Jornal Página 3
Coluna
Puxando Rede
Por Fabiane Diniz

Uber Zona Free-zer


Eduardo Phillips, sócio-diretor do grupo GV, Maria's e Woods, foi o 'garoto propaganda' da Uber na região

Balneário agora é um lugar com Uber regulamentado, mas se forem cumprir todas as exigências do projeto aprovado ontem, não vai rolar. O projeto ainda volta à Câmara para aprovação de redação final.

Com todas essas exigências ao Uber em Balneário, algumas bem forçadas mesmo, e outras que mexem no cerne para qual foi idealizado, só acho que vão continuar funcionando na clandestinidade, vou pagar pra ver. Até porque nunca parou, mesmo quando o prefeito baixou decreto proibindo.

Um motorista por carro? Nem os taxistas fazem isso, deveriam? Divulgar informações dos passageiros? Meio que ataca a privacidade da pessoa, ou não? Fora que é quase certo que o Uber e outros serviços não vão disponibilizar dados dos clientes só porque a prefeitura quer. E outras exigências ali que vocês mesmos podem ver, impossíveis.

O Uber é uma dessas empresas liberais capitalistas que funcionam porque existem pessoas dispostas a lhes servir, e outras dispostas a usar os seus serviços. Muitos dos meus amigos de esquerda são contra, especialmente pelo fato da empresa não regulamentar seus motoristas, enquanto os mais de direita adoram a ideia do mercado se ajeitar como bem entende e sozinho, sem interferência do Estado.

Marcelo Achutti, líder do governo da Câmara, disse que o Executivo pode fazer mudanças e ajustar detalhes. Digo mais uma vez, tô pagando pra ver. O projeto foi aprovado pela maioria, mas serão seguidas as exigências todas? Não.

Escrito por Fabiane Diniz, 14/06/2017 às 11h08 | fabdiniz@gmail.com



Fabiane Diniz

Assina a coluna Puxando Rede

.. mestre ninja e tira nata do leite com garfo.














Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: [email protected]

Página 3
Puxando Rede
Por Fabiane Diniz

Uber Zona Free-zer


Eduardo Phillips, sócio-diretor do grupo GV, Maria's e Woods, foi o 'garoto propaganda' da Uber na região

Balneário agora é um lugar com Uber regulamentado, mas se forem cumprir todas as exigências do projeto aprovado ontem, não vai rolar. O projeto ainda volta à Câmara para aprovação de redação final.

Com todas essas exigências ao Uber em Balneário, algumas bem forçadas mesmo, e outras que mexem no cerne para qual foi idealizado, só acho que vão continuar funcionando na clandestinidade, vou pagar pra ver. Até porque nunca parou, mesmo quando o prefeito baixou decreto proibindo.

Um motorista por carro? Nem os taxistas fazem isso, deveriam? Divulgar informações dos passageiros? Meio que ataca a privacidade da pessoa, ou não? Fora que é quase certo que o Uber e outros serviços não vão disponibilizar dados dos clientes só porque a prefeitura quer. E outras exigências ali que vocês mesmos podem ver, impossíveis.

O Uber é uma dessas empresas liberais capitalistas que funcionam porque existem pessoas dispostas a lhes servir, e outras dispostas a usar os seus serviços. Muitos dos meus amigos de esquerda são contra, especialmente pelo fato da empresa não regulamentar seus motoristas, enquanto os mais de direita adoram a ideia do mercado se ajeitar como bem entende e sozinho, sem interferência do Estado.

Marcelo Achutti, líder do governo da Câmara, disse que o Executivo pode fazer mudanças e ajustar detalhes. Digo mais uma vez, tô pagando pra ver. O projeto foi aprovado pela maioria, mas serão seguidas as exigências todas? Não.

Escrito por Fabiane Diniz, 14/06/2017 às 11h08 | fabdiniz@gmail.com



Fabiane Diniz

Assina a coluna Puxando Rede

.. mestre ninja e tira nata do leite com garfo.