Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
SAMU de Balneário Camboriú está sem ambulância

Quinta, 13/6/2019 9:22.
Divulgação
As duas ambulâncias do SAMU estão em manutenção

Publicidade

O SAMU de Balneário Camboriú está sem ambulância há alguns dias. O órgão possui dois veículos (um fixo e outro reserva), ambos são de 2014 e estão passando por manutenções. A previsão é que as ambulâncias fiquem prontas até o fim de semana. Até lá, o SAMU está utilizando uma ambulância da prefeitura, de cor branca.

O Página 3 foi informado da situação por um leitor ligado ao SAMU, que preferiu não ser identificado. Ele conta que as ambulâncias que circulam em Balneário, da unidade básica, são de 2014. Segundo ele, em outros municípios vizinhos veículos com esse tempo de uso não conseguiriam nem rodar mais, mas em Balneário Camboriú a manutenção é feita corretamente, por isso ainda utilizam as ambulâncias.

“Mas chega uma hora que o veículo não aguenta. É pauleira o serviço, para cima e para baixo com a ambulância o tempo todo, uma quilometragem alta. Uma está com problema sério de injeção e a outra também pifou, ambas estão na manutenção”, diz.

Ele salienta ainda que não entende a ‘força política’ que faz outros municípios conseguirem ambulâncias novas e em Balneário não acontecer o mesmo.

“Já era para termos recebido ambulância nova e até agora nada, nem do Estado e nem do Governo Federal. As que vieram foram distribuídas para outros municípios e de novo Balneário não ganhou. Há municípios que rodam menos que já ganharam duas vezes e nós continuamos rodando com as de 2014”, explica.

A prefeitura então cedeu uma ambulância ao SAMU, que é a que está sendo usada para fazer os atendimentos.

“A unidade avançada também está com uma ambulância bem defasada, mas está trabalhando. Não estamos baixados, estamos trabalhando normalmente, mas com a ambulância branca do município, tudo para não parar o serviço”, acrescenta.

O denunciante informou ainda que o posto de combustíveis onde a prefeitura abastece os veículos não possui um óleo diesel ‘muito bom’ e isso estaria causando problemas em toda a frota municipal.

O que diz a secretária de Saúde

A secretária de Saúde, Andressa Hadad, explicou em uma rádio na manhã de hoje (13) que a ambulância padrão do SAMU teve um problema e o serviço estava utilizando a ‘backup’ (reserva), que também começou a apresentar falha em uma peça, que não tem em pronta-entrega.

“As duas estão em manutenção e por esse motivo estamos utilizando a ambulância municipal, que não perde nada em infraestrutura. É uma ambulância que possui todo o equipamento para atendimento pré-hospitalar, é a que utilizamos e que foi comprada com recursos próprios. Em nenhum momento estamos deixando de cumprir com o papel importante, que é o do SAMU. Não estamos deixando de realizar nenhum atendimento. Esse é o nosso papel, prestar atendimento a população, com segurança, com qualidade e com responsabilidade”, disse.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação
As duas ambulâncias do SAMU estão em manutenção
As duas ambulâncias do SAMU estão em manutenção

SAMU de Balneário Camboriú está sem ambulância

Publicidade

Quinta, 13/6/2019 9:22.

O SAMU de Balneário Camboriú está sem ambulância há alguns dias. O órgão possui dois veículos (um fixo e outro reserva), ambos são de 2014 e estão passando por manutenções. A previsão é que as ambulâncias fiquem prontas até o fim de semana. Até lá, o SAMU está utilizando uma ambulância da prefeitura, de cor branca.

O Página 3 foi informado da situação por um leitor ligado ao SAMU, que preferiu não ser identificado. Ele conta que as ambulâncias que circulam em Balneário, da unidade básica, são de 2014. Segundo ele, em outros municípios vizinhos veículos com esse tempo de uso não conseguiriam nem rodar mais, mas em Balneário Camboriú a manutenção é feita corretamente, por isso ainda utilizam as ambulâncias.

“Mas chega uma hora que o veículo não aguenta. É pauleira o serviço, para cima e para baixo com a ambulância o tempo todo, uma quilometragem alta. Uma está com problema sério de injeção e a outra também pifou, ambas estão na manutenção”, diz.

Ele salienta ainda que não entende a ‘força política’ que faz outros municípios conseguirem ambulâncias novas e em Balneário não acontecer o mesmo.

“Já era para termos recebido ambulância nova e até agora nada, nem do Estado e nem do Governo Federal. As que vieram foram distribuídas para outros municípios e de novo Balneário não ganhou. Há municípios que rodam menos que já ganharam duas vezes e nós continuamos rodando com as de 2014”, explica.

A prefeitura então cedeu uma ambulância ao SAMU, que é a que está sendo usada para fazer os atendimentos.

“A unidade avançada também está com uma ambulância bem defasada, mas está trabalhando. Não estamos baixados, estamos trabalhando normalmente, mas com a ambulância branca do município, tudo para não parar o serviço”, acrescenta.

O denunciante informou ainda que o posto de combustíveis onde a prefeitura abastece os veículos não possui um óleo diesel ‘muito bom’ e isso estaria causando problemas em toda a frota municipal.

O que diz a secretária de Saúde

A secretária de Saúde, Andressa Hadad, explicou em uma rádio na manhã de hoje (13) que a ambulância padrão do SAMU teve um problema e o serviço estava utilizando a ‘backup’ (reserva), que também começou a apresentar falha em uma peça, que não tem em pronta-entrega.

“As duas estão em manutenção e por esse motivo estamos utilizando a ambulância municipal, que não perde nada em infraestrutura. É uma ambulância que possui todo o equipamento para atendimento pré-hospitalar, é a que utilizamos e que foi comprada com recursos próprios. Em nenhum momento estamos deixando de cumprir com o papel importante, que é o do SAMU. Não estamos deixando de realizar nenhum atendimento. Esse é o nosso papel, prestar atendimento a população, com segurança, com qualidade e com responsabilidade”, disse.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade