Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Emasa estuda financiar regularização de esgoto nas residências
Celso Peixoto/PMBC
Canal do Marambaia, um dos problemas ambientais da cidade.

Quinta, 24/1/2019 15:45.

O prefeito Fabrício Oliveira confirmou ao Página 3 que em breve enviará à Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú dois projetos de lei voltados à rápida melhoria no saneamento básico.

Um deles prevê a exigência de laudo de regularidade ambiental das edificações comerciais e habitações multifamiliares e o outro criará uma linha de financiamento para quem precisar fazer obras de regularização do esgoto em sua moradia ou empresa.

LAUDO

A ideia é que o laudo sejá elaborado por profissional habilitado, com Anotação de Responsabilidade Técnica -ART- junto ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

A responsabilização e penalização do engenheiro e do responsável pelo imóvel em caso de ligações de esgoto em desacordo com a lei deverá dar um forte impulso na despoluição do canal de Marambaia e outros cursos d´água.

LINHA DE CRÉDITO

Nesse segundo projeto que será enviado aos vereadores a proposta é oferecer financiamento em longo prazo, com a prestação descontada na conta de água, às pessoas que precisam regularizar a instalação de esgoto da sua casa ou imóvel comercial.

Um financiamento desse tipo já existe em Florianópolis, numa parceria com a Caixa Econômica Federal.

Dias atrás o vereador Marcelo Achutti defendeu mecanismo semelhante.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Emasa estuda financiar regularização de esgoto nas residências

Celso Peixoto/PMBC
Canal do Marambaia, um dos problemas ambientais da cidade.
Canal do Marambaia, um dos problemas ambientais da cidade.

Publicidade

Quinta, 24/1/2019 15:45.

O prefeito Fabrício Oliveira confirmou ao Página 3 que em breve enviará à Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú dois projetos de lei voltados à rápida melhoria no saneamento básico.

Um deles prevê a exigência de laudo de regularidade ambiental das edificações comerciais e habitações multifamiliares e o outro criará uma linha de financiamento para quem precisar fazer obras de regularização do esgoto em sua moradia ou empresa.

LAUDO

A ideia é que o laudo sejá elaborado por profissional habilitado, com Anotação de Responsabilidade Técnica -ART- junto ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

A responsabilização e penalização do engenheiro e do responsável pelo imóvel em caso de ligações de esgoto em desacordo com a lei deverá dar um forte impulso na despoluição do canal de Marambaia e outros cursos d´água.

LINHA DE CRÉDITO

Nesse segundo projeto que será enviado aos vereadores a proposta é oferecer financiamento em longo prazo, com a prestação descontada na conta de água, às pessoas que precisam regularizar a instalação de esgoto da sua casa ou imóvel comercial.

Um financiamento desse tipo já existe em Florianópolis, numa parceria com a Caixa Econômica Federal.

Dias atrás o vereador Marcelo Achutti defendeu mecanismo semelhante.
 

Publicidade

Publicidade