Jornal Página 3
Coluna
J. Júnior
Por Jonas Ramos Júnior

Mala Direta

 

EXEMPLO 

Prefeito Fabrício de Oliveira deu mais um belo exemplo de gestor público ao realizar o parto do seu segundo filho no hospital municipal Ruth Cardoso. Sua esposa Mozara deu à luz a filha Hadassa na última semana e, apesar da mamãe estar com Covid-19 tudo transcorreu dentro da normalidade. O ponto alto é o fato do prefeito e família usarem o serviço público, a exemplo dos mandatários europeus, passando a comunidade a sensação de que os serviços ali prestados são de alto nível. A sociedade como um todo reconhece o bom serviço prestado pelo hospital Ruth Cardoso a toda região. Pegou bem.


GRIPEZINHA 

No início da pandemia o presidente Bolsonaro foi as redes sociais e usou o horário nobre das TVs abertas para minimizar os efeitos da Covid-19. Disse que caso pegasse a doença isso não passaria de uma gripezinha, devido aos seus dotes atléticos. Diferentemente do apregoado, o presidente já está a mais de duas semanas em quarentena e a tal gripezinha felizmente não lhe trouxe problemas mais graves, mas, se mostrou bem mais resistente do que ele gostaria. Além do que, falar na posição de alguém que tem exames a hora que quer sem precisar de filas ou maiores dispêndios fica fácil.  Enquanto isso o número de infectados e de mortes insiste em continuar nas alturas. Até sair a vacina e chegar efetivamente na população o trecho ainda é longo.


ANIVERSÁRIO EM DOSE DUPLA

As gêmeas Marina e Clara Paupério comemoraram 14 anos, dia 18, em plena pandemia curitibana, junto dos pais Cátia e Jefferson e demais familiares.


VITRINE


  • Trade turístico da cidade anda em polvorosa com a expectativa da temporada, que em razão dos altos índices de contaminação na nossa região, pode afugentar os turistas. Acredito que a agonia de ficar preso em casa por muito tempo vai levar as pessoas a quererem um pouco de lazer. Resta pensarmos em medidas que protejam a todos sem comprometer a temporada. Afinal, é nosso maior filão. Sem ela, vai ser um Deus nos acuda.
  • Outro dia ouvi de um colega advogado numa live da OAB local que o ideal seria ampliar o horário no Shopping, por exemplo, o que na sua opinião limitaria a possibilidade de aglomerações, já que estenderia o tempo que as pessoas poderiam ir até lá. Faz sentido.
  • A arrogância do Desembargador paulista flagrado sem uso da máscara por um Guarda Municipal, rodou o país e o mundo graças as redes sociais. Pegou muito mal para uma autoridade constituída e que deve zelar pelo cumprimento das leis reagir daquela forma. Além da falta de educação, esqueceu ele que o GM é um servidor público tal qual ele. Ou seja, os dois tem o mesmo grau de hierarquia pública, com funções distintas. Ou seja, serve a nós o público que somos enfim os seus verdadeiros patrões.
  • Segundo o ex-ministro da saúde Luiz Carlos Mandetta a pandemia ainda vai nos castigar até o fim do mês de agosto, conforme ele já previa nos tempos de MS. Aguenta coração e o bolso. Só Deus na causa.
  • O uso de máscaras no queijo é o que mais se vê nas ruas da cidade. Além de estar fora do padrão recomendável pela OMS, ainda causa um aspecto de desleixo com a segurança dos demais cidadãos. O cara que faz isso, ou usa no bolso apenas para colocar quando se depara com as autoridades ou entrar no comércio, demonstra uma total falta de caráter. A colaboração de todos é que vai nos tirar dessa agonia.

ESSE ANO FAÇA CERTO. USE MÁSCARA.  FAÇA A SUA PARTE.


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 23/07/2020 às 13h08 | jonasramos3011@hotmail.com

Mala Direta

VALENTÕES

Muitas pessoas insistem em não usar máscaras e a praticar o distanciamento social como forma de prevenir a proliferação da Covid-19. Pois bem, alguns que eu particularmente conheço entraram na lista dos que foram afetados pelo vírus, e agora dizem que subestimaram o perigo real desse vírus. Até o governador Carlos Moisés que andava desfilando sem máscara em uma festa junina em Gaspar foi infectado. Na nossa região a proliferação tem aumentado bastante e a preocupação é com a falta de leitos de UTI, que estão quase que no limite. Portanto, na dúvida fique em casa, e se sair use máscara. Não tem por que correr um risco desnecessário. Pior, infectar amigos e familiares.  

REDES

Como havíamos comentado anteriormente a proliferação de redes na praia e a aglomeração de pessoas tava demais, além de que o uso de máscaras era bem precário. Resultado é que se as pessoas não colaboram só resta ao poder público colocar ordem na casa. Os bons acabam pagando por aqueles que não colaboram. É uma pena, porque praticar esportes é super saudável e deve ser incentivado. Poder constituído é pra isso, parabéns.


VITRINE 


  • Definitivamente o ano de 2020 não tem sido nada fácil pro povo brasileiro e em especial pra nós aqui de Santa Catarina. Essa semana um ciclone derrubou postes, árvores, destelhou casas e prédios e derrubou a energia em quase todos os municípios. Acaba 2020, por favor.
  • Presidente Bolsonaro também não está vivendo um bom ano e levou uma bola nas costas da turma do General Heleno que cuida da segurança institucional da presidência. Deixaram o presidente nomear um ministro pra educação com um curriculum falso. Recheado de doutorados fake. Daí fica difícil.
  • Os números de desempregados não para de aumentar e a tendência é termos o pior índice da história do Brasil. A economia vai demorar para voltar aos patamares pré Covid-19. Até lá só resta ao povo e aos comerciantes contarem com a ajuda oficial. Tá feia a coisa.
  • Se alguém puder explicar como é que os índices inflacionários andam tão baixos e até negativos se os preços estão em forte alta. Se você fizer um orçamento os comerciantes pedem pra confirmar em poucos dias porque os preços estão em alta. Difícil de entender. 
  • Esse mês comemoro 32 anos de namoro com a bem casada e só peço a Deus que o tempo seja gentil conosco, e nos permita mais um bom tempo juntos. Com muita saúde, paz, amor e cumplicidade. E pra fechar com chave de ouro, rodeados pelos nossos familiares. Tks god.
  • Até o momento que escrevo a coluna já estamos há 60 horas sem luz na Rua 910, onde fica o  meu escritório. Dessa vez a coisa foi feia mesmo. Só Deus na causa.

ESSE ANO FAÇA CERTO. FIQUE EM CASA. FAÇA A SUA PARTE


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 02/07/2020 às 22h04 | jonasramos3011@hotmail.com

Mala Direta

ATENÇÃO

Essa semana o número de pessoas que caminhavam na praia sem máscara aumentou bastante. Ainda são minoria os negacionistas, que insistem em descumprir as leis, e pregam o fim de todo tipo de contenção ao vírus. Essa falta de cuidado com eles próprios e com os demais à sua volta é que fazem os números não pararem de subir nas nossas bandas. A região Sul até então é um exemplo pra todo país de como as medidas de contenção ainda são o melhor remédio. Infelizmente algumas pessoas não estão colaborando. Aliados a isso está a falta de fiscalização que sumiu das praias. Lamentável.

REDES

É visível a proliferação de redes de Beach Tênis por toda extensão da praia, numa clara demonstração de que a falta de fiscalização e de regras de localização e horários pra prática desportiva redundam nessa desorganização. A Barra Sul já está com cada metro quadrado ocupado, tendo os moradores que se espremerem entre elas para terem acesso a faixa de areia. Daqui a pouco a praia vai estar liberada e vai ficar complicado regulamentar o uso do espaço público.Ou não é mais público? Praticar esportes é super saudável e deve ser incentivado. Mas, com limites. A praia é de todos nós.


 VITRINE 


  • Abominável e desumano é o mínimo que se pode extrair da conduta dos policiais americanos, que culminou com protestos pelo mundo todo. A violência policial é inconcebível e deve ser combatida com rigor. A GM de Itajaí foi destaque nacional essa semana pela truculência de uma abordagem de rua. A presença da polícia é essencial a manutenção da lei e da ordem. Mas, sempre visando o bem do cidadão e não o contrário. Nunca.
  • Tem um casal de ladrões que tem levado o pânico aos condomínios das áreas centrais. Ela  exibe uma barriga de gravidez (não se sabe se falsa) e ele usa trajes pretos e boné com máscara. Entram junto com moradores ou quando a porta da garagem está quase fechando. Costumam roubar Bikes de valor agregado. Se enxergar essa dupla chame a polícia. Cada morador deve fazer a sua parte. Não permita que ninguém entre no seu condomínio sem acessar o interfone. Seja chato, mas prudente.
  • Aumenta a cada semana o número de salas vazias por toda a cidade. O valor dos aluguéis aliados a Covid-19 está levando o comércio à bancarrota. Quem já vinha mal das pernas não aguentou a paralização e foi à lona. Triste e lamentável pela perda de empregos e desaceleração da economia. Sem pessimismo, mas realista, acredito que essa crise vai longe.
  • Prefeito Fabrício de Oliveira está sendo bastante elogiado pelas atitudes rápidas e certeiras que tomou durante a pandemia. Os resultados até o momento atestam que tomou as medidas certas. Desde que não perca o foco, deve sair fortalecido dessa pandemia, e praticamente aniquila as pretensões das oposições nas próximas eleições. Tá com a reeleição nas mãos.
  • A serra e suas milhares de pousadas estão lotadas e não podem reclamar da crise que assola o país. Estão com reservas por todo o período e outono e inverno. Espero que estejam tomando as medidas de prevenção. Lugares fechados costumam ser aliados da transmissão da Covid-19.
  • Os motoristas de Uber (aplicativos) estão se multiplicando nesse período de crescente desemprego. É disparado a maneira mais rápida de se conseguir uma graninha sem muita burocracia. Basta uma carteira de motorista categoria EAR, certidão de bons antecedentes e um carro que passe na inspeção e boa viagem. Menos mal.
  • Alguns leitores estão reclamando que tem famílias inteiras que estão indo pra praia de cadeiras e guarda sol, o que pode em tese, incentivar outras famílias a fazerem o mesmo. Tão levando até cachorros. Cadê os homens da lei?

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO AO CORONAVÍRUS. FAÇA A SUA PARTE


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 18/06/2020 às 11h49 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

COOPERAÇÃO

A maioria das pessoas que caminham na praia tem dado uma prova cabal do quanto todos estão preocupados com a pandemia. Mais de 95% dos presentes na faixa de areia usavam máscaras, talvez até um pouco mais. As exceções ficaram por conta de alguns relutantes que eram abordados pelos fiscais da saúde e a GM. Dessa forma fica cada vez mais claro que independentemente das determinações dos poderes constituídos, a população está fazendo a sua parte. Que siga assim.

DEVAGAR

Aos poucos os comerciantes começam a sentir a retomada dos seus negócios, mesmo que de uma forma lenta, mas se aberto não arrecada nada, imagine fechado. Ou seja, o pouco que entra ajuda na manutenção do negócio, pagamento da folha de pagamento etc. A torcida fica por conta de que no outono e no inverno as coisas não saiam dos eixos. Se cada cidadão colaborar um pouco as coisas vão melhorar pra todos. Tomara.


VITRINE 


  • Pessoal que pratica esporte na faixa de areia tá retomando as atividades. Precisa é melhorar o controle de agrupamentos e uso de máscaras. No mais, esporte só faz bem.
  • Aglomerações nas calçadas estão ocorrendo por toda orla da praia e não tem controle algum por parte da fiscalização. As pessoas como não podem ficar na faixa de areia estão se reunindo na calçada. Tem roda de chimarrão e cadeiras umas perto das outras. Olho neles.
  • Semana que passou participei de uma reunião virtual com a diretoria e conselho da OAB local. A tecnologia possibilita que todos se reúnam em suas casas e escritórios sem o risco de contaminação pela Covid-19. Facilita tudo. Presidente Shames tem conduzido com maestria a subseção local.
  • Prefeito Fabrício é a mais nova vítima da Covid-19 e a exemplo dos demais infectados entrou em quarentena caseira. Por enquanto não apresenta sintomas mais graves. Quem tá na linha de frente é sempre mais passível da contaminação. Boas melhoras.
  • Quer fazer uma coisa boa pra sua saúde? Então selecione muito bem as notícias que recebe, e se precisar saia por um tempo de alguns grupos nas redes sociais. Tem notícia ruim pra todo lado. Não fique alienado, mas pesquise e filtre mais as notícias.

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO AO CORONAVÍRUS. FAÇA A SUA PARTE


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 15/05/2020 às 15h28 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

LIBERADA

Depois de um embate jurídico entre o prefeito Fabrício e o Ministério Público com relação a liberação das praias para caminhadas, corridas e surf, e que teve lances pitorescos por conta de decisões conflitantes dentro do TJSC, finalmente o governo estadual deu a palavra final e liberou nos mesmos moldes propostos pelo prefeito. Algumas condições foram estabelecidas e entre as principais está a obrigatoriedade do uso de máscaras e a proibição de colocação de cadeiras e guarda-sóis pra evitar aglomerações. Enfim, uma medida que veio ao encontro do desejo de muita gente que quer tomar um sol e tirar um pouco da sensação de sufocamento de ficar presa em casa. Boa hora.


RETOMADA

Aos poucos os governantes começam a liberar as atividades consideradas não essenciais como comércio de rua, shoppings, igrejas e academias. A tão sonhada volta ao trabalho como forma de garantir renda, dignidade e manutenção de empregos vai aos poucos virando realidade. As igrejas na sua maioria decidiram manter as missas de forma não presencial, até porque o seu público é composto na sua maioria por pessoas do grupo de risco. Enfim, o que se espera é que a curva do vírus continue no patamar atual e aos poucos vá decrescendo. Se Deus quiser.


VITRINE


  • Ouvi essa semana numa reportagem na TV uma frase que reflete o que estamos vivendo e nossa relação com a natureza. “A pandemia continua, mas a primavera nunca esteve tão linda e iluminada” (hemisfério norte). A diminuição da poluição está mostrando um céu mais azul e um mar exuberante e com aspecto de limpo. (Balneário Camboriú)
  • Outro dia escrevi aqui que o ser humano é incorrigível e as coisas só não estão melhores porque cada um de nós não faz a sua parte – com exceções. Caminhando na praia vi muita gente carregando a máscara na mão e pronta pra ser usada em caso de aparecer a fiscalização. Outros nem esse recurso estavam usando, simplesmente ignoravam sua obrigatoriedade. Presenciei a guarda municipal em conjunto com a fiscalização sanitária discutindo com um casal de jovens que insistiam em caminhar sem usar a máscara. Saiu da praia na marra e vaiado por populares.
  • Muitas famílias relatam que está difícil segurar os mais velhos em casa, que insistem em sair e manter sua rotina. Realmente não é fácil a privação de ver filhos e netos e passar a comer sozinhos nos fins de semana, quando a família toda se reunia ao seu redor. Vai passar tudo isso, mas até lá, haja habilidade pra lidar com eles.
  • Estamos na marra aprendendo a conviver mais tempo com nossas famílias e menos com nossos amigos e colegas de trabalho. Dessa forma aprendemos a administrar nossas diferenças e aumentamos nosso senso de tolerância. Acredito que todos sairemos um pouco melhor dessa pandemia. No mínimo menos materialistas. Deus, Buda, Maomé e todas as demais divindades nunca estiveram tão em alta nesse século.
  • A demissão do ministro Mandetta da pasta da saúde revelou na semana passada o estilo Bolsonaro de governar. A possível demissão do ministro Sérgio Moro também agitou a imprensa e os meios políticos essa semana. O próximo deve ser o ministro da economia Paulo Guedes, que já não é mais seu posto Ipiranga. Ou seja, quem fizer sombra pro chefe vai sentir a tinta da sua caneta, como ele costuma vaticinar. Bolsonaro essa semana se aproximou do centrão o grupo mais fisiológico do congresso nacional. Ao que parece está sucumbindo a tudo que condenou nas eleições. Aí é o fim, tomara que não.
  • Além de cuidarmos da Covid 19 é importante ficarmos de olho nos gastos públicos em todas as esferas, porque em épocas de comoção e de liberação de licitações, a farra fiscal fica mais fácil. Alguém vai se beneficiar. Olho vivo.

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO AO CORONAVÍRUS. FAÇA A SUA PARTE 


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 24/04/2020 às 13h39 | jonasramos3011@hotmail.com

Mala Direta

HOME OFFICE 

Cada vez mais se consolida o trabalho remoto e em breve veremos que essa movimentação diária de uma distância a outra é evitável. Veja os números do Tribunal de Justiça de Santa Catarina a partir da segunda quinzena de março: foram mais de 303.700 sentenças, decisões e despachos, além da realização de 683 audiências em primeiro grau. Somente os servidores realizaram mais de 4.000.000 de atos, o que representou o incremento geral de mais de 26% nas atividades. No segundo grau foram 9.600 acórdãos, decisões e despachos no período, e mais de 252.500 de atos praticados por servidores. Recebi essas informações do nosso representante no TJSC Dr. Osmar Nunes Jr. Impressionante. Pra pensar.


CIÚMES

A última do presidente Bolsonaro foi arrumar confusão com o excelente ministro da Saúde Mandetta, por conta do uso da Hidroxicloroquina e pela exposição do ministro nas mídias sociais e até durante a Live dos sertanejos Jorge e Mateus no Youtube. A Pandemia causada pelo vírus da Covid 19 tá sendo combatida com maestria pelos integrantes do ministério da saúde, que são na sua integralidade composta de técnicos experientes. O presidente que insiste no fim do isolamento social (que deu certo no mundo todo), e a retomada das atividades econômicas. Em parte, com razão, porque a quebradeira vai ser muito grande, só que não justifica as vidas perdidas. Enfim, não é hora pra isso, afinal já contamos mais de 800 mortes.


26 ANOS

Foto: Arquivo Pessoal

Essa semana completei 26 anos de casados com a bem casada (Manuela) e juntos só temos a agradecer a Deus pela nossa união, filhos, amigos e saúde. Que assim seja.


 VITRINE 


  • Segundo um dos participantes das barreiras sanitárias a medida está se tornando cada dia mais inócua, em razão do tipo de abordagem que é realizada, isso quando há abordagem. Ou seja, não tá servindo pra nada. Melhor colocar o pessoal nos seus postos e a GM nas ruas.
  • Governador Carlos Moises está aos poucos autorizando a retomada das atividades de forma seletiva, de acordo com o novo entendimento do ministério da saúde. A retomada total em cidades com ocupação de leitos de UTI abaixo de 50% é o que se recomenda. Agora se a população relaxar, o vírus volta com mais força em razão do início dos meses de temperaturas mais baixas.
  • Depende muito mais da população do que das autoridades. Se puder fique em casa, assim nós ajudamos aqueles que não podem ficar.
  • As filas são um desafio pras autoridades, o povo não tem o hábito de colaborar nessas horas. Até porque não tem costume de agir assim. Precisa de monitoramento de alguém pra coisa funcionar.
  • O Big Boss da Havan Luciano Hang está usando todos os meios que tem pra tentar reabrir suas lojas e manter os milhares de empregos. Por enquanto só conseguiu vender chocolates. Pro empresário não é fácil, até porque a sociedade acaba por olhá-los com certa desconfiança. Convém olhar melhor, sem empresários não há empregos.
  • 99% da população está colaborando e evitando ir à praia depois de decreto que as interditou. Tem 1% que não quer colaborar. Questão de educação e bom senso.
  • Vereadores de BC reduziram os salários nesse mês em 50% e doaram para ser usado no combate a Covid 19. Também fizeram alguns repasses à secretaria de saúde. Prefeito reduziu o salário dele e de assessores. Iniciativas que merecem aplausos.
  • Alguns hoteleiros estão lamentando o fechamento dos hotéis e a proibição de abrigarem novos hóspedes. No feriado de Páscoa a maioria estava com os hotéis lotados. Sinal dos tempos e que pegou não só eles, mas toda a cadeia produtiva brasileira e mundial como um todo. Esse ano vai ser difícil e somente quem tiver muita garra e crédito vai sobreviver.
  • Eu e minha família estamos respeitando todas as determinações das autoridades competentes. Só saímos de casa pra ir ao mercado e ao escritório de advocacia (que está liberado). No máximo uma volta na quadra pra pegar um sol (recomendação do ministro Mandetta). E nada mais.

ESSE ANO FAÇA CERTO. RESPEITE A QUARENTENA.  FAÇA A SUA PARTE.


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 09/04/2020 às 16h55 | jonasramos3011@hotmail.com



1 2 3 4 5 6

Jonas Ramos Júnior

Assina a coluna J. Júnior

Advogado pós graduado em direito ambiental, reside em BC desde dez/1981. Escreve no JP3 desde 1992, porque tem interesse na cidade e no seu desenvolvimento.














Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: [email protected]

Página 3
J. Júnior
Por Jonas Ramos Júnior

Mala Direta

 

EXEMPLO 

Prefeito Fabrício de Oliveira deu mais um belo exemplo de gestor público ao realizar o parto do seu segundo filho no hospital municipal Ruth Cardoso. Sua esposa Mozara deu à luz a filha Hadassa na última semana e, apesar da mamãe estar com Covid-19 tudo transcorreu dentro da normalidade. O ponto alto é o fato do prefeito e família usarem o serviço público, a exemplo dos mandatários europeus, passando a comunidade a sensação de que os serviços ali prestados são de alto nível. A sociedade como um todo reconhece o bom serviço prestado pelo hospital Ruth Cardoso a toda região. Pegou bem.


GRIPEZINHA 

No início da pandemia o presidente Bolsonaro foi as redes sociais e usou o horário nobre das TVs abertas para minimizar os efeitos da Covid-19. Disse que caso pegasse a doença isso não passaria de uma gripezinha, devido aos seus dotes atléticos. Diferentemente do apregoado, o presidente já está a mais de duas semanas em quarentena e a tal gripezinha felizmente não lhe trouxe problemas mais graves, mas, se mostrou bem mais resistente do que ele gostaria. Além do que, falar na posição de alguém que tem exames a hora que quer sem precisar de filas ou maiores dispêndios fica fácil.  Enquanto isso o número de infectados e de mortes insiste em continuar nas alturas. Até sair a vacina e chegar efetivamente na população o trecho ainda é longo.


ANIVERSÁRIO EM DOSE DUPLA

As gêmeas Marina e Clara Paupério comemoraram 14 anos, dia 18, em plena pandemia curitibana, junto dos pais Cátia e Jefferson e demais familiares.


VITRINE


  • Trade turístico da cidade anda em polvorosa com a expectativa da temporada, que em razão dos altos índices de contaminação na nossa região, pode afugentar os turistas. Acredito que a agonia de ficar preso em casa por muito tempo vai levar as pessoas a quererem um pouco de lazer. Resta pensarmos em medidas que protejam a todos sem comprometer a temporada. Afinal, é nosso maior filão. Sem ela, vai ser um Deus nos acuda.
  • Outro dia ouvi de um colega advogado numa live da OAB local que o ideal seria ampliar o horário no Shopping, por exemplo, o que na sua opinião limitaria a possibilidade de aglomerações, já que estenderia o tempo que as pessoas poderiam ir até lá. Faz sentido.
  • A arrogância do Desembargador paulista flagrado sem uso da máscara por um Guarda Municipal, rodou o país e o mundo graças as redes sociais. Pegou muito mal para uma autoridade constituída e que deve zelar pelo cumprimento das leis reagir daquela forma. Além da falta de educação, esqueceu ele que o GM é um servidor público tal qual ele. Ou seja, os dois tem o mesmo grau de hierarquia pública, com funções distintas. Ou seja, serve a nós o público que somos enfim os seus verdadeiros patrões.
  • Segundo o ex-ministro da saúde Luiz Carlos Mandetta a pandemia ainda vai nos castigar até o fim do mês de agosto, conforme ele já previa nos tempos de MS. Aguenta coração e o bolso. Só Deus na causa.
  • O uso de máscaras no queijo é o que mais se vê nas ruas da cidade. Além de estar fora do padrão recomendável pela OMS, ainda causa um aspecto de desleixo com a segurança dos demais cidadãos. O cara que faz isso, ou usa no bolso apenas para colocar quando se depara com as autoridades ou entrar no comércio, demonstra uma total falta de caráter. A colaboração de todos é que vai nos tirar dessa agonia.

ESSE ANO FAÇA CERTO. USE MÁSCARA.  FAÇA A SUA PARTE.


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 23/07/2020 às 13h08 | jonasramos3011@hotmail.com

Mala Direta

VALENTÕES

Muitas pessoas insistem em não usar máscaras e a praticar o distanciamento social como forma de prevenir a proliferação da Covid-19. Pois bem, alguns que eu particularmente conheço entraram na lista dos que foram afetados pelo vírus, e agora dizem que subestimaram o perigo real desse vírus. Até o governador Carlos Moisés que andava desfilando sem máscara em uma festa junina em Gaspar foi infectado. Na nossa região a proliferação tem aumentado bastante e a preocupação é com a falta de leitos de UTI, que estão quase que no limite. Portanto, na dúvida fique em casa, e se sair use máscara. Não tem por que correr um risco desnecessário. Pior, infectar amigos e familiares.  

REDES

Como havíamos comentado anteriormente a proliferação de redes na praia e a aglomeração de pessoas tava demais, além de que o uso de máscaras era bem precário. Resultado é que se as pessoas não colaboram só resta ao poder público colocar ordem na casa. Os bons acabam pagando por aqueles que não colaboram. É uma pena, porque praticar esportes é super saudável e deve ser incentivado. Poder constituído é pra isso, parabéns.


VITRINE 


  • Definitivamente o ano de 2020 não tem sido nada fácil pro povo brasileiro e em especial pra nós aqui de Santa Catarina. Essa semana um ciclone derrubou postes, árvores, destelhou casas e prédios e derrubou a energia em quase todos os municípios. Acaba 2020, por favor.
  • Presidente Bolsonaro também não está vivendo um bom ano e levou uma bola nas costas da turma do General Heleno que cuida da segurança institucional da presidência. Deixaram o presidente nomear um ministro pra educação com um curriculum falso. Recheado de doutorados fake. Daí fica difícil.
  • Os números de desempregados não para de aumentar e a tendência é termos o pior índice da história do Brasil. A economia vai demorar para voltar aos patamares pré Covid-19. Até lá só resta ao povo e aos comerciantes contarem com a ajuda oficial. Tá feia a coisa.
  • Se alguém puder explicar como é que os índices inflacionários andam tão baixos e até negativos se os preços estão em forte alta. Se você fizer um orçamento os comerciantes pedem pra confirmar em poucos dias porque os preços estão em alta. Difícil de entender. 
  • Esse mês comemoro 32 anos de namoro com a bem casada e só peço a Deus que o tempo seja gentil conosco, e nos permita mais um bom tempo juntos. Com muita saúde, paz, amor e cumplicidade. E pra fechar com chave de ouro, rodeados pelos nossos familiares. Tks god.
  • Até o momento que escrevo a coluna já estamos há 60 horas sem luz na Rua 910, onde fica o  meu escritório. Dessa vez a coisa foi feia mesmo. Só Deus na causa.

ESSE ANO FAÇA CERTO. FIQUE EM CASA. FAÇA A SUA PARTE


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 02/07/2020 às 22h04 | jonasramos3011@hotmail.com

Mala Direta

ATENÇÃO

Essa semana o número de pessoas que caminhavam na praia sem máscara aumentou bastante. Ainda são minoria os negacionistas, que insistem em descumprir as leis, e pregam o fim de todo tipo de contenção ao vírus. Essa falta de cuidado com eles próprios e com os demais à sua volta é que fazem os números não pararem de subir nas nossas bandas. A região Sul até então é um exemplo pra todo país de como as medidas de contenção ainda são o melhor remédio. Infelizmente algumas pessoas não estão colaborando. Aliados a isso está a falta de fiscalização que sumiu das praias. Lamentável.

REDES

É visível a proliferação de redes de Beach Tênis por toda extensão da praia, numa clara demonstração de que a falta de fiscalização e de regras de localização e horários pra prática desportiva redundam nessa desorganização. A Barra Sul já está com cada metro quadrado ocupado, tendo os moradores que se espremerem entre elas para terem acesso a faixa de areia. Daqui a pouco a praia vai estar liberada e vai ficar complicado regulamentar o uso do espaço público.Ou não é mais público? Praticar esportes é super saudável e deve ser incentivado. Mas, com limites. A praia é de todos nós.


 VITRINE 


  • Abominável e desumano é o mínimo que se pode extrair da conduta dos policiais americanos, que culminou com protestos pelo mundo todo. A violência policial é inconcebível e deve ser combatida com rigor. A GM de Itajaí foi destaque nacional essa semana pela truculência de uma abordagem de rua. A presença da polícia é essencial a manutenção da lei e da ordem. Mas, sempre visando o bem do cidadão e não o contrário. Nunca.
  • Tem um casal de ladrões que tem levado o pânico aos condomínios das áreas centrais. Ela  exibe uma barriga de gravidez (não se sabe se falsa) e ele usa trajes pretos e boné com máscara. Entram junto com moradores ou quando a porta da garagem está quase fechando. Costumam roubar Bikes de valor agregado. Se enxergar essa dupla chame a polícia. Cada morador deve fazer a sua parte. Não permita que ninguém entre no seu condomínio sem acessar o interfone. Seja chato, mas prudente.
  • Aumenta a cada semana o número de salas vazias por toda a cidade. O valor dos aluguéis aliados a Covid-19 está levando o comércio à bancarrota. Quem já vinha mal das pernas não aguentou a paralização e foi à lona. Triste e lamentável pela perda de empregos e desaceleração da economia. Sem pessimismo, mas realista, acredito que essa crise vai longe.
  • Prefeito Fabrício de Oliveira está sendo bastante elogiado pelas atitudes rápidas e certeiras que tomou durante a pandemia. Os resultados até o momento atestam que tomou as medidas certas. Desde que não perca o foco, deve sair fortalecido dessa pandemia, e praticamente aniquila as pretensões das oposições nas próximas eleições. Tá com a reeleição nas mãos.
  • A serra e suas milhares de pousadas estão lotadas e não podem reclamar da crise que assola o país. Estão com reservas por todo o período e outono e inverno. Espero que estejam tomando as medidas de prevenção. Lugares fechados costumam ser aliados da transmissão da Covid-19.
  • Os motoristas de Uber (aplicativos) estão se multiplicando nesse período de crescente desemprego. É disparado a maneira mais rápida de se conseguir uma graninha sem muita burocracia. Basta uma carteira de motorista categoria EAR, certidão de bons antecedentes e um carro que passe na inspeção e boa viagem. Menos mal.
  • Alguns leitores estão reclamando que tem famílias inteiras que estão indo pra praia de cadeiras e guarda sol, o que pode em tese, incentivar outras famílias a fazerem o mesmo. Tão levando até cachorros. Cadê os homens da lei?

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO AO CORONAVÍRUS. FAÇA A SUA PARTE


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 18/06/2020 às 11h49 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

COOPERAÇÃO

A maioria das pessoas que caminham na praia tem dado uma prova cabal do quanto todos estão preocupados com a pandemia. Mais de 95% dos presentes na faixa de areia usavam máscaras, talvez até um pouco mais. As exceções ficaram por conta de alguns relutantes que eram abordados pelos fiscais da saúde e a GM. Dessa forma fica cada vez mais claro que independentemente das determinações dos poderes constituídos, a população está fazendo a sua parte. Que siga assim.

DEVAGAR

Aos poucos os comerciantes começam a sentir a retomada dos seus negócios, mesmo que de uma forma lenta, mas se aberto não arrecada nada, imagine fechado. Ou seja, o pouco que entra ajuda na manutenção do negócio, pagamento da folha de pagamento etc. A torcida fica por conta de que no outono e no inverno as coisas não saiam dos eixos. Se cada cidadão colaborar um pouco as coisas vão melhorar pra todos. Tomara.


VITRINE 


  • Pessoal que pratica esporte na faixa de areia tá retomando as atividades. Precisa é melhorar o controle de agrupamentos e uso de máscaras. No mais, esporte só faz bem.
  • Aglomerações nas calçadas estão ocorrendo por toda orla da praia e não tem controle algum por parte da fiscalização. As pessoas como não podem ficar na faixa de areia estão se reunindo na calçada. Tem roda de chimarrão e cadeiras umas perto das outras. Olho neles.
  • Semana que passou participei de uma reunião virtual com a diretoria e conselho da OAB local. A tecnologia possibilita que todos se reúnam em suas casas e escritórios sem o risco de contaminação pela Covid-19. Facilita tudo. Presidente Shames tem conduzido com maestria a subseção local.
  • Prefeito Fabrício é a mais nova vítima da Covid-19 e a exemplo dos demais infectados entrou em quarentena caseira. Por enquanto não apresenta sintomas mais graves. Quem tá na linha de frente é sempre mais passível da contaminação. Boas melhoras.
  • Quer fazer uma coisa boa pra sua saúde? Então selecione muito bem as notícias que recebe, e se precisar saia por um tempo de alguns grupos nas redes sociais. Tem notícia ruim pra todo lado. Não fique alienado, mas pesquise e filtre mais as notícias.

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO AO CORONAVÍRUS. FAÇA A SUA PARTE


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 15/05/2020 às 15h28 | jonasramos3011@hotmail.com

MALA DIRETA

LIBERADA

Depois de um embate jurídico entre o prefeito Fabrício e o Ministério Público com relação a liberação das praias para caminhadas, corridas e surf, e que teve lances pitorescos por conta de decisões conflitantes dentro do TJSC, finalmente o governo estadual deu a palavra final e liberou nos mesmos moldes propostos pelo prefeito. Algumas condições foram estabelecidas e entre as principais está a obrigatoriedade do uso de máscaras e a proibição de colocação de cadeiras e guarda-sóis pra evitar aglomerações. Enfim, uma medida que veio ao encontro do desejo de muita gente que quer tomar um sol e tirar um pouco da sensação de sufocamento de ficar presa em casa. Boa hora.


RETOMADA

Aos poucos os governantes começam a liberar as atividades consideradas não essenciais como comércio de rua, shoppings, igrejas e academias. A tão sonhada volta ao trabalho como forma de garantir renda, dignidade e manutenção de empregos vai aos poucos virando realidade. As igrejas na sua maioria decidiram manter as missas de forma não presencial, até porque o seu público é composto na sua maioria por pessoas do grupo de risco. Enfim, o que se espera é que a curva do vírus continue no patamar atual e aos poucos vá decrescendo. Se Deus quiser.


VITRINE


  • Ouvi essa semana numa reportagem na TV uma frase que reflete o que estamos vivendo e nossa relação com a natureza. “A pandemia continua, mas a primavera nunca esteve tão linda e iluminada” (hemisfério norte). A diminuição da poluição está mostrando um céu mais azul e um mar exuberante e com aspecto de limpo. (Balneário Camboriú)
  • Outro dia escrevi aqui que o ser humano é incorrigível e as coisas só não estão melhores porque cada um de nós não faz a sua parte – com exceções. Caminhando na praia vi muita gente carregando a máscara na mão e pronta pra ser usada em caso de aparecer a fiscalização. Outros nem esse recurso estavam usando, simplesmente ignoravam sua obrigatoriedade. Presenciei a guarda municipal em conjunto com a fiscalização sanitária discutindo com um casal de jovens que insistiam em caminhar sem usar a máscara. Saiu da praia na marra e vaiado por populares.
  • Muitas famílias relatam que está difícil segurar os mais velhos em casa, que insistem em sair e manter sua rotina. Realmente não é fácil a privação de ver filhos e netos e passar a comer sozinhos nos fins de semana, quando a família toda se reunia ao seu redor. Vai passar tudo isso, mas até lá, haja habilidade pra lidar com eles.
  • Estamos na marra aprendendo a conviver mais tempo com nossas famílias e menos com nossos amigos e colegas de trabalho. Dessa forma aprendemos a administrar nossas diferenças e aumentamos nosso senso de tolerância. Acredito que todos sairemos um pouco melhor dessa pandemia. No mínimo menos materialistas. Deus, Buda, Maomé e todas as demais divindades nunca estiveram tão em alta nesse século.
  • A demissão do ministro Mandetta da pasta da saúde revelou na semana passada o estilo Bolsonaro de governar. A possível demissão do ministro Sérgio Moro também agitou a imprensa e os meios políticos essa semana. O próximo deve ser o ministro da economia Paulo Guedes, que já não é mais seu posto Ipiranga. Ou seja, quem fizer sombra pro chefe vai sentir a tinta da sua caneta, como ele costuma vaticinar. Bolsonaro essa semana se aproximou do centrão o grupo mais fisiológico do congresso nacional. Ao que parece está sucumbindo a tudo que condenou nas eleições. Aí é o fim, tomara que não.
  • Além de cuidarmos da Covid 19 é importante ficarmos de olho nos gastos públicos em todas as esferas, porque em épocas de comoção e de liberação de licitações, a farra fiscal fica mais fácil. Alguém vai se beneficiar. Olho vivo.

ESSE ANO FAÇA CERTO. DIGA NÃO AO CORONAVÍRUS. FAÇA A SUA PARTE 


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 24/04/2020 às 13h39 | jonasramos3011@hotmail.com

Mala Direta

HOME OFFICE 

Cada vez mais se consolida o trabalho remoto e em breve veremos que essa movimentação diária de uma distância a outra é evitável. Veja os números do Tribunal de Justiça de Santa Catarina a partir da segunda quinzena de março: foram mais de 303.700 sentenças, decisões e despachos, além da realização de 683 audiências em primeiro grau. Somente os servidores realizaram mais de 4.000.000 de atos, o que representou o incremento geral de mais de 26% nas atividades. No segundo grau foram 9.600 acórdãos, decisões e despachos no período, e mais de 252.500 de atos praticados por servidores. Recebi essas informações do nosso representante no TJSC Dr. Osmar Nunes Jr. Impressionante. Pra pensar.


CIÚMES

A última do presidente Bolsonaro foi arrumar confusão com o excelente ministro da Saúde Mandetta, por conta do uso da Hidroxicloroquina e pela exposição do ministro nas mídias sociais e até durante a Live dos sertanejos Jorge e Mateus no Youtube. A Pandemia causada pelo vírus da Covid 19 tá sendo combatida com maestria pelos integrantes do ministério da saúde, que são na sua integralidade composta de técnicos experientes. O presidente que insiste no fim do isolamento social (que deu certo no mundo todo), e a retomada das atividades econômicas. Em parte, com razão, porque a quebradeira vai ser muito grande, só que não justifica as vidas perdidas. Enfim, não é hora pra isso, afinal já contamos mais de 800 mortes.


26 ANOS

Foto: Arquivo Pessoal

Essa semana completei 26 anos de casados com a bem casada (Manuela) e juntos só temos a agradecer a Deus pela nossa união, filhos, amigos e saúde. Que assim seja.


 VITRINE 


  • Segundo um dos participantes das barreiras sanitárias a medida está se tornando cada dia mais inócua, em razão do tipo de abordagem que é realizada, isso quando há abordagem. Ou seja, não tá servindo pra nada. Melhor colocar o pessoal nos seus postos e a GM nas ruas.
  • Governador Carlos Moises está aos poucos autorizando a retomada das atividades de forma seletiva, de acordo com o novo entendimento do ministério da saúde. A retomada total em cidades com ocupação de leitos de UTI abaixo de 50% é o que se recomenda. Agora se a população relaxar, o vírus volta com mais força em razão do início dos meses de temperaturas mais baixas.
  • Depende muito mais da população do que das autoridades. Se puder fique em casa, assim nós ajudamos aqueles que não podem ficar.
  • As filas são um desafio pras autoridades, o povo não tem o hábito de colaborar nessas horas. Até porque não tem costume de agir assim. Precisa de monitoramento de alguém pra coisa funcionar.
  • O Big Boss da Havan Luciano Hang está usando todos os meios que tem pra tentar reabrir suas lojas e manter os milhares de empregos. Por enquanto só conseguiu vender chocolates. Pro empresário não é fácil, até porque a sociedade acaba por olhá-los com certa desconfiança. Convém olhar melhor, sem empresários não há empregos.
  • 99% da população está colaborando e evitando ir à praia depois de decreto que as interditou. Tem 1% que não quer colaborar. Questão de educação e bom senso.
  • Vereadores de BC reduziram os salários nesse mês em 50% e doaram para ser usado no combate a Covid 19. Também fizeram alguns repasses à secretaria de saúde. Prefeito reduziu o salário dele e de assessores. Iniciativas que merecem aplausos.
  • Alguns hoteleiros estão lamentando o fechamento dos hotéis e a proibição de abrigarem novos hóspedes. No feriado de Páscoa a maioria estava com os hotéis lotados. Sinal dos tempos e que pegou não só eles, mas toda a cadeia produtiva brasileira e mundial como um todo. Esse ano vai ser difícil e somente quem tiver muita garra e crédito vai sobreviver.
  • Eu e minha família estamos respeitando todas as determinações das autoridades competentes. Só saímos de casa pra ir ao mercado e ao escritório de advocacia (que está liberado). No máximo uma volta na quadra pra pegar um sol (recomendação do ministro Mandetta). E nada mais.

ESSE ANO FAÇA CERTO. RESPEITE A QUARENTENA.  FAÇA A SUA PARTE.


 

Escrito por Jonas Ramos Júnior, 09/04/2020 às 16h55 | jonasramos3011@hotmail.com



1 2 3 4 5 6

Jonas Ramos Júnior

Assina a coluna J. Júnior

Advogado pós graduado em direito ambiental, reside em BC desde dez/1981. Escreve no JP3 desde 1992, porque tem interesse na cidade e no seu desenvolvimento.