Jornal Página 3
Coluna
Dedo na Moleira
Por Waldemar Cezar Neto

Sertanejos só no inverno

Os recém defenestrados administradores de Balneário Camboriú tinham o bizarro hábito de promover shows sertanejos em pleno Carnaval.

Tenho certeza que a cidade não ganhou um único turista a mais devido a apresentações de Daniel ou Fernando e Sorocaba.

Quem mora nas cidades vizinhas e gosta vem, assiste e vai embora. Não creio que alguém saia de Curitiba ou Ascurra só para ver um show deste tipo.

Até porque são atrações que se apresentam também naquelas cidades.

O Carnaval de rua, com blocos e bandinhas, organizado e seguro, é um extraordinário fator de atração de turistas.

Quando passa o Mexe-Mexe ou o caminhão do Beto Teixeira o povo vai atrás. Falta é mais.

Temos casas noturnas especializadas em sertanejo, elas que promovam esses shows.

Que nem são ruins, meu Spotify está cheio das bregas, mas deixa para julho ou agosto, Carnaval é outra história.

Não existe uma única cidade no Brasil que tenha ficado famosa por promover shows sertanejos, mas há várias que se destacam devido ao seu Carnaval de rua. 

 

Escrito por Waldemar Cezar Neto, 09/01/2017 às 16h02 | waldemar@camboriu.com.br

publicidade





publicidade



Waldemar Cezar Neto

Assina a coluna Dedo na Moleira

Lê, pesca, cozinha, escreve e é diretor chefe do Jornal Página 3.
















Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br