão da administração do Hospital Ruth Cardoso e colocar em funcionamento o novo Pronto Socorro em breve”.


Acompanhe as prioridades de cada secretaria municipal

Rubens Spernau, secretário do Planejamento

 *Encaminhar todos os processos ambientais junto ao Instituto do Meio Ambiente (IMA) e outros órgãos, para obter a licença de operação de instalação do aterro da reestruturação da faixa de areia;

*Trabalhando na construção de um Termo de Referência que permita ao edital ser bem transparente, acessível e conter elementos técnicos que garantam que a obra seja executada com qualidade; aparentemente é uma coisa simples, mas nem tanto, estamos trabalhando nisso e na elaboração do edital.

*Superada essa questão que deu entrada em Brasília na Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e que tem que passar pelo Senado para que tenhamos liberação efetiva do financiamento de parte do Banco do Brasil que acreditamos não ser muito demorado e com esses outros elementos que ainda não temos a LAI vamos lançar o edital; nesse intervalo em que o edital está acontecendo, deveremos estar com os documentos de todos os serviços que contratamos que foi uma exigência da Licença Ambiental Prévia (LAP) para dar entrada junto ao IMA. Essa é a prioridade das prioridades.

*Paralelo a isso temos projetos em curso que fazem parte das operações urbanas.

*Lançando até final do mês a pavimentação e a qualificação da Rua 3198, que é a continuação da Quarta Avenida até a 3300 e de uma transversal que vai da Marginal até a avenida Atlântica, via 3122.

*Rua 3208, falta apenas um imóvel para desapropriar, ela permitirá chegar da 3100 até a 3700, no entanto temos quatro imóveis construídos sobre o traçado da rua em terreno público. São construções irregulares feitas sobre espaço público, é uma questão judicial;

*Na parte central o elevado da Quarta, a nova ligação da Martin Luther com a avenida das Flores, parece que serão as grandes obras deste governo na região central no que concerne à mobilidade, deve melhorar muito o trânsito naquela região, é uma melhoria de fato bem significativa.

*Lançando edital de acesso à BR-101 no setor norte da cidade, saindo pelo Ariribá. Ainda é um projeto. Quando nos for entregue, nos permitirá decidir sobre a viabilidade econômica da obra bem como as condições ambientais para que ela se instale.

*Tem a Martin Luther com projeto e áreas já definidas e traçadas desde a época em que eu era prefeito, quando foram congelados os imóveis para implantação da Martin Luther e também na continuação da Quarta Avenida. O projeto está executado até a Rua João de Barro. Falta indenizar esses proprietários, mas temos recursos para isso e devemos ainda neste governo dar sequência a essa obra. Sua ligação efetiva com Itajaí depende do andamento das obras de Itajaí que vai se conectar nessa via, paralela a Osvaldo Reis;

*Estamos trabalhando numa grande escola, onde hoje está o Ciep, na Vila Real, o projeto arquitetônico finalizou, até março esperamos ter todos os projetos e planilhas para que possamos lançar o edital. Na área da educação este será o ponto alto deste governo.

Ike Gevaerd, secretário Meio Ambiente

*APA da Costa Brava: Finalização do Plano de Manejo mais os estudos para criação do Parque Natural Municipal Taquarinhas;

*Bandeira Azul: Buscar a bandeira para a praia de Taquaras e inscrever a praia do Pinho na fase piloto; cumprir todos os critérios exigidos pelo programa nas praias do Estaleiro e do Estaleirinho que já conquistaram a bandeira em 2018;

*Operação Águas Limpas Costa Brava: continuidade das campanhas de conscientização e fiscalização nos cursos d´água da APA da Costa Brava, trabalho que tem a participação de outros setores da prefeitura;

*Erradicação de espécies Arbóreas Exóticas em áreas públicas na região da Costa Brava;

*Laranjeiras: finalização e posterior implantação do Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD);

*Bairro da Barra: projeto de criação do Parque das Pedreiras da Barra juntamente com a Guarda Ambiental;

*Rio Camboriú: fortalecimento do pacto do rio Camboriú assinado pelos prefeitos de Camboriú e Balneário Camboriú; *Apoio para a Construção do Batalhão da Polícia Ambiental Militar.

*Praia Central: acompanhamento da obtenção das licenças ambientais para o alargamento e monitoramento dos planos e programas exigidos pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) referentes à enseada de Balneário Camboriú;

*Monitoramento da Qualidade Ambiental da Enseada/Briozoários e Algas Verdes;

*Parque Raimundo Malta:

-Estudos para Controle Populacional das Capivaras

-Novo Ambiarte

-Escola Ambiental

-Vila dos Escoteiros

-Caminho Especial Jardim São Francisco

-Requalificação das Trilhas e do Labirinto

-Ampliação dos Serviços Fitoterápicos

*Dog Parque: construção de dois novos Parques, um na Barra Norte e outro no Bairro dos Municípios;

*Possibilidade de espaços para pets em praias do município;

*Acompanhamento dos novos serviços e obras da Ambiental:

-CVM (Centro de Valorização de Materiais Recicláveis);

-PEV (Ponto de Entrega voluntária de Resíduos);

-Coleta mecanizada;

-Campanha de educação ambiental;

-Incremento na coleta seletiva;

*Remodelação do Programa Terra Limpa;

*Acompanhamento e monitoramento dos Termos de Ajustamento de Conduta;

*IPTU Verde: criação de mosaicos de reservas particulares do patrimônio natural;

*Incremento aos programas Praia Limpa, Gestão das Praias e Projeto Orla;

*Fortalecimento do Departamento de Fiscalização;

*Readequação do Conselho Municipal do Meio Ambiente.

Fernando Marchiori, secretário de Controle Governamental e Transparência Pública

*Realizar a ‘Semana Municipal da Transparência e Combate à Corrupção’, na semana que inclui o dia 16 de maio de cada ano, data comemorativa da vigência da Lei Federal de Acesso à Informação - Lei Nacional nº 12.527/11. Nesta semana serão desenvolvidas ações educativas através de palestras, seminários, conferências e atividades culturais e de lazer. Conforme determina a Lei Municipal 4062/17,

a administração municipal procurará parcerias com os órgãos estaduais e federais, instituições de ensino e religiosas, bem como, empresas e entidades prestadoras de serviço, com o intuito de ampliar e fortalecer o controle social e as atividades relacionadas à Semana Municipal da Transparência e Combate à Corrupção. Na Semana Municipal da Transparência e Combate à Corrupção, o Poder Executivo deverá apresentar à sociedade, à imprensa e às entidades de Controle Social, por intermédio de relatório, balanço atualizado das ações realizadas em fomento à transparência pública, aos controles interno e social do municipio;

*Implementar o Conselho Municipal de Transparência conforme prevê a Lei 4136/18;

*Aproximar o controle interno das secretarias, afim de orientar de forma clara e dentro das normas legais, os servidores para que tenhamos mais transparência nos processos e procedimentos internos de cada secretaria.

*Melhorar a posição de Balneário Camboriú no Ranking Nacional de Transparência também é um desafio para 2019.

Mariana Dalvesco, superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC)

*O projeto ‘Viva Verão’ em andamento na Praia Central, foi licitado pela primeira vez, separamos o espaço da orla em lotes esportivos e determinamos o que a FMEBC queria como requisito mínimo em cada espaço. A vantagem é que a Fundação ao invés de ter custos, pode fazer uma captação com os vencedores e ainda acrescentar novidades. Isso é o começo do que pretendemos para 2019, licitar alguns eventos que são tradicionais para que possam receber novas ofertas, aumento na qualidade do serviço prestado, porque muitas vezes a Fundação se limita por não poder negociar patrocínios e exposição de marca;

*Reformas, melhorias e revitalizações dos espaços esportivos, nos campos, ginásios, centro olímpico e em geral. Começou a ser feito em dezembro e segue através de um mutirão da equipes de manutenção da FMEBC em parceria com outras secretarias;

*Regularizar a documentação dos imóveis da FMEBC, muitos inaugurados e embora sendo utilizados há muitos anos nunca tiveram essa documentação regularizada. Pretendemos finalizar 2019 com todos imóveis regularizados.

*Estruturar um novo setor de projetos para captação de recursos externo, estadual e federal através de equipe da Fundação capacitada para isso;

*Reestruturar os Jogos Escolares de BC (JEBC/Jebequinho/ParaJebc) pelo crescimento que obtivemos em 2018: vamos trabalhar esse ano, através de classificatórias regionais e vamos fazer uma grande abertura do evento e um encerramento no final do ano;

*Lançamento oficial do projeto ‘BC Virando o Jogo’, que é um projeto de iniciação esportiva em 12 escolas municipais;

*Ampliar o projeto ‘Paradesporto na Escola’, que acontecia somente nas escolas de nível fundamental. Agora será realizado também nos núcleos infantis;

*Instalação de seis novas academias ao ar livre;

*Continuar a revisão do Bolsa Atleta e do Fundesporte. Esse ano tivemos uma suplementação, o valor será R$ 1,1 milhão, (ano passado o valor era de 900 mil). Apesar de parecer um ganho, o municipio conta hoje com muito mais atletas com títulos e que podem concorrer. Por isso é necessário uma revisão;

*O Fundesporte também foi suplementado, entraremos 2019 com valor de R$ 600 mil e estamos procurando redirecionar diversos eventos para que sejam apresentados projetos que sejam contemplados através desse fundo.

*Fortalecer o do setor de inteligência do rendimento, um setor que BC inovou em 2018 e vamos fortalecer em 2019;

*Aproximar mais o Conselho Municipal de Esportes da FMEBC e torná-lo mais representativo;

*Criar um evento de premiação dos destaques, dos melhores do ano da FMEBC;

*Vários outros projetos ainda sendo alinhados.

George Varela, presidente da Fundação Cultural

*Primeira fase do Centro Integrado de Cultura (CIC) e o Plano Museológico serão nossas primeiras ações desse ano.

São projetos prioritários do governo: a ressignificação e requalificação do CIC, que começa com um projeto conceitual passando por adequação de novas utilizações do espaço e culmina na primeira etapa num projeto de identificação da infraestrutura onde está a Fundação. Nosso objetivo: esse prédio está reconhecido como ‘prédio do teatro’, mas temos ali a estrutura da sede administrativa, o teatro, a galeria municipal, a praça Bruno Nitz, a revitalização da Rua 200, os murais artísticos (agora é o do Tom Veiga que ficará por 2 anos) Esse é o projeto principal dos 4 anos do governo. O segundo projeto prioritário é o Plano Museológico, passou a ser desenvolvido ano passado, está em andamento, faltam poucos detalhes, depende de orçamento, mas estão caminhando;

*Manter o edital de Eventos e Credenciamento. É um problema sério, se não conseguir esse recurso vamos perder o edital deste ano;

*Reforma do Teatro Municipal;

*Reforma da Biblioteca e Arquivo Histórico;

*Restauração da Casa Linhares;

*Projeto de captação para oficina de artes na Praça da Cultura;

*Licitação da Vila do Artesanato quase finalizada (objetivo é regularizar a situação de todos que tem lojas lá e moralizar o uso daquele espaço, porque pretendemos estabelecer uma taxa de ocupação, que poderá ser lançada no primeiro trimestre;

*Concluir novo decreto das feiras;

*Projeto arquitetônico da ampliação do CIC;

*Desenvolver o selo Artesanato Identitário, que vai identificar os poucos, raros artesãos que se enquadram de acordo com o extinto Minc. Criar um projeto de valorização do artesanato local para que se diferencie, se distancie do industrianato e dos trabalhos manuais;

*Projeto de Registro de Lugar, para começar a identificar melhor os lugares históricos de BC. Por exemplo: as duas extremidades merecem ter tombados os nomes Marambaia (Pontal Norte) e Baturité (Barra Sul);

*Determinar recursos para o Festival da Canção;

*Reforma administrativa já apresentada;

*Reforma do atelier da Casa Linhares, para gerar mais atividades naquele espaço que tem problemas de rede elétrica, infiltrações etc;

*Manutenções corriqueiras;

*Instalar câmeras de segurança em todos os equipamentos culturais, ganhamos através de um TAC do Banco Itaú. 60 mil;

*Organizar o uso do estacionamento do teatro - se é possível fazer uma concessão de uso ou o fechamento dele, porque é utilizado sem nenhum critério;

*Sinalização interna de todos os equipamentos da cultura;

*Aquisição dos veículos. um carro e vendo a possibilidade de adquirir uma scooter;

*Revisão do Plano Municipal de Cultura junto com o Conselho Municipal de Política Cultural;

*Precisamos captar recursos urgentes porque ano passado conseguimos reforçar e valorizar bastante o turismo regional com as festas na Barra e praias agrestes e elas estão sob ameaça (Festa do Bonsucesso e Arrancadão das Canoas, Festa do Pescador, Raízes de Taquaras, Festa de Santo Amaro, Festa da Tainha);

*Avançar na regularização dos processos de realização da Semana Farroupilha (ou por licitação ou pela Lei Rouanet).

Christina Barrichelo, secretária da Pessoa Idosa e da Inclusão Social

Secretaria da Pessoa Idosa:

*A Cidade do Idoso: complexo de referência e atendimento no Bairro dos Municípios;

*Campanha para arrecadação de verba para o Fundo Municipal do Idoso;

*Receber o selo da Organização Mundial de Saúde de ‘Cidade Amiga do Idoso’;

*Eleição direta para cargos da secretaria da Pessoa Idosa "representação voluntária dos 60+";

*Fórum Regional do Idoso; Abertura do Restaurante Funcional do Idoso;

*Criação da Orquestra e Fanfarra dos 60+;

*Projeto Liga do Bem 60+ (idosos visitam e apoiam outros idosos que vivem no isolamento);

*Continuidade das 80 oficinas que funcionam na sede da secretaria.

Secretaria da Inclusão Social:

*Reforma nos centros comunitários;

*Sede própria do Cras Nação Cidadã;

*Criação da escola profissionalizante para capacitação ao mercado de trabalho, como exemplo: barbeiro, manicure, gastronomia, costura, maquiagem, panificação, porteiro, cuidador de idosos e outros;

*Programa de reciclagem para agentes ambientais (catadores);

*Centro de apoio à pessoa com deficiência;

*Oficinas inclusivas tais como balé para cadeirantes, teatro, e outros;

*Laboratório do Projeto Minha Casa em Ordem;

*Ampliação do programa Jovem Aprendiz;

*Fábrica de bolachas temáticas para geração de renda a mulheres vítimas de violência;

*Criação do espaço juventude;

*Ampliação dos profissionais do programa Abraço à Vida.

*Reforma da casa do Adolescente e construção da Casa Lar da Criança.

João Tatá Miguel, secretário de Obras

“A secretaria de Obras não trabalha com projetos. A prioridade de todos os anos é manter a cidade arrumada e limpa, mas nesse ano de 2018, a secretaria se envolveu em alguns projetos por determinação do prefeito, como a Quarta Avenida, Terceira Avenida, Rua 3100, Centro de Eventos, isso sobrecarregou…e para 2019, algum projeto deverá vir, mas até agora a prioridade é limpar, manter a cidade limpa e organizada, consertada, com pintura, jardins, gramados, valas, rios, parquinhos, decks”.

Samaroni Benedet, secretário de Compras

*Plano principal é tornar os processos mais transparentes por meio da virtualização dos processos licitatórios;

*Ampliar o assessoramento das secretarias no processo de compras com treinamento do pessoal, modernização do site, por meio da criação de um painel com as informações das licitações - semana a semana - e a modernização da fiscalização dos contratos, por meio de treinamento dos fiscais;

*Criação de bancos de preços e numa agenda oficial de licitações, que está em desenvolvimento desde 2018, com auxílio do Sebrae. Essa medida faz com que certas licitações tenham datas pré-determinadas.

*Ampliar as licitações para as micro e pequenas empresas de Balneário Camboriú, um projeto que começou em 2018 e cujo próximo passo é intensificar a participação das empresas locais. Para isso serão promovidos encontros, chamamentos e treinamentos dos empresários da cidade, principalmente por meio da Sala do Empreendedor;

*Dedicar atenção especial às licitações que ocorrem em função da recuperação da Praia Central.

Andressa Hadad, secretária da Saúde

Nossos quatro projetos prioritários para 2019 são:

*Abertura da UPA das Nações (estamos fazendo todas as adequações conforme orientações da vigilância sanitária estadual);

*Entrega do PS do Ruth (vamos revisar a rede de gases e fazer a instalação do ar condicionado central na área nova do PS. O que já está em andamento é a revisão hidráulica, revisão elétrica e agora iniciamos a maquiagem, todos esses processos estão em andamento, porque o PS ficou seis anos fechado, vândalos entraram e destruíram aquele espaço);

*Retomando o processo da publicização (terceirização) do Ruth Cardoso: um processo que já estava aberto e nossa meta era concluí-lo no começo de 2019, mas como uma das empresas perdeu o prazo para participação do certame na qualificação, ela entrou com uma solicitação judicial para suspensão do projeto até análise da juíza, verificando a possibilidade de participação deles no processo. Tivemos que acatar a suspensão, mesmo a empresa tendo perdido o prazo devido uma decisão judicial. Esse processo foi analisado e a suspensão foi cancelada, por isso estamos retomando esse processo da terceirização;

*Aumento da cobertura da saúde pública, da atenção básica, primária no municipio. Estava estacionado em 47%, já estamos em 53% e esse ano queremos atingir 90% de cobertura da atenção básica, fazendo o inverso da pirâmide. Hoje a pirâmide está ao contrário: atenção básica com pouca equipe para ofertar; a secundária, especializada com todos os exames, especialistas, temos muitos encaminhamentos, devido a pouca resolutividade da atenção básica; atenção terciária, que é o Ruth Cardoso, onde temos uma demanda muito grande, pela falta da atenção básica e pelos inúmeros encaminhamentos da atenção secundária.

Miro Teixeira, secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico

*Em janeiro apresentaremos ao prefeito o ‘case’ de planejamento da secretaria de Turismo, através do sistema que recebemos de Gestão e Orientação para Resultados (GEOR), que mantém um cadastro online de todos os projetos realizados e em andamento, inclusive com valores, o que permitirá um acompanhamento de tudo que está acontecendo. Vamos mostrar como implantamos esse softer dentro da secretaria de Turismo para que o prefeito consiga fazer o acompanhamento, por secretaria, de todos os projetos do seu governo;

*Continuar a implantação do desenvolvimento econômico, um setor que não existia de fato na secretaria e que em parceria com o Sebrae, ganhou força, com a instalação de vários programas em andamento. Entre eles, o Cidade Empreendedora; o Balcão do Empreendedor; Alvarás online; JEEP; BC Criativo;

*Aprovação do Plano Municipal de Turismo, em dezembro na Câmara de Vereadores (formamos uma comissão composta por três turismólogas da Sectur para manter atualizado e acompanhar a sua execução).

*Manter e avançar em todos esses ítens, dar sequência à promoção e divulgação do municipio e dar continuidade nos projetos novos com esse sistema já implantado.

Rosângela Percegona Borba, secretária da Educação

*Dia 6 de fevereiro palestra sobre inteligência emocional no clube Ariribá para os servidores da educação. Palestra de retorno das férias e início do ano.

*Apresentação do novo modelo de uniforme escolar da rede de BC (em fevereiro). Desfile para apresentação para a comunidade;

*Entrega do material escolar aos alunos. Em fevereiro.

*Manutenções das unidades escolares continuarão ao longo do ano com a equipe da educação;

*Reforma por meio de processo licitatório nas escolas Tomáz Garcia, Ghislandi, Nova Esperança;

*Continuar os projetos ‘Ética e Cidadania’, ‘Jovem Doutor’, ‘E se fosse você’....,dentre outros;

*Compra de jogos e parque adaptado para alunos com deficiência;

*Inicia este ano o trabalho do auxiliar de apoio em questões pedagógicas, auxiliando os alunos com deficiência em sala de aula, além do contraturno que já ocorre. Isso não tinha em anos anteriores. É uma conquista;

*Fortalecimento parental com palestras para pais sobre diferentes assuntos, por exemplo, relacionamento pais e filhos, como auxiliar nas tarefas de casa, limites, etc;

*Concluir o projeto arquitetônico da escola em tempo integral elaborado pelos engenheiros e arquitetos da Amfri;

*Implantar o sistema de matrículas online em todas as unidades, conforme fizemos no CIEP e na Vereador Santa e deu muito certo;

*Dar continuidade à formação continuada dos professores cumprindo o contrato que é de 3 anos. Isso será uma exigência que Balneário Camboriú já faz;

*Ensino de inglês, espanhol e libras com sede na rua Canelinha, onde funciona o projeto Oficinas.

Franc Ribeiro Corrêa, secretário da Fazenda

*Para 2019, na Secretaria da Fazenda começarão a ser feitos treinamentos dos fiscais para fiscalização de ISS da rede bancária. A legislação mudou, portanto, a necessidade de treinar os fiscais para esse trabalho poderá promover a melhoria da arrecadação.

*Implantação de melhorias do sistema de certidões e segundas vias de boleto para facilitar ao contribuinte o acesso.

Antônio Gabriel Castanheira, secretário da Segurança

“Contratar mais efetivo é complicado, por isso precisamos cada vez mais investir em tecnologia. Atualmente implantamos boas estratégias, a distribuição do pessoal, como mapeamos o crime, colocamos um inspetor da Guarda Municipal em cada bairro para nos aproximar e tomar conhecimento das principais necessidades, os tótens funcionam bem e tudo isso iremos manter e melhorar em 2019. Mas é preciso investir forte em tecnologia. Por isso eu diria que a prioridade das prioridades na área este ano será reformular e modernizar a Central de Monitoramento, fazer a ‘Cerca Digital’, uma muralha de câmeras que irão monitorar todas as entradas e saídas da cidade, desta forma teremos controle sobre qualquer veículo que entra na cidade. É um projeto complexo, de alto custo e a intenção é instalar as câmeras em 100 pontos na cidade. As imagens servirão como subsídio para polícia civil importantes em condenações penais. Os criminosos vão se afastar, porque sabem que a cidade estará toda monitorada. A ideia não é comprar estes equipamentos, porque eles ficam obsoletos e também porque a manutenção das câmeras é praticamente diária e muito cara, mais vantajoso será locar. Hoje somos a cidade mais segura do sul e a quarta mais segura do país e as três cidades que estão na nossa frente tem o monitoramento digital que queremos implantar aqui. Quando a cerca digital estiver ativada seremos a cidade mais segura do país. Tenho certeza absoluta”.

Karine Almeida Gomes, secretária de Gestão Administrativa

 

Na Secretaria de Gestão Administrativa, entre os projetos prioritários estão:

*Interconexão de rede com rede de fibra ótica, nos postos de saúde e escolas;

*Contratação dos servidores em nuvem;

*Finalização do censo;

*Estudo de impacto da folha;

*O e-social será implementado em 2019;

*A locação de alarmes e monitoramento em todos os prédios públicos;

*A modernização dos sistemas da prefeitura;

*O lançamento de um aplicativo para serviços da prefeitura;

*As licitações de venda de terrenos públicos;

*A auditoria de rede própria da administração para identificar tudo o que tem na rede de 300 câmeras;

*A realização de cursos on line;

*Lançamento da plataforma mudo;

*O chamamento público para novos pontos de wifi em locais públicos.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Prefeito e secretários de Balneário Camboriú listam as prioridades de 2019

Power Produtora/PMBC
Alargamento da praia, a prioridade das prioridades em 2019
Alargamento da praia, a prioridade das prioridades em 2019

Publicidade

Sexta, 11/1/2019 15:48.

Por Marlise Schneider Cezar

Entre as inúmeras ações, obras e projetos prontos para sair do papel neste terceiro ano de governo do prefeito Fabrício Oliveira, um pode ser considerado a prioridade das prioridades: a recuperação e o alargamento da faixa de areia da Praia Central, o principal cartão postal de Balneário Camboriú e que já rendeu três décadas de discussão, passou por vários prefeitos, mas nunca esteve tão perto de sair do papel. Se depender do prefeito, a obra inicia em maio e estará pronta para a próxima temporada.

Neste início de ano, a reportagem do Página3 reuniu as prioridades para 2019 apontadas pelo prefeito e por todo seu secretariado. O alargamento da praia aparece em várias secretarias.


Acompanhe as prioridades do prefeito Fabrício Oliveira

Fotos: Divulgação/PMBC

“O governo tem inúmeros projetos para esse ano. Dezenas de projetos devem sair do papel nesses próximos 12 meses. Entre os prioritários, temos a recuperação da Praia Central, cujas licitações das condicionantes ambientais já estão em andamento e a autorização de financiamento já foi dada pelo Legislativo.

A construção do molhe do Pontal Norte, prevista para abril deste ano e ainda a recuperação do Rio Marambaia, que inclui a construção de um novo emissário de esgoto, que aumentará a capacidade de vazão da rede de esgoto da região Norte.

Além dessas importantes obras para o meio ambiente, esse ano teremos todos os encaminhamentos para a construção do Mercado Público da Barra, as construções do Boulevard das Ruas 1.200 e 4.800.

Outra área que, novamente terá um grande investimento será a Segurança Pública, que receberá R$ 10 milhões para investimentos para compor um circuito completo de monitoramento da cidade.

Serão reurbanizadas algumas ruas na região das Praias Agrestes. Entre elas: Higino João Pio, Rua Vitório Fornerolli, Alameda das Acácias e Alameda Araucária.

Também vamos acelerar o prolongamento da Quarta Avenida até a Rua 3.700.

Outras obras como a construção da Avenida Panorâmica deverão começar em 2019, assim como a reestruturação das Ruas Raposo Tavares e Avenida da Lagoa.

Nas ações de gestão, vamos resolver a questão da administração do Hospital Ruth Cardoso e colocar em funcionamento o novo Pronto Socorro em breve”.


Acompanhe as prioridades de cada secretaria municipal

Rubens Spernau, secretário do Planejamento

 *Encaminhar todos os processos ambientais junto ao Instituto do Meio Ambiente (IMA) e outros órgãos, para obter a licença de operação de instalação do aterro da reestruturação da faixa de areia;

*Trabalhando na construção de um Termo de Referência que permita ao edital ser bem transparente, acessível e conter elementos técnicos que garantam que a obra seja executada com qualidade; aparentemente é uma coisa simples, mas nem tanto, estamos trabalhando nisso e na elaboração do edital.

*Superada essa questão que deu entrada em Brasília na Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e que tem que passar pelo Senado para que tenhamos liberação efetiva do financiamento de parte do Banco do Brasil que acreditamos não ser muito demorado e com esses outros elementos que ainda não temos a LAI vamos lançar o edital; nesse intervalo em que o edital está acontecendo, deveremos estar com os documentos de todos os serviços que contratamos que foi uma exigência da Licença Ambiental Prévia (LAP) para dar entrada junto ao IMA. Essa é a prioridade das prioridades.

*Paralelo a isso temos projetos em curso que fazem parte das operações urbanas.

*Lançando até final do mês a pavimentação e a qualificação da Rua 3198, que é a continuação da Quarta Avenida até a 3300 e de uma transversal que vai da Marginal até a avenida Atlântica, via 3122.

*Rua 3208, falta apenas um imóvel para desapropriar, ela permitirá chegar da 3100 até a 3700, no entanto temos quatro imóveis construídos sobre o traçado da rua em terreno público. São construções irregulares feitas sobre espaço público, é uma questão judicial;

*Na parte central o elevado da Quarta, a nova ligação da Martin Luther com a avenida das Flores, parece que serão as grandes obras deste governo na região central no que concerne à mobilidade, deve melhorar muito o trânsito naquela região, é uma melhoria de fato bem significativa.

*Lançando edital de acesso à BR-101 no setor norte da cidade, saindo pelo Ariribá. Ainda é um projeto. Quando nos for entregue, nos permitirá decidir sobre a viabilidade econômica da obra bem como as condições ambientais para que ela se instale.

*Tem a Martin Luther com projeto e áreas já definidas e traçadas desde a época em que eu era prefeito, quando foram congelados os imóveis para implantação da Martin Luther e também na continuação da Quarta Avenida. O projeto está executado até a Rua João de Barro. Falta indenizar esses proprietários, mas temos recursos para isso e devemos ainda neste governo dar sequência a essa obra. Sua ligação efetiva com Itajaí depende do andamento das obras de Itajaí que vai se conectar nessa via, paralela a Osvaldo Reis;

*Estamos trabalhando numa grande escola, onde hoje está o Ciep, na Vila Real, o projeto arquitetônico finalizou, até março esperamos ter todos os projetos e planilhas para que possamos lançar o edital. Na área da educação este será o ponto alto deste governo.

Ike Gevaerd, secretário Meio Ambiente

*APA da Costa Brava: Finalização do Plano de Manejo mais os estudos para criação do Parque Natural Municipal Taquarinhas;

*Bandeira Azul: Buscar a bandeira para a praia de Taquaras e inscrever a praia do Pinho na fase piloto; cumprir todos os critérios exigidos pelo programa nas praias do Estaleiro e do Estaleirinho que já conquistaram a bandeira em 2018;

*Operação Águas Limpas Costa Brava: continuidade das campanhas de conscientização e fiscalização nos cursos d´água da APA da Costa Brava, trabalho que tem a participação de outros setores da prefeitura;

*Erradicação de espécies Arbóreas Exóticas em áreas públicas na região da Costa Brava;

*Laranjeiras: finalização e posterior implantação do Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD);

*Bairro da Barra: projeto de criação do Parque das Pedreiras da Barra juntamente com a Guarda Ambiental;

*Rio Camboriú: fortalecimento do pacto do rio Camboriú assinado pelos prefeitos de Camboriú e Balneário Camboriú; *Apoio para a Construção do Batalhão da Polícia Ambiental Militar.

*Praia Central: acompanhamento da obtenção das licenças ambientais para o alargamento e monitoramento dos planos e programas exigidos pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) referentes à enseada de Balneário Camboriú;

*Monitoramento da Qualidade Ambiental da Enseada/Briozoários e Algas Verdes;

*Parque Raimundo Malta:

-Estudos para Controle Populacional das Capivaras

-Novo Ambiarte

-Escola Ambiental

-Vila dos Escoteiros

-Caminho Especial Jardim São Francisco

-Requalificação das Trilhas e do Labirinto

-Ampliação dos Serviços Fitoterápicos

*Dog Parque: construção de dois novos Parques, um na Barra Norte e outro no Bairro dos Municípios;

*Possibilidade de espaços para pets em praias do município;

*Acompanhamento dos novos serviços e obras da Ambiental:

-CVM (Centro de Valorização de Materiais Recicláveis);

-PEV (Ponto de Entrega voluntária de Resíduos);

-Coleta mecanizada;

-Campanha de educação ambiental;

-Incremento na coleta seletiva;

*Remodelação do Programa Terra Limpa;

*Acompanhamento e monitoramento dos Termos de Ajustamento de Conduta;

*IPTU Verde: criação de mosaicos de reservas particulares do patrimônio natural;

*Incremento aos programas Praia Limpa, Gestão das Praias e Projeto Orla;

*Fortalecimento do Departamento de Fiscalização;

*Readequação do Conselho Municipal do Meio Ambiente.

Fernando Marchiori, secretário de Controle Governamental e Transparência Pública

*Realizar a ‘Semana Municipal da Transparência e Combate à Corrupção’, na semana que inclui o dia 16 de maio de cada ano, data comemorativa da vigência da Lei Federal de Acesso à Informação - Lei Nacional nº 12.527/11. Nesta semana serão desenvolvidas ações educativas através de palestras, seminários, conferências e atividades culturais e de lazer. Conforme determina a Lei Municipal 4062/17,

a administração municipal procurará parcerias com os órgãos estaduais e federais, instituições de ensino e religiosas, bem como, empresas e entidades prestadoras de serviço, com o intuito de ampliar e fortalecer o controle social e as atividades relacionadas à Semana Municipal da Transparência e Combate à Corrupção. Na Semana Municipal da Transparência e Combate à Corrupção, o Poder Executivo deverá apresentar à sociedade, à imprensa e às entidades de Controle Social, por intermédio de relatório, balanço atualizado das ações realizadas em fomento à transparência pública, aos controles interno e social do municipio;

*Implementar o Conselho Municipal de Transparência conforme prevê a Lei 4136/18;

*Aproximar o controle interno das secretarias, afim de orientar de forma clara e dentro das normas legais, os servidores para que tenhamos mais transparência nos processos e procedimentos internos de cada secretaria.

*Melhorar a posição de Balneário Camboriú no Ranking Nacional de Transparência também é um desafio para 2019.

Mariana Dalvesco, superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC)

*O projeto ‘Viva Verão’ em andamento na Praia Central, foi licitado pela primeira vez, separamos o espaço da orla em lotes esportivos e determinamos o que a FMEBC queria como requisito mínimo em cada espaço. A vantagem é que a Fundação ao invés de ter custos, pode fazer uma captação com os vencedores e ainda acrescentar novidades. Isso é o começo do que pretendemos para 2019, licitar alguns eventos que são tradicionais para que possam receber novas ofertas, aumento na qualidade do serviço prestado, porque muitas vezes a Fundação se limita por não poder negociar patrocínios e exposição de marca;

*Reformas, melhorias e revitalizações dos espaços esportivos, nos campos, ginásios, centro olímpico e em geral. Começou a ser feito em dezembro e segue através de um mutirão da equipes de manutenção da FMEBC em parceria com outras secretarias;

*Regularizar a documentação dos imóveis da FMEBC, muitos inaugurados e embora sendo utilizados há muitos anos nunca tiveram essa documentação regularizada. Pretendemos finalizar 2019 com todos imóveis regularizados.

*Estruturar um novo setor de projetos para captação de recursos externo, estadual e federal através de equipe da Fundação capacitada para isso;

*Reestruturar os Jogos Escolares de BC (JEBC/Jebequinho/ParaJebc) pelo crescimento que obtivemos em 2018: vamos trabalhar esse ano, através de classificatórias regionais e vamos fazer uma grande abertura do evento e um encerramento no final do ano;

*Lançamento oficial do projeto ‘BC Virando o Jogo’, que é um projeto de iniciação esportiva em 12 escolas municipais;

*Ampliar o projeto ‘Paradesporto na Escola’, que acontecia somente nas escolas de nível fundamental. Agora será realizado também nos núcleos infantis;

*Instalação de seis novas academias ao ar livre;

*Continuar a revisão do Bolsa Atleta e do Fundesporte. Esse ano tivemos uma suplementação, o valor será R$ 1,1 milhão, (ano passado o valor era de 900 mil). Apesar de parecer um ganho, o municipio conta hoje com muito mais atletas com títulos e que podem concorrer. Por isso é necessário uma revisão;

*O Fundesporte também foi suplementado, entraremos 2019 com valor de R$ 600 mil e estamos procurando redirecionar diversos eventos para que sejam apresentados projetos que sejam contemplados através desse fundo.

*Fortalecer o do setor de inteligência do rendimento, um setor que BC inovou em 2018 e vamos fortalecer em 2019;

*Aproximar mais o Conselho Municipal de Esportes da FMEBC e torná-lo mais representativo;

*Criar um evento de premiação dos destaques, dos melhores do ano da FMEBC;

*Vários outros projetos ainda sendo alinhados.

George Varela, presidente da Fundação Cultural

*Primeira fase do Centro Integrado de Cultura (CIC) e o Plano Museológico serão nossas primeiras ações desse ano.

São projetos prioritários do governo: a ressignificação e requalificação do CIC, que começa com um projeto conceitual passando por adequação de novas utilizações do espaço e culmina na primeira etapa num projeto de identificação da infraestrutura onde está a Fundação. Nosso objetivo: esse prédio está reconhecido como ‘prédio do teatro’, mas temos ali a estrutura da sede administrativa, o teatro, a galeria municipal, a praça Bruno Nitz, a revitalização da Rua 200, os murais artísticos (agora é o do Tom Veiga que ficará por 2 anos) Esse é o projeto principal dos 4 anos do governo. O segundo projeto prioritário é o Plano Museológico, passou a ser desenvolvido ano passado, está em andamento, faltam poucos detalhes, depende de orçamento, mas estão caminhando;

*Manter o edital de Eventos e Credenciamento. É um problema sério, se não conseguir esse recurso vamos perder o edital deste ano;

*Reforma do Teatro Municipal;

*Reforma da Biblioteca e Arquivo Histórico;

*Restauração da Casa Linhares;

*Projeto de captação para oficina de artes na Praça da Cultura;

*Licitação da Vila do Artesanato quase finalizada (objetivo é regularizar a situação de todos que tem lojas lá e moralizar o uso daquele espaço, porque pretendemos estabelecer uma taxa de ocupação, que poderá ser lançada no primeiro trimestre;

*Concluir novo decreto das feiras;

*Projeto arquitetônico da ampliação do CIC;

*Desenvolver o selo Artesanato Identitário, que vai identificar os poucos, raros artesãos que se enquadram de acordo com o extinto Minc. Criar um projeto de valorização do artesanato local para que se diferencie, se distancie do industrianato e dos trabalhos manuais;

*Projeto de Registro de Lugar, para começar a identificar melhor os lugares históricos de BC. Por exemplo: as duas extremidades merecem ter tombados os nomes Marambaia (Pontal Norte) e Baturité (Barra Sul);

*Determinar recursos para o Festival da Canção;

*Reforma administrativa já apresentada;

*Reforma do atelier da Casa Linhares, para gerar mais atividades naquele espaço que tem problemas de rede elétrica, infiltrações etc;

*Manutenções corriqueiras;

*Instalar câmeras de segurança em todos os equipamentos culturais, ganhamos através de um TAC do Banco Itaú. 60 mil;

*Organizar o uso do estacionamento do teatro - se é possível fazer uma concessão de uso ou o fechamento dele, porque é utilizado sem nenhum critério;

*Sinalização interna de todos os equipamentos da cultura;

*Aquisição dos veículos. um carro e vendo a possibilidade de adquirir uma scooter;

*Revisão do Plano Municipal de Cultura junto com o Conselho Municipal de Política Cultural;

*Precisamos captar recursos urgentes porque ano passado conseguimos reforçar e valorizar bastante o turismo regional com as festas na Barra e praias agrestes e elas estão sob ameaça (Festa do Bonsucesso e Arrancadão das Canoas, Festa do Pescador, Raízes de Taquaras, Festa de Santo Amaro, Festa da Tainha);

*Avançar na regularização dos processos de realização da Semana Farroupilha (ou por licitação ou pela Lei Rouanet).

Christina Barrichelo, secretária da Pessoa Idosa e da Inclusão Social

Secretaria da Pessoa Idosa:

*A Cidade do Idoso: complexo de referência e atendimento no Bairro dos Municípios;

*Campanha para arrecadação de verba para o Fundo Municipal do Idoso;

*Receber o selo da Organização Mundial de Saúde de ‘Cidade Amiga do Idoso’;

*Eleição direta para cargos da secretaria da Pessoa Idosa "representação voluntária dos 60+";

*Fórum Regional do Idoso; Abertura do Restaurante Funcional do Idoso;

*Criação da Orquestra e Fanfarra dos 60+;

*Projeto Liga do Bem 60+ (idosos visitam e apoiam outros idosos que vivem no isolamento);

*Continuidade das 80 oficinas que funcionam na sede da secretaria.

Secretaria da Inclusão Social:

*Reforma nos centros comunitários;

*Sede própria do Cras Nação Cidadã;

*Criação da escola profissionalizante para capacitação ao mercado de trabalho, como exemplo: barbeiro, manicure, gastronomia, costura, maquiagem, panificação, porteiro, cuidador de idosos e outros;

*Programa de reciclagem para agentes ambientais (catadores);

*Centro de apoio à pessoa com deficiência;

*Oficinas inclusivas tais como balé para cadeirantes, teatro, e outros;

*Laboratório do Projeto Minha Casa em Ordem;

*Ampliação do programa Jovem Aprendiz;

*Fábrica de bolachas temáticas para geração de renda a mulheres vítimas de violência;

*Criação do espaço juventude;

*Ampliação dos profissionais do programa Abraço à Vida.

*Reforma da casa do Adolescente e construção da Casa Lar da Criança.

João Tatá Miguel, secretário de Obras

“A secretaria de Obras não trabalha com projetos. A prioridade de todos os anos é manter a cidade arrumada e limpa, mas nesse ano de 2018, a secretaria se envolveu em alguns projetos por determinação do prefeito, como a Quarta Avenida, Terceira Avenida, Rua 3100, Centro de Eventos, isso sobrecarregou…e para 2019, algum projeto deverá vir, mas até agora a prioridade é limpar, manter a cidade limpa e organizada, consertada, com pintura, jardins, gramados, valas, rios, parquinhos, decks”.

Samaroni Benedet, secretário de Compras

*Plano principal é tornar os processos mais transparentes por meio da virtualização dos processos licitatórios;

*Ampliar o assessoramento das secretarias no processo de compras com treinamento do pessoal, modernização do site, por meio da criação de um painel com as informações das licitações - semana a semana - e a modernização da fiscalização dos contratos, por meio de treinamento dos fiscais;

*Criação de bancos de preços e numa agenda oficial de licitações, que está em desenvolvimento desde 2018, com auxílio do Sebrae. Essa medida faz com que certas licitações tenham datas pré-determinadas.

*Ampliar as licitações para as micro e pequenas empresas de Balneário Camboriú, um projeto que começou em 2018 e cujo próximo passo é intensificar a participação das empresas locais. Para isso serão promovidos encontros, chamamentos e treinamentos dos empresários da cidade, principalmente por meio da Sala do Empreendedor;

*Dedicar atenção especial às licitações que ocorrem em função da recuperação da Praia Central.

Andressa Hadad, secretária da Saúde

Nossos quatro projetos prioritários para 2019 são:

*Abertura da UPA das Nações (estamos fazendo todas as adequações conforme orientações da vigilância sanitária estadual);

*Entrega do PS do Ruth (vamos revisar a rede de gases e fazer a instalação do ar condicionado central na área nova do PS. O que já está em andamento é a revisão hidráulica, revisão elétrica e agora iniciamos a maquiagem, todos esses processos estão em andamento, porque o PS ficou seis anos fechado, vândalos entraram e destruíram aquele espaço);

*Retomando o processo da publicização (terceirização) do Ruth Cardoso: um processo que já estava aberto e nossa meta era concluí-lo no começo de 2019, mas como uma das empresas perdeu o prazo para participação do certame na qualificação, ela entrou com uma solicitação judicial para suspensão do projeto até análise da juíza, verificando a possibilidade de participação deles no processo. Tivemos que acatar a suspensão, mesmo a empresa tendo perdido o prazo devido uma decisão judicial. Esse processo foi analisado e a suspensão foi cancelada, por isso estamos retomando esse processo da terceirização;

*Aumento da cobertura da saúde pública, da atenção básica, primária no municipio. Estava estacionado em 47%, já estamos em 53% e esse ano queremos atingir 90% de cobertura da atenção básica, fazendo o inverso da pirâmide. Hoje a pirâmide está ao contrário: atenção básica com pouca equipe para ofertar; a secundária, especializada com todos os exames, especialistas, temos muitos encaminhamentos, devido a pouca resolutividade da atenção básica; atenção terciária, que é o Ruth Cardoso, onde temos uma demanda muito grande, pela falta da atenção básica e pelos inúmeros encaminhamentos da atenção secundária.

Miro Teixeira, secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico

*Em janeiro apresentaremos ao prefeito o ‘case’ de planejamento da secretaria de Turismo, através do sistema que recebemos de Gestão e Orientação para Resultados (GEOR), que mantém um cadastro online de todos os projetos realizados e em andamento, inclusive com valores, o que permitirá um acompanhamento de tudo que está acontecendo. Vamos mostrar como implantamos esse softer dentro da secretaria de Turismo para que o prefeito consiga fazer o acompanhamento, por secretaria, de todos os projetos do seu governo;

*Continuar a implantação do desenvolvimento econômico, um setor que não existia de fato na secretaria e que em parceria com o Sebrae, ganhou força, com a instalação de vários programas em andamento. Entre eles, o Cidade Empreendedora; o Balcão do Empreendedor; Alvarás online; JEEP; BC Criativo;

*Aprovação do Plano Municipal de Turismo, em dezembro na Câmara de Vereadores (formamos uma comissão composta por três turismólogas da Sectur para manter atualizado e acompanhar a sua execução).

*Manter e avançar em todos esses ítens, dar sequência à promoção e divulgação do municipio e dar continuidade nos projetos novos com esse sistema já implantado.

Rosângela Percegona Borba, secretária da Educação

*Dia 6 de fevereiro palestra sobre inteligência emocional no clube Ariribá para os servidores da educação. Palestra de retorno das férias e início do ano.

*Apresentação do novo modelo de uniforme escolar da rede de BC (em fevereiro). Desfile para apresentação para a comunidade;

*Entrega do material escolar aos alunos. Em fevereiro.

*Manutenções das unidades escolares continuarão ao longo do ano com a equipe da educação;

*Reforma por meio de processo licitatório nas escolas Tomáz Garcia, Ghislandi, Nova Esperança;

*Continuar os projetos ‘Ética e Cidadania’, ‘Jovem Doutor’, ‘E se fosse você’....,dentre outros;

*Compra de jogos e parque adaptado para alunos com deficiência;

*Inicia este ano o trabalho do auxiliar de apoio em questões pedagógicas, auxiliando os alunos com deficiência em sala de aula, além do contraturno que já ocorre. Isso não tinha em anos anteriores. É uma conquista;

*Fortalecimento parental com palestras para pais sobre diferentes assuntos, por exemplo, relacionamento pais e filhos, como auxiliar nas tarefas de casa, limites, etc;

*Concluir o projeto arquitetônico da escola em tempo integral elaborado pelos engenheiros e arquitetos da Amfri;

*Implantar o sistema de matrículas online em todas as unidades, conforme fizemos no CIEP e na Vereador Santa e deu muito certo;

*Dar continuidade à formação continuada dos professores cumprindo o contrato que é de 3 anos. Isso será uma exigência que Balneário Camboriú já faz;

*Ensino de inglês, espanhol e libras com sede na rua Canelinha, onde funciona o projeto Oficinas.

Franc Ribeiro Corrêa, secretário da Fazenda

*Para 2019, na Secretaria da Fazenda começarão a ser feitos treinamentos dos fiscais para fiscalização de ISS da rede bancária. A legislação mudou, portanto, a necessidade de treinar os fiscais para esse trabalho poderá promover a melhoria da arrecadação.

*Implantação de melhorias do sistema de certidões e segundas vias de boleto para facilitar ao contribuinte o acesso.

Antônio Gabriel Castanheira, secretário da Segurança

“Contratar mais efetivo é complicado, por isso precisamos cada vez mais investir em tecnologia. Atualmente implantamos boas estratégias, a distribuição do pessoal, como mapeamos o crime, colocamos um inspetor da Guarda Municipal em cada bairro para nos aproximar e tomar conhecimento das principais necessidades, os tótens funcionam bem e tudo isso iremos manter e melhorar em 2019. Mas é preciso investir forte em tecnologia. Por isso eu diria que a prioridade das prioridades na área este ano será reformular e modernizar a Central de Monitoramento, fazer a ‘Cerca Digital’, uma muralha de câmeras que irão monitorar todas as entradas e saídas da cidade, desta forma teremos controle sobre qualquer veículo que entra na cidade. É um projeto complexo, de alto custo e a intenção é instalar as câmeras em 100 pontos na cidade. As imagens servirão como subsídio para polícia civil importantes em condenações penais. Os criminosos vão se afastar, porque sabem que a cidade estará toda monitorada. A ideia não é comprar estes equipamentos, porque eles ficam obsoletos e também porque a manutenção das câmeras é praticamente diária e muito cara, mais vantajoso será locar. Hoje somos a cidade mais segura do sul e a quarta mais segura do país e as três cidades que estão na nossa frente tem o monitoramento digital que queremos implantar aqui. Quando a cerca digital estiver ativada seremos a cidade mais segura do país. Tenho certeza absoluta”.

Karine Almeida Gomes, secretária de Gestão Administrativa

 

Na Secretaria de Gestão Administrativa, entre os projetos prioritários estão:

*Interconexão de rede com rede de fibra ótica, nos postos de saúde e escolas;

*Contratação dos servidores em nuvem;

*Finalização do censo;

*Estudo de impacto da folha;

*O e-social será implementado em 2019;

*A locação de alarmes e monitoramento em todos os prédios públicos;

*A modernização dos sistemas da prefeitura;

*O lançamento de um aplicativo para serviços da prefeitura;

*As licitações de venda de terrenos públicos;

*A auditoria de rede própria da administração para identificar tudo o que tem na rede de 300 câmeras;

*A realização de cursos on line;

*Lançamento da plataforma mudo;

*O chamamento público para novos pontos de wifi em locais públicos.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade