Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Construção civil de Balneário Camboriú adota plataforma de prevenção à Covid-19

Terça, 26/5/2020 15:53.

Publicidade

A iniciativa é pioneira no setor produtivo catarinense

As empresas de construção civil em Balneário Camboriú começam a adotar em junho, um programa de controle e monitoramento de dados sobre a Covid-19 no ambiente de trabalho.

Os trabalhadores serão monitorados diariamente através de uma plataforma virtual, para identificar aqueles que apresentarem sintomas do coronavírus e encaminhá-los para atendimento, isolando-os do restante do grupo e evitando a proliferação da doença.

A implantação da plataforma em caráter experimental começou neste mês. A iniciativa é uma parceria entre o Sesi (Serviço Social da Indústria)/FIESC (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina), Sinduscon de Balneário Camboriú e Camboriú, e prefeitura local.

O programa é de simples utilização e funciona a partir de uma plataforma web. A empresa cadastra seus funcionários na plataforma, para que sejam monitorados diariamente por uma assistente virtual através de mensagens de texto. Nesta troca de informações com a assistente virtual que poderão ser identificados trabalhadores com sintomas da Covid-19. Se o sistema acusar provável sintoma, o líder repassa a informação ao coordenador da equipe para providências. A plataforma também permite identificar eventuais esquecimentos por parte dos colaboradores em responder às perguntas diárias, aprimorando ainda mais o monitoramento do estado de saúde das equipes, já que os coordenadores conseguem visualizar os usuários que não deram o feedback do dia.

Este 'piloto' com a construção civil de Balneário Camboriú começou dia 12 de maio com quatro empresas associadas ao Sinduscon. A partir de junho, inicia a ampliação gradativa do sistema para as demais empresas do setor ligadas ao sindicato. O presidente do Sinduscon, engenheiro civil Nelson Nitz, enfatiza a importância desta plataforma dizendo que ela cumpre um dos principais papéis do sindicato nesse momento de pandemia, o de viabilizar recursos humanos e tecnológicos para que as empresas atuem com segurança.

“Preservar a saúde e a segurança no ambiente de trabalho é uma preocupação que sempre estará em primeiro lugar no nosso ranking de prioridades. A indústria da construção civil de Balneário Camboriú e Camboriú mantém seu compromisso com a sociedade e não economizará esforços nessa luta pela vida”, finaliza Nitz.

Fonte: VIZZOTTO EDITORA


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Construção civil de Balneário Camboriú adota plataforma de prevenção à Covid-19

Publicidade

Terça, 26/5/2020 15:53.

A iniciativa é pioneira no setor produtivo catarinense

As empresas de construção civil em Balneário Camboriú começam a adotar em junho, um programa de controle e monitoramento de dados sobre a Covid-19 no ambiente de trabalho.

Os trabalhadores serão monitorados diariamente através de uma plataforma virtual, para identificar aqueles que apresentarem sintomas do coronavírus e encaminhá-los para atendimento, isolando-os do restante do grupo e evitando a proliferação da doença.

A implantação da plataforma em caráter experimental começou neste mês. A iniciativa é uma parceria entre o Sesi (Serviço Social da Indústria)/FIESC (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina), Sinduscon de Balneário Camboriú e Camboriú, e prefeitura local.

O programa é de simples utilização e funciona a partir de uma plataforma web. A empresa cadastra seus funcionários na plataforma, para que sejam monitorados diariamente por uma assistente virtual através de mensagens de texto. Nesta troca de informações com a assistente virtual que poderão ser identificados trabalhadores com sintomas da Covid-19. Se o sistema acusar provável sintoma, o líder repassa a informação ao coordenador da equipe para providências. A plataforma também permite identificar eventuais esquecimentos por parte dos colaboradores em responder às perguntas diárias, aprimorando ainda mais o monitoramento do estado de saúde das equipes, já que os coordenadores conseguem visualizar os usuários que não deram o feedback do dia.

Este 'piloto' com a construção civil de Balneário Camboriú começou dia 12 de maio com quatro empresas associadas ao Sinduscon. A partir de junho, inicia a ampliação gradativa do sistema para as demais empresas do setor ligadas ao sindicato. O presidente do Sinduscon, engenheiro civil Nelson Nitz, enfatiza a importância desta plataforma dizendo que ela cumpre um dos principais papéis do sindicato nesse momento de pandemia, o de viabilizar recursos humanos e tecnológicos para que as empresas atuem com segurança.

“Preservar a saúde e a segurança no ambiente de trabalho é uma preocupação que sempre estará em primeiro lugar no nosso ranking de prioridades. A indústria da construção civil de Balneário Camboriú e Camboriú mantém seu compromisso com a sociedade e não economizará esforços nessa luta pela vida”, finaliza Nitz.

Fonte: VIZZOTTO EDITORA

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade