Jornal Página 3
Coluna
Ex pressão
Por Caroline Cezar

Espera!

Ô gente, marca data pra ninguém nascer não. Pode marcar no coração, na intenção, na reza, mas na agenda do médico, na vaga pra maternidade, na numerologia que indica um sucesso? Faz isso não, dá direito básico e fundamental do SER, de vir quando tem que vir, quando pronto está. Independente de qualquer outra escolha, de como, quando, onde, por que, deixa "pelo menos" (ou, "onde chegamos?") o trabalho começar por si só. Sejamos mais humanos, menos deuses. Ou mais deuses, menos coisas. Amém.

 

 

"A planta pede chuva quando quer molhar, e o céu logo escurece quando vai chover… meu coração só pede seu amor...se não me deres, posso até morrer". (G. Gil)
 

 

Escrito por Caroline Cezar, 25/04/2014 às 16h29 | carol.jp3@gmail.com



Caroline Cezar

Assina a coluna Ex pressão

É curiosa e encantada com manifestações da natureza, incluindo a humana. Tem resistência a currículos e títulos. Tenta exercitar a entrega cotidiana. Discorda da própria opinião. É apaixonada. Não sabe, nem quer, separar nada de coisa alguma.














Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
Ex pressão
Por Caroline Cezar

Espera!

Ô gente, marca data pra ninguém nascer não. Pode marcar no coração, na intenção, na reza, mas na agenda do médico, na vaga pra maternidade, na numerologia que indica um sucesso? Faz isso não, dá direito básico e fundamental do SER, de vir quando tem que vir, quando pronto está. Independente de qualquer outra escolha, de como, quando, onde, por que, deixa "pelo menos" (ou, "onde chegamos?") o trabalho começar por si só. Sejamos mais humanos, menos deuses. Ou mais deuses, menos coisas. Amém.

 

 

"A planta pede chuva quando quer molhar, e o céu logo escurece quando vai chover… meu coração só pede seu amor...se não me deres, posso até morrer". (G. Gil)
 

 

Escrito por Caroline Cezar, 25/04/2014 às 16h29 | carol.jp3@gmail.com



Caroline Cezar

Assina a coluna Ex pressão

É curiosa e encantada com manifestações da natureza, incluindo a humana. Tem resistência a currículos e títulos. Tenta exercitar a entrega cotidiana. Discorda da própria opinião. É apaixonada. Não sabe, nem quer, separar nada de coisa alguma.