Jornal Página 3
Coluna
CINERAMA BC
Por André Gevaerd

COPI INICIA SUA PRÉ PRODUÇÃO

Cineramabc Filmes inicia pré-produção de curta-metragem aprovado pela LIC-BC

A produtora abre seleção de profissionais e artistas para diversas áreas de atuação

Para candidatar-se a uma vaga, o interessado deve enviar um e-mail com o assunto “VAGA COPI – (Nome Completo do Candidato)”, anexar currículo e carta de interesse para participação na equipe do filme, para o endereço eletrônico contato@cineramabc.com.Após o recebimento, a equipe de produção analisará o conteúdo do e-mail e entrará em contato para dar continuidade ao processo que segue com entrevista pessoal. Serão priorizados os profissionais nascidos, residentes ou atuantes no município de Balneário Camboriú. A previsão para o início das filmagens é outubro de 2018. A empresa procura diferentes profissionais e iniciantes para integrar diferentes funções nas equipes de Direção, Produção, Fotografia, Elétrica, Maquinaria, Arte, Som, Montagem e Finalização.

A filme narra a história de Renê, 35 anos, um recepcionista de um hotel do período noturno, que faz alguns bicos para complementar sua renda e pagar a pensão de seu filho de 6 anos. Uma noite conhece Copi, 30 anos, uma artista amadora, argentina, travesti, que ganha a vida na noite de Balneário Camboriú. O destino se encarrega de cruzar o caminho dos dois e uma improvável amizade nasce repentinamente, até ser interrompida pela morte de Copi.

Esse é o contexto do novo curta-metragem do diretor e produtor André Gevaerd, em fase de preparação e prestes a iniciar a pré-produção nas próximas semanas. André que é natural de Balneário Camboriú, tem vasta experiência na produção de filmes, trabalhando com renomados diretores brasileiros. “Copi” é o terceiro curta-metragem do cineasta como diretor. Empreendedor na cidade, André movimenta o circuito cultural em Balneário com uma casa inovadora, a Cineramabc Arthouse, que apresenta ao público uma programação completa composta por projeções, palestras, debates e exposições das mais variadas áreas artísticas (Cinema, Música, Artes Cênicas, Dança, Literatura, Fotografia, Artes Visuais, etc).  Fundador da Cineramabc Filmes, produtora de conteúdo audiovisual sediada na cidade a mais de 12 anos, André movimenta a produção audiovisual, narrando uma história local, com apelo universal, promovendo o município de Balneário Camboriú nas telas de cinema do Brasil e do Mundo.

“Copi” é uma produção que recebeu recursos da Lei de Incentivo à Cultura (LIC), através da Fundação Cultural e da Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú e seleciona profissionais interessados em trabalhar na equipe de produção do curta-metragem.

Escrito por André Gevaerd, 13/11/2018 às 10h55 | andre@cineramabc.com



André Gevaerd

Assina a coluna CINERAMA BC

Nasceu em Balneário Camboriú, resolveu fazer cinema, mudou-se para São Paulo, fez muitos filmes, voltou para Balneário. Continua fazendo filmes. Diretor do Festival CinemaramaBC e idealizador da sala de cinema e eventos, ArtHouse.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
CINERAMA BC
Por André Gevaerd

COPI INICIA SUA PRÉ PRODUÇÃO

Cineramabc Filmes inicia pré-produção de curta-metragem aprovado pela LIC-BC

A produtora abre seleção de profissionais e artistas para diversas áreas de atuação

Para candidatar-se a uma vaga, o interessado deve enviar um e-mail com o assunto “VAGA COPI – (Nome Completo do Candidato)”, anexar currículo e carta de interesse para participação na equipe do filme, para o endereço eletrônico contato@cineramabc.com.Após o recebimento, a equipe de produção analisará o conteúdo do e-mail e entrará em contato para dar continuidade ao processo que segue com entrevista pessoal. Serão priorizados os profissionais nascidos, residentes ou atuantes no município de Balneário Camboriú. A previsão para o início das filmagens é outubro de 2018. A empresa procura diferentes profissionais e iniciantes para integrar diferentes funções nas equipes de Direção, Produção, Fotografia, Elétrica, Maquinaria, Arte, Som, Montagem e Finalização.

A filme narra a história de Renê, 35 anos, um recepcionista de um hotel do período noturno, que faz alguns bicos para complementar sua renda e pagar a pensão de seu filho de 6 anos. Uma noite conhece Copi, 30 anos, uma artista amadora, argentina, travesti, que ganha a vida na noite de Balneário Camboriú. O destino se encarrega de cruzar o caminho dos dois e uma improvável amizade nasce repentinamente, até ser interrompida pela morte de Copi.

Esse é o contexto do novo curta-metragem do diretor e produtor André Gevaerd, em fase de preparação e prestes a iniciar a pré-produção nas próximas semanas. André que é natural de Balneário Camboriú, tem vasta experiência na produção de filmes, trabalhando com renomados diretores brasileiros. “Copi” é o terceiro curta-metragem do cineasta como diretor. Empreendedor na cidade, André movimenta o circuito cultural em Balneário com uma casa inovadora, a Cineramabc Arthouse, que apresenta ao público uma programação completa composta por projeções, palestras, debates e exposições das mais variadas áreas artísticas (Cinema, Música, Artes Cênicas, Dança, Literatura, Fotografia, Artes Visuais, etc).  Fundador da Cineramabc Filmes, produtora de conteúdo audiovisual sediada na cidade a mais de 12 anos, André movimenta a produção audiovisual, narrando uma história local, com apelo universal, promovendo o município de Balneário Camboriú nas telas de cinema do Brasil e do Mundo.

“Copi” é uma produção que recebeu recursos da Lei de Incentivo à Cultura (LIC), através da Fundação Cultural e da Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú e seleciona profissionais interessados em trabalhar na equipe de produção do curta-metragem.

Escrito por André Gevaerd, 13/11/2018 às 10h55 | andre@cineramabc.com



André Gevaerd

Assina a coluna CINERAMA BC

Nasceu em Balneário Camboriú, resolveu fazer cinema, mudou-se para São Paulo, fez muitos filmes, voltou para Balneário. Continua fazendo filmes. Diretor do Festival CinemaramaBC e idealizador da sala de cinema e eventos, ArtHouse.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade