Jornal Página 3
Coluna
Frente & Verso
Por Daniele Sisnandes

Campanha lixo!

Faz mais ou menos uma semana que comecei a fotografar os materiais de candidatos que chegavam na caixa de correio ou eram jogados no chão da minha garagem. Queria ver onde ia essa “estratégia” de campanha e claro, me decepcionei.

A mídia em papel perdeu espaço no mundo. A impressão é um ato nada ecológico, agora a má distribuição desse material é algo ainda mais reprovável.

Mesmo que tenham investido recursos próprios minha gente, a maioria dessas figuras aí de cima recebeu repasses dos partidos e vocês sabem de onde vem o dinheiro dos partidos né?!

Entre as figuras acima, uma das mais experientes (candidato a federal) recebeu mais de R$ 1,3 milhão do partido para essa campanha. Já o candidato ao senado recebeu R$ 3 milhões!!!!!! O que você acha disso? Você concorda? 

Eu moro numa região mais afastada, quase na Barra Sul, imagino que no centrão mesmo o volume de material desovado nos endereços deve ter sido ainda pior.

O pior é que na maioria das vezes os santinhos eram deixados ali aos montes. Eu moro numa casa. Bastava um, mas eles nunca estavam sós. Falta de planejamento ou talvez pressa de quem distribuía, não saberemos! Cabe a reflexão, pleno 2018 e as velhas práticas batendo à nossa porta...

A única coisa que eu sei é que os candidatos que eu escolhi...escolhi porque me identifiquei com ideias, estratégias de divulgação, fui atrás e conheci, ninguém ganhou voto de mão beijada, nem por santinho abandonado.

Neste domingo aposto que vamos encontrar mais uma vez aquelas cenas lamentáveis de santinhos espalhados perto dos locais de votação. Típico, mas não menos digno de indignação.

Essa foi uma das campanhas mais sujas que já acompanhamos. E agora não estou falando só do lixo que é produzido, mas do todo, da polarização, das brigas, das amizades desfeitas, da intolerância.

Acho que nunca o jornalismo teve que desmentir tanto e como diz minha amiga Fab Diniz, desmentir sem causar efeito, porque as pessoas estão acreditando só naquilo que convém. Que tragédia isso!

O brasileiro está cansado de injustiças sociais, da corrupção, de ser assaltado de todas as formas e por isso está vivendo um momento de posicionamentos extremos. Mas que a gente tenha discernimento neste domingo e faça boas escolhas, escolhas calculadas. Não vote sem pensar ou no cabresto. Ainda dá tempo de pesquisar. Não desperdice seu direito de escolha! 

Para pesquisar informações e gastos dos candidatos, clique aqui.

Escrito por Daniele Sisnandes, 05/10/2018 às 17h21 | danikahc@gmail.com



Daniele Sisnandes

Assina a coluna Frente & Verso

Ama a música, as letras e gargalhadas. Sonhadora com os pés no chão. Jornalista. Editoria do Página 3 Online. Quer ir além da pirâmide invertida, mas que seja frente e verso.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
Frente & Verso
Por Daniele Sisnandes

Campanha lixo!

Faz mais ou menos uma semana que comecei a fotografar os materiais de candidatos que chegavam na caixa de correio ou eram jogados no chão da minha garagem. Queria ver onde ia essa “estratégia” de campanha e claro, me decepcionei.

A mídia em papel perdeu espaço no mundo. A impressão é um ato nada ecológico, agora a má distribuição desse material é algo ainda mais reprovável.

Mesmo que tenham investido recursos próprios minha gente, a maioria dessas figuras aí de cima recebeu repasses dos partidos e vocês sabem de onde vem o dinheiro dos partidos né?!

Entre as figuras acima, uma das mais experientes (candidato a federal) recebeu mais de R$ 1,3 milhão do partido para essa campanha. Já o candidato ao senado recebeu R$ 3 milhões!!!!!! O que você acha disso? Você concorda? 

Eu moro numa região mais afastada, quase na Barra Sul, imagino que no centrão mesmo o volume de material desovado nos endereços deve ter sido ainda pior.

O pior é que na maioria das vezes os santinhos eram deixados ali aos montes. Eu moro numa casa. Bastava um, mas eles nunca estavam sós. Falta de planejamento ou talvez pressa de quem distribuía, não saberemos! Cabe a reflexão, pleno 2018 e as velhas práticas batendo à nossa porta...

A única coisa que eu sei é que os candidatos que eu escolhi...escolhi porque me identifiquei com ideias, estratégias de divulgação, fui atrás e conheci, ninguém ganhou voto de mão beijada, nem por santinho abandonado.

Neste domingo aposto que vamos encontrar mais uma vez aquelas cenas lamentáveis de santinhos espalhados perto dos locais de votação. Típico, mas não menos digno de indignação.

Essa foi uma das campanhas mais sujas que já acompanhamos. E agora não estou falando só do lixo que é produzido, mas do todo, da polarização, das brigas, das amizades desfeitas, da intolerância.

Acho que nunca o jornalismo teve que desmentir tanto e como diz minha amiga Fab Diniz, desmentir sem causar efeito, porque as pessoas estão acreditando só naquilo que convém. Que tragédia isso!

O brasileiro está cansado de injustiças sociais, da corrupção, de ser assaltado de todas as formas e por isso está vivendo um momento de posicionamentos extremos. Mas que a gente tenha discernimento neste domingo e faça boas escolhas, escolhas calculadas. Não vote sem pensar ou no cabresto. Ainda dá tempo de pesquisar. Não desperdice seu direito de escolha! 

Para pesquisar informações e gastos dos candidatos, clique aqui.

Escrito por Daniele Sisnandes, 05/10/2018 às 17h21 | danikahc@gmail.com



Daniele Sisnandes

Assina a coluna Frente & Verso

Ama a música, as letras e gargalhadas. Sonhadora com os pés no chão. Jornalista. Editoria do Página 3 Online. Quer ir além da pirâmide invertida, mas que seja frente e verso.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade