Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Lotéricas e Caixa Econômica estão sendo fiscalizadas em Balneário Camboriú

Seis estabelecimentos comerciais foram fechados no final de semana

Segunda, 4/5/2020 17:19.
Divulgação/PMBC

Publicidade

A equipe de Fiscalização da prefeitura de Balneário Camboriú, junto com a Polícia Militar e Guarda Municipal, iniciou a semana fiscalizando lotéricas e agências bancárias – principalmente as da Caixa Econômica Federal, com o objetivo de conter aglomerações e manter o distanciamento de 1,5m nas filas. As fiscalizações continuarão todos os dias. No fim de semana houve ações e seis estabelecimentos foram fechados por não seguirem as medidas de proteção, principalmente na questão da aglomeração. Houve interdições nos bairros Centro, Vila Real e São Judas Tadeu.

Agências bancárias e lotéricas

Nesta segunda-feira (4) a Fiscalização está atuando junto das lotéricas e agências bancárias, principalmente a Caixa Econômica Federal, por conta dos aglomeros gerados pelas filas de pessoas que buscam pelo auxílio emergencial.

O diretor de Fiscalização de Obras, Planejamento e Posturas da prefeitura de Balneário, Matheus Rafaeli, explica que as agências e lotéricas estão cumprindo as regras internamente, mas que na fila (que é formada do lado de fora) não está acontecendo respeito por parte do público.

“Na agência da Quarta Avenida, por exemplo, precisamos fechar a Rua 2.448 porque a fila estava muito grande. Estamos orientando e organizando o público junto com a PM e Guarda Municipal. Vamos continuar durante a semana, porque se não fiscalizarmos pode dar bagunça. Vamos monitorar e fiscalizar para evitar qualquer tipo de problema”, diz.

Segundo Matheus, foi explicado para os gerentes dos bancos e proprietários de lotéricas que é preciso ter uma pessoa cuidando do fluxo e que a capacidade precisa ser menor do que era antes.

“Nosso trabalho é bem extenso, estamos em todos os bairros explicando quais medidas devem ser cumpridas para prevenir o Coronavírus. É dessa maneira, dia após dia, que iremos combater a pandemia”, acrescenta o Diretor.

Interdições no fim de semana

Durante o fim de semana, a Fiscalização focou em monitorar estabelecimentos autorizados a funcionar durante a pandemia do Coronavírus, como bares, restaurantes e comércios no geral. Mais de 1.650 já foram orientados, porém seis deles foram fechados por não seguirem as medidas de proteção, principalmente na questão da aglomeração. Houve interdições nos bairros centro, Vila Real e São Judas Tadeu. Estão acontecendo fiscalizações em toda a cidade.

O Página 3 divulgou na sexta-feira (1º) a interdição da Conveniência VICO, que fica na Rua 3.700, aos fundos do Hipermercado BIG, onde estavam muitas pessoas – tanto no interior do estabelecimento quanto na rua. A matéria gerou muitos comentários nas redes sociais.

“Quando é confirmada a aglomeração ou flagramos mesas sem o espaçamento adequado, junto com a PM fazemos uma intimação para o empresário se regularizar em uma hora. Se voltarmos após uma hora o local é interditado, e só é ‘desinterditado’ judicialmente. Ainda não precisamos fazer nenhuma ação judicial, mas se a pessoa não consegue se adequar, fechamos o estabelecimento na hora, para não haver o problema judicial. Fechamos seis neste fim de semana, todos por aglomeração”, explica Matheus.

Ação nas praias

A equipe da Fiscalização também atuou no fim de semana na praia central e agrestes, junto com a Guarda Municipal e carros de som, orientando sobre a permanência que é proibida. Só está permitida a prática esportiva, além do uso obrigatório de máscaras.

Segundo o diretor, não havia muitas pessoas ‘fixas’ na praia, e que o carro de som auxiliou elas a ‘se ligarem’ que não poderiam permanecer no local.

“É um trabalho de formiguinha, mas se todos respeitarem as regras e se cuidarem, logo vamos acabar com essa pandemia. Precisamos da ajuda e consciência de todos, não temos como vencer sozinhos. A Fiscalização está para auxiliar e combater as irregularidades que podem disseminar ainda mais essa doença”, completa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação/PMBC

Lotéricas e Caixa Econômica estão sendo fiscalizadas em Balneário Camboriú

Seis estabelecimentos comerciais foram fechados no final de semana

Publicidade

Segunda, 4/5/2020 17:19.

A equipe de Fiscalização da prefeitura de Balneário Camboriú, junto com a Polícia Militar e Guarda Municipal, iniciou a semana fiscalizando lotéricas e agências bancárias – principalmente as da Caixa Econômica Federal, com o objetivo de conter aglomerações e manter o distanciamento de 1,5m nas filas. As fiscalizações continuarão todos os dias. No fim de semana houve ações e seis estabelecimentos foram fechados por não seguirem as medidas de proteção, principalmente na questão da aglomeração. Houve interdições nos bairros Centro, Vila Real e São Judas Tadeu.

Agências bancárias e lotéricas

Nesta segunda-feira (4) a Fiscalização está atuando junto das lotéricas e agências bancárias, principalmente a Caixa Econômica Federal, por conta dos aglomeros gerados pelas filas de pessoas que buscam pelo auxílio emergencial.

O diretor de Fiscalização de Obras, Planejamento e Posturas da prefeitura de Balneário, Matheus Rafaeli, explica que as agências e lotéricas estão cumprindo as regras internamente, mas que na fila (que é formada do lado de fora) não está acontecendo respeito por parte do público.

“Na agência da Quarta Avenida, por exemplo, precisamos fechar a Rua 2.448 porque a fila estava muito grande. Estamos orientando e organizando o público junto com a PM e Guarda Municipal. Vamos continuar durante a semana, porque se não fiscalizarmos pode dar bagunça. Vamos monitorar e fiscalizar para evitar qualquer tipo de problema”, diz.

Segundo Matheus, foi explicado para os gerentes dos bancos e proprietários de lotéricas que é preciso ter uma pessoa cuidando do fluxo e que a capacidade precisa ser menor do que era antes.

“Nosso trabalho é bem extenso, estamos em todos os bairros explicando quais medidas devem ser cumpridas para prevenir o Coronavírus. É dessa maneira, dia após dia, que iremos combater a pandemia”, acrescenta o Diretor.

Interdições no fim de semana

Durante o fim de semana, a Fiscalização focou em monitorar estabelecimentos autorizados a funcionar durante a pandemia do Coronavírus, como bares, restaurantes e comércios no geral. Mais de 1.650 já foram orientados, porém seis deles foram fechados por não seguirem as medidas de proteção, principalmente na questão da aglomeração. Houve interdições nos bairros centro, Vila Real e São Judas Tadeu. Estão acontecendo fiscalizações em toda a cidade.

O Página 3 divulgou na sexta-feira (1º) a interdição da Conveniência VICO, que fica na Rua 3.700, aos fundos do Hipermercado BIG, onde estavam muitas pessoas – tanto no interior do estabelecimento quanto na rua. A matéria gerou muitos comentários nas redes sociais.

“Quando é confirmada a aglomeração ou flagramos mesas sem o espaçamento adequado, junto com a PM fazemos uma intimação para o empresário se regularizar em uma hora. Se voltarmos após uma hora o local é interditado, e só é ‘desinterditado’ judicialmente. Ainda não precisamos fazer nenhuma ação judicial, mas se a pessoa não consegue se adequar, fechamos o estabelecimento na hora, para não haver o problema judicial. Fechamos seis neste fim de semana, todos por aglomeração”, explica Matheus.

Ação nas praias

A equipe da Fiscalização também atuou no fim de semana na praia central e agrestes, junto com a Guarda Municipal e carros de som, orientando sobre a permanência que é proibida. Só está permitida a prática esportiva, além do uso obrigatório de máscaras.

Segundo o diretor, não havia muitas pessoas ‘fixas’ na praia, e que o carro de som auxiliou elas a ‘se ligarem’ que não poderiam permanecer no local.

“É um trabalho de formiguinha, mas se todos respeitarem as regras e se cuidarem, logo vamos acabar com essa pandemia. Precisamos da ajuda e consciência de todos, não temos como vencer sozinhos. A Fiscalização está para auxiliar e combater as irregularidades que podem disseminar ainda mais essa doença”, completa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade