Jornal Página 3
Coluna
Cá Pra Nós
Por Fernando Baumann

Aconteceu na pandemia

 - O mundo parou;

- Dias maravilhosos, lindos e limpos, com luminosidade incrível;

- Ser mascarado passou a ser normal, não reconhecer ninguém mais ainda;

- Corrida aos mercados e desespero tolo;

- Lideres fracos e individualistas e palanques antecipados (eles nunca foram tão chatos);

- Notícias monotemáticas e valorização do que é ruim;

- Solidariedade verdadeira;

- Ruas vazias, contas não pagas e empregos em risco;

- Oportunidade de se reinventar como pessoa e profissional;

- Encontro de boteco “on line”;

- Tecnologia e dinheiro não resolvem tudo;

- A casa virou ponto de chegada, não de partida;

- Os homens nunca trabalharam tanto;

- Gente na rua se fazendo de boba;

- Funerais relâmpagos;

- Piadas de tudo e todos;

- Lives;

- Deus! 

Escrito por Fernando Baumann, 21/04/2020 às 10h10 | fernando@bba-reiki.com.br



Fernando Baumann

Assina a coluna Cá Pra Nós

Formado em Ciências Econômicas, empresário e militante das causas coletivas, acredita no associativismo e cooperativismo como ferramentas para a construção de uma sociedade mais justa. Busca incessantemente evoluir como ser humano e social.














Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: [email protected]

Página 3
Cá Pra Nós
Por Fernando Baumann

Aconteceu na pandemia

 - O mundo parou;

- Dias maravilhosos, lindos e limpos, com luminosidade incrível;

- Ser mascarado passou a ser normal, não reconhecer ninguém mais ainda;

- Corrida aos mercados e desespero tolo;

- Lideres fracos e individualistas e palanques antecipados (eles nunca foram tão chatos);

- Notícias monotemáticas e valorização do que é ruim;

- Solidariedade verdadeira;

- Ruas vazias, contas não pagas e empregos em risco;

- Oportunidade de se reinventar como pessoa e profissional;

- Encontro de boteco “on line”;

- Tecnologia e dinheiro não resolvem tudo;

- A casa virou ponto de chegada, não de partida;

- Os homens nunca trabalharam tanto;

- Gente na rua se fazendo de boba;

- Funerais relâmpagos;

- Piadas de tudo e todos;

- Lives;

- Deus! 

Escrito por Fernando Baumann, 21/04/2020 às 10h10 | fernando@bba-reiki.com.br



Fernando Baumann

Assina a coluna Cá Pra Nós

Formado em Ciências Econômicas, empresário e militante das causas coletivas, acredita no associativismo e cooperativismo como ferramentas para a construção de uma sociedade mais justa. Busca incessantemente evoluir como ser humano e social.