- Publicidade -
- Publicidade -
17 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Nas telas, a história da ‘família real’ do tênis

O Richard do título de King Richard: Criando Campeãs não é membro da realeza, mas sim um homem que fez de tudo para que as filhas Venus (Saniyya Sidney) e Serena (Demi Singleton) se tornassem dois dos maiores nomes do tênis mundial, vencendo 30 títulos individuais de Grand Slam.

No longa-metragem de Reinaldo Marcus Green, Will Smith vive Richard Williams que, junto com a mulher, Oracene (Aunjanue Ellis), não queria que as filhas se conformassem com os papéis que lhes eram reservados como meninas negras de Compton, Califórnia.

- Publicidade -

Autodidata, ele investe em revistas especializadas no esporte enquanto a família vive com sacrifício. A escolha de um esporte elitista e branco como o tênis foi proposital. Venus e Serena não apenas se tornaram duas das maiores atletas da história como quebraram tabus.

King Richard: Criando Campeãs foi aprovado pela família Williams. Ou seja, não dá para esperar grandes controvérsias. Mas o filme é bem-feito e está cotado para abocanhar algumas indicações para o Oscar, inclusive a de melhor ator para Will Smith.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: