Jornal Página 3
Coluna
Dedo na Moleira
Por Waldemar Cezar Neto

Nas redes todos os políticos são puros

Recebi da assessoria de imprensa do Partido Social Liberal (PSL) email assinado por seu presidente em Santa Catarina, Lucas Esmeraldino, onde ele afirma que o partido é um exemplo porque não concorda e não fará o uso do Fundo Partidário, assim como não abre mão da chapa pura, evitando arredar seu projeto à velha política.

O PSL é o partido do Bolsonaro, Esmeraldino é vereador em Tubarão e a história real é outra, não essa divulgada por ele.

Dois anos atrás Esmeraldino se elegeu vereador em Tubarão, pelo PSDB, coligado com o PMN e o PR.

Em menos de dois anos o que era bom para Esmeraldino (o PSDB coligado com o PMN e o PR), virou “velha política”.

Mais curioso é que quando concorreu a vereador pela primeira vez naquela cidade do Sul do Estado, em 2012, o candidato a prefeito que ele apoiou tinha o apoio também do PTN / PR / PHS / PMN / PSDB  e PC do B.

De coligação com um partido comunista a liberal empedernido, é isso que a história conta. 

Relatam jornalistas de Tubarão que Esmeraldino não saiu do PSDB porque era “velha política” e sim porque não tinha espaço para voos mais altos como está tendo agora.

Em certo ponto do email enviado pelo presidente estadual do PSL, está escrito que “Vivemos um momento histórico, único de oportunidades, para a ascensão das ideias liberais”.

Desculpe Esmeraldino, o princípio primeiro do liberalismo é a liberdade e não será um grupo liderado por Bolsonaro que irá garantir isso aos cidadãos.

Penso que com ele estaríamos muito mais próximos de uma ditadura do que de um ambiente liberal.

Escrito por Waldemar Cezar Neto, 13/08/2018 às 09h44 | waldemar@camboriu.com.br



Waldemar Cezar Neto

Assina a coluna Dedo na Moleira

Lê, pesca, cozinha, escreve e é diretor chefe do Jornal Página 3.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
Dedo na Moleira
Por Waldemar Cezar Neto

Nas redes todos os políticos são puros

Recebi da assessoria de imprensa do Partido Social Liberal (PSL) email assinado por seu presidente em Santa Catarina, Lucas Esmeraldino, onde ele afirma que o partido é um exemplo porque não concorda e não fará o uso do Fundo Partidário, assim como não abre mão da chapa pura, evitando arredar seu projeto à velha política.

O PSL é o partido do Bolsonaro, Esmeraldino é vereador em Tubarão e a história real é outra, não essa divulgada por ele.

Dois anos atrás Esmeraldino se elegeu vereador em Tubarão, pelo PSDB, coligado com o PMN e o PR.

Em menos de dois anos o que era bom para Esmeraldino (o PSDB coligado com o PMN e o PR), virou “velha política”.

Mais curioso é que quando concorreu a vereador pela primeira vez naquela cidade do Sul do Estado, em 2012, o candidato a prefeito que ele apoiou tinha o apoio também do PTN / PR / PHS / PMN / PSDB  e PC do B.

De coligação com um partido comunista a liberal empedernido, é isso que a história conta. 

Relatam jornalistas de Tubarão que Esmeraldino não saiu do PSDB porque era “velha política” e sim porque não tinha espaço para voos mais altos como está tendo agora.

Em certo ponto do email enviado pelo presidente estadual do PSL, está escrito que “Vivemos um momento histórico, único de oportunidades, para a ascensão das ideias liberais”.

Desculpe Esmeraldino, o princípio primeiro do liberalismo é a liberdade e não será um grupo liderado por Bolsonaro que irá garantir isso aos cidadãos.

Penso que com ele estaríamos muito mais próximos de uma ditadura do que de um ambiente liberal.

Escrito por Waldemar Cezar Neto, 13/08/2018 às 09h44 | waldemar@camboriu.com.br



Waldemar Cezar Neto

Assina a coluna Dedo na Moleira

Lê, pesca, cozinha, escreve e é diretor chefe do Jornal Página 3.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade