Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Estaleiro recebe água encanada cinco anos depois de prometida por Piriquito
Reprodução.

Quarta, 6/3/2019 4:56.

A praia do Estaleiro está com água encanada disponível para os moradores que devem se cadastrar na sede da Emasa, na Quarta Avenida, 250 ou no posto em frente ao PA da Barra.

A obra foi iniciada pelo ex-prefeito Edson Piriquito e nunca concluída.

Na ocasião da assinatura da ordem de serviço, em novembro de 2013, o portal da prefeitura registrou assim os discursos de alguns dos presentes ao evento:

Claudia 'Zezé' Wolff, na época presidente da Associação de Moradores do Estaleiro e hoje diretora da prefeitura: “... a implantação do sistema de água e esgoto é uma luta de muito tempo das comunidades da região… agradeceu ao prefeito Edson Piriquito pelos esforços e por perseguir a meta e alcançá-la...”.

O então diretor da Emasa, Valmir Pereira, “explicou os trâmites que foram necessários para a legalização da obra, como as licenças ambientais, a adequação do projeto à preservação do meio ambiente e a concretização dos financiamentos através do Governo Federal, via Caixa Econômica”.

O vice-prefeito Cláudia Dalvesco “afirmou que se sentia honrado em fazer parte deste momento histórico e de integrar uma administração que, desde os primeiros instantes, traçou um objetivo e o perseguiu incansavelmente”.

O então promotor de Justiça do Meio Ambiente, André Otávio de Mello “lembrou que 80% da população de Santa Catarina ainda não possui o benefício do saneamento básico... segundo ele, as ações da administração pública de Balneário Camboriú são de grande importância.... Com a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e a cobertura de quase 100% da área do município com rede coletora, somados à decisão de implantar o sistema nas Praias Agrestes, Balneário Camboriú é referência nacional, visto que tratar esgoto com mais de 95% de eficiência é um padrão buscado até por países mais desenvolvidos..”.

O prefeito Edson Piriquito “relatou em seu pronunciamento, a importância do ato alcançado com a participação decisiva de todas as forças da comunidade e a vontade política da Administração Municipal. O prefeito afirmou que o objetivo da administração é resolver problemas cruciais, atendendo a demanda e promovendo a melhora na qualidade de vida da população. Esta é uma luta de décadas desta comunidade. Muitos criticaram, inclusive, a decisão de investir R$ 18 milhões nesta obra, mas nós acreditamos que é melhor investir em saneamento do que deixar que uma comunidade inteira viver sob risco de doenças e desconforto, como a inexistência de abastecimento de água e rede de esgoto. Não podemos esquecer que a região sul faz parte do mapa da cidade e o mesmo sistema já foi implantado nas outras regiões”.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Estaleiro recebe água encanada cinco anos depois de prometida por Piriquito

Reprodução.

Publicidade

Quarta, 6/3/2019 4:56.

A praia do Estaleiro está com água encanada disponível para os moradores que devem se cadastrar na sede da Emasa, na Quarta Avenida, 250 ou no posto em frente ao PA da Barra.

A obra foi iniciada pelo ex-prefeito Edson Piriquito e nunca concluída.

Na ocasião da assinatura da ordem de serviço, em novembro de 2013, o portal da prefeitura registrou assim os discursos de alguns dos presentes ao evento:

Claudia 'Zezé' Wolff, na época presidente da Associação de Moradores do Estaleiro e hoje diretora da prefeitura: “... a implantação do sistema de água e esgoto é uma luta de muito tempo das comunidades da região… agradeceu ao prefeito Edson Piriquito pelos esforços e por perseguir a meta e alcançá-la...”.

O então diretor da Emasa, Valmir Pereira, “explicou os trâmites que foram necessários para a legalização da obra, como as licenças ambientais, a adequação do projeto à preservação do meio ambiente e a concretização dos financiamentos através do Governo Federal, via Caixa Econômica”.

O vice-prefeito Cláudia Dalvesco “afirmou que se sentia honrado em fazer parte deste momento histórico e de integrar uma administração que, desde os primeiros instantes, traçou um objetivo e o perseguiu incansavelmente”.

O então promotor de Justiça do Meio Ambiente, André Otávio de Mello “lembrou que 80% da população de Santa Catarina ainda não possui o benefício do saneamento básico... segundo ele, as ações da administração pública de Balneário Camboriú são de grande importância.... Com a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e a cobertura de quase 100% da área do município com rede coletora, somados à decisão de implantar o sistema nas Praias Agrestes, Balneário Camboriú é referência nacional, visto que tratar esgoto com mais de 95% de eficiência é um padrão buscado até por países mais desenvolvidos..”.

O prefeito Edson Piriquito “relatou em seu pronunciamento, a importância do ato alcançado com a participação decisiva de todas as forças da comunidade e a vontade política da Administração Municipal. O prefeito afirmou que o objetivo da administração é resolver problemas cruciais, atendendo a demanda e promovendo a melhora na qualidade de vida da população. Esta é uma luta de décadas desta comunidade. Muitos criticaram, inclusive, a decisão de investir R$ 18 milhões nesta obra, mas nós acreditamos que é melhor investir em saneamento do que deixar que uma comunidade inteira viver sob risco de doenças e desconforto, como a inexistência de abastecimento de água e rede de esgoto. Não podemos esquecer que a região sul faz parte do mapa da cidade e o mesmo sistema já foi implantado nas outras regiões”.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade