Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Trovoada de verão deixou Balneário Camboriú inundada

Banho deve ser evitado na praia central nas próximas horas

Segunda, 14/1/2019 4:57.
Áurea Loch / Rio das Ostras Já.
Rua Manoel Athanázio Corrêa, na Barra.

Publicidade

A primeira grande trovoada de 2019 caiu ontem (13) à noite, alagando as ruas da cidade. Segundo a Defesa Civil foram 65mm de chuva. A estação meteorológica da Epagri, na altura do Colégio Agrícola, registrou 40mm.

Isso significa que choveu em curto espaço de tempo entre 40 e 65 litros por metro quadrado o que inevitavelmente causa alagamentos.

Segundo a Defesa Civil, houve apenas prejuízos materiais em pontos de alguns bairros.

Essa primeira trovoada do ano (que relampejou e não veio várias vezes nos últimos dias) espantou a ameaça de racionamento de água que era iminente.

A Emasa trabalhava com a perspectiva de com mais dois ou três dias sem chuvas começar a racionar.

Devido à enxurrada que lavou as ruas da cidade, é provável que toda a praia central esteja imprópria nesta segunda-feira, as pessoas devem evitar o banho nas próximas horas.

Aequipe Praia Limpa, da Secretaria do Meio Ambiente, deverá orientar as pessoas a evitarem o mar hoje. A água lavou a cidade e muita sujeira e detritos foram parar na praia e no mar, fato que pode causar doenças e acidentes.

Em praias abertas como a Brava (Itajai) e a maioria da Interpraias o mar provavelmente está próprio para banho.

A chuva normalizou o estoque do rio Camboriú na captação, como mostra o hidrograma abaixo:

Previsão de chuvas do Climatempo



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Áurea Loch / Rio das Ostras Já.
Rua Manoel Athanázio Corrêa, na Barra.
Rua Manoel Athanázio Corrêa, na Barra.

Trovoada de verão deixou Balneário Camboriú inundada

Banho deve ser evitado na praia central nas próximas horas

Publicidade

Segunda, 14/1/2019 4:57.

A primeira grande trovoada de 2019 caiu ontem (13) à noite, alagando as ruas da cidade. Segundo a Defesa Civil foram 65mm de chuva. A estação meteorológica da Epagri, na altura do Colégio Agrícola, registrou 40mm.

Isso significa que choveu em curto espaço de tempo entre 40 e 65 litros por metro quadrado o que inevitavelmente causa alagamentos.

Segundo a Defesa Civil, houve apenas prejuízos materiais em pontos de alguns bairros.

Essa primeira trovoada do ano (que relampejou e não veio várias vezes nos últimos dias) espantou a ameaça de racionamento de água que era iminente.

A Emasa trabalhava com a perspectiva de com mais dois ou três dias sem chuvas começar a racionar.

Devido à enxurrada que lavou as ruas da cidade, é provável que toda a praia central esteja imprópria nesta segunda-feira, as pessoas devem evitar o banho nas próximas horas.

Aequipe Praia Limpa, da Secretaria do Meio Ambiente, deverá orientar as pessoas a evitarem o mar hoje. A água lavou a cidade e muita sujeira e detritos foram parar na praia e no mar, fato que pode causar doenças e acidentes.

Em praias abertas como a Brava (Itajai) e a maioria da Interpraias o mar provavelmente está próprio para banho.

A chuva normalizou o estoque do rio Camboriú na captação, como mostra o hidrograma abaixo:

Previsão de chuvas do Climatempo



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade