Jornal Página 3
Coluna
Dedo na Moleira
Por Waldemar Cezar Neto

Bistek e a guerra dos supermercados: nós lucramos.

A inauguração do Bistek aqui onde era o Xande causou um rebuliço no comércio da região porque a nova loja entrou trucidando preços.

Com um setor de hortifrúti a preços de banana, bateu de frente com o mercado estabelecido do outro lado da rua, o Angeloni, famoso por cobrar os olhos da cara até num pé de alface.

Também desestabilizou seu vizinho de calçada, o Sacolão já que pratica preços mais baixos em artigos mais bem expostos e de melhor qualidade.

As instalações do Bistek, por serem novas, estão impecáveis. A padaria, o açougue e os setores em geral impressionam os compradores.

O pessoal, apesar das dificuldades de quem ainda não adquiriu prática, é atencioso e está na boa, distribuindo gentilezas ao público.

Por ser uma nova novidade é falada nas rodas dos bares e só escutei elogios.

No geral os preços do Bistek parecem melhores do que os da concorrência próxima, minha dúvida é se essa política que beneficia os consumidores será mantida ao longo do tempo.

Tomara que continue dessa forma.

Escrito por Waldemar Cezar Neto, 25/10/2017 às 11h54 | waldemar@camboriu.com.br

publicidade





publicidade



Waldemar Cezar Neto

Assina a coluna Dedo na Moleira

Lê, pesca, cozinha, escreve e é diretor chefe do Jornal Página 3.
















Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br